Imagem da matéria: Rival do Google Também Proibirá Anúncios de Bitcoin e Criptomoedas

O Bing, serviço de buscas na internet da Microsoft, anunciou o banimento de propagandas relacionadas a criptomoedas e qualquer instrumento de finanças com opções binárias a partir de junho deste ano, conforme publicação na última segunda-feira (14).

O comunicado inicia descrevendo a preocupação que a rede tem em fornecer uma experiência segura aos usuários do Bing Ads e do Bing buscador, citando que frequentemente são realizadas avaliações das políticas de segurança.

Publicidade

O texto diz que muitos produtos relacionados ao mercado de criptomoedas não são regulamentados por órgãos oficiais, o que gera insegurança para os usuários e para a própria plataforma.

“Descobrimos que eles (anunciantes de criptomoedas) apresentam comportamento predatório com potencial para enganar os consumidores”, diz um trecho do comunicado.

O informe anuncia o início do processo para junho e a implementação para início de julho, quando qualquer propaganda de criptomoedas ou relacionadas a elas não serão mais permitidas de acordo com a nova política da rede.

As famosas ferramentas financeiras de ‘opções binárias’ também não terão mais espaços para divulgação.

“Tomamos a decisão de proibir esses anúncios para proteger nossos usuários”, relata o texto.

A Bing Ads é uma subsidiária da Microsoft (detentora também do motor de busca Bing) e oferece serviços de publicidade com busca inteligente.

Publicidade

Os gigantes das redes sociais, Twitter, Google e Facebook também já têm agendado as datas de banimento total de propagandas de criptomoedas ou relacionadas a elas, como é o caso das ICOs (Oferta Inicial de Moeda) que antecede um criptoativo.

Proibições semelhantes

No início do ano o Facebook foi a primeira rede social a anunciar a proibição. Na ocasião, um dos diretores do setor de anúncios da plataforma, Rob Leather, disse:

“Esta política é, intencionalmente, para melhor detectar práticas de publicidade enganosas e vamos reforçar à medida que outros sinais venham a ser notados”.

Em março, a gigante Google também anunciou medidas contra os anúncios considerados enganosos e disse que iria atualizar a política de serviços financeiros para restringi-los.

Publicidade

O diretor de anúncios sustentáveis do Google, Scott Spencer, explicou, então, o movimento como medida preventiva para proteger os consumidores.

“Não temos uma bola de cristal para adivinhar o futuro das criptomoedas e já vimos os danos que alguns consumidores sofreram. Abordaremos esse assunto sempre com cuidado extremo”.

Alguns dias depois da notícia do Google, o microblog Twitter também anunciou uma nova política de publicidade para também banir propagandas enganosas que levam o leitor a sites fraudulentos.

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin fecha 1º trimestre com alta de 66% e novo recorde de preço

Bitcoin fecha 1º trimestre com alta de 66% e novo recorde de preço

O Bitcoin fecha o primeiro trimestre do ano com uma valorização de 66,8%, cotado hoje a US$ 70.700
Brad Garlinghouse, CEO da Ripple , posa para foto

Mercado de criptomoedas vai valer US$ 5 trilhões até final do ano, prevê CEO da Ripple

Brad Garlinghouse justifica seu otimismo pelo halving do Bitcoin e um possível impulso regulatório positivo do mercado cripto nos EUA
Moedas do Bitcoin Cash (BCH) ao lado de um celular com o logo do projeto

Preço do Bitcoin Cash sobe 11% depois de turbulência pós-halving

Antes do halving do Bitcoin Cash, o preço do BCH subiu para seu nível mais alto desde novembro de 2021, quando atingiu o pico de US$ 718,62
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Por dentro da sala de audiência onde Sam Bankman-Fried foi condenado a ficar 25 anos atrás das grades

Uma chuva persistente, o BitBoy em um terno, uma vítima fora de controle, um Sam Bankman-Fried menos que arrependido e a forte repreensão de um juiz