Imagem da matéria: Riscos de queda do Bitcoin permanecem apesar de sucesso dos ETFs, diz analista
Foto: Shutterstock

Mesmo após uma queda de até 15% desde a aprovação dos ETFs de Bitcoin à vista nos Estados Unidos, a maior criptomoeda do mundo ainda corre riscos de passar por novas correções negativas de preço, ainda que até o momento os novos fundos sejam um sucesso.

Dados fornecidos por algumas das principais empresas por trás dos onze fundos negociados em Bolsa (ETFs) aprovados, como BlackRock, Fidelity e Bitwise, mostram que só no início desta semana os volumes superaram US$ 500 milhões, depois de terem gerado US$ 10 bilhões em apenas três dias.

Publicidade

Os números mostram que ainda existe uma demanda de investidores institucionais. A Coinbase, custodiante de vários desses ETFs, registrou volumes recordes de negociação em sua mesa OTC.

Porém, um relatório desta quinta-feira (18) da empresa de análise on-chain CryptoQuant citado pelo site CoinDesk, diz que ainda existem riscos negativos no radar e que podem puxar o preço mais para baixo.

“Várias métricas e indicadores da rede ainda sugerem que a correção de preços pode não ter terminado ou pelo menos que uma nova alta ainda não está prevista”, disseram os analistas da CryptoQuant. “Investidores de curto prazo e grandes detentores de bitcoin ainda estão realizando vendas significativas em um contexto de atitude de ‘sem risco'”.

Os analistas ainda apontam que “as margens de lucro não realizadas não caíram o suficiente para que os vendedores se esgotassem”.

Publicidade

A CryptoQuant foi uma das poucas empresas a falar diretamente que não acreditava em um impacto positivo nos preços após a aprovação do ETF de Bitcoin à vista.

No final do ano passado, os analistas da empresa apontaram que o BTC poderia sofrer uma correção em janeiro e cair para até US$ 32 mil numa potencial “venda de notícias” – evento em que o preço do ativo sobe antes de um acontecimento otimista e cai quando ele se concretiza de fato.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

Blockchain deve chegar com casos de uso: diploma digital pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e uma cadeia de custódia de provas
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Imagem da matéria: Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Fed e o Banco do Japão levarão o Bitcoin a US$ 1 milhão, diz Arthur Hayes

Um complexo emaranhado entre bancos centrais em relação ao iene levará a uma frenética impressão de dinheiro, elevando o preço do Bitcoin, diz o cofundador da BitMEX
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades