Tela de smartphone mostra logo do app Revolut
Foto: Shutterstock

O banco digital Revolut pode estar prestes a trocar o provedor de criptomoedas Paxos, o mesmo que presta serviço de custódia a empresas como Nubank e Mercado Pago, pelo Apex Crypto, empresa com sede em Chicago (EUA) com mais opções de negociação.

De acordo com o site Blockworks, um e-mail sobre a troca de parceria circulou entre os clientes da Revolut. A mudança também foi confirmada por pessoas familiarizadas com o assunto. O site afirma que teve acesso ao conteúdo do e-mail, cujo trecho diz: “Estamos empolgados em fazer parceria com a Apex Crypto LLC para fornecer acesso mais amplo e melhor às criptomoedas para você e a comunidade Revolut”.

Publicidade

A mensagem também diz que as negociações devem ser interrompidas por algumas horas no dia da migração e que, num futuro próximo, vai ofertar serviço de staking de criptomoedas. Atualmente, os usuários podem comprar, manter, vender e transferir sete criptomoedas por meio do aplicativo, através de negociações P2P.

A nova parceria com a Apex Crypto passará a permitir a negociação de mais 20 tokens, além de Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH). Contudo, os usuários poderão optar por não participar do processo de migração, fechando suas posições e liquidando seus ativos.

Fim de parceria com Paxos

Se confirmada a troca de provedor, a Revolut, que afirma possuir 20 milhões de clientes em 36 países, encerra uma parceria de mais de dois anos com a Paxos. O serviço de criptomoedas, que opera dentro das normas do Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York, foi o caminho para o aplicativo da Revolut oferecer criptomoedas para clientes dos EUA.

Revolut é um app de banco digital que rapidamente dominou a Europa, mas ainda é bem desconhecido nos Estados Unidos, onde foi lançado em março de 2020.

Publicidade

Revolut, Paxos e Apex não se manifestaram oficialmente até o fechamento deste texto. Ainda segundo o Blockworks, também não houve resposta das partes quando procuradas para comentar o assunto.

Em parceria com a Paxos, o maior banco digital do Brasil, Nubank, liberou a compra de bitcoin e ethereum em seu aplicativo em junho deste ano. No mesmo mês, o Mercado Pago, que já permitia a compra de criptomoedas no seu app desde final de 2021, liberou as transferências cripto entre contas da plataforma. Apesar disso, o Mercado Pago, assim como o Nubank, não permite que usuários saques suas criptomoedas do app.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin reduz perdas após atingir US$ 59 mil; Kraken lança carteira e Binance pode retornar à Índia

Manhã Cripto: Bitcoin reduz perdas após atingir US$ 59 mil; Kraken lança carteira e Binance pode retornar à Índia

Mercado de criptomoedas segue em baixa antes do halving do Bitcoin, com o Ethereum lutando para manter os US$ 3 mil
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Manhã Cripto: Bitcoin sobe 4% e Ethereum salta 7% puxados por ETFs em Hong Kong e alívio de tensões no Oriente Médio

Após forte queda no fim de semana, Bitcoin e Ethereum voltam a ganhar força com notícias de que Hong Kong aprovou ETFs das criptomoedas
Imagem da matéria: Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Na Paris Blockchain Week, o presidente da Animoca Brands, Yat Siu, discutiu a regulamentação da SEC, o ressurgimento do mercado de NFT e as finanças de sua empresa
moedas de bitcoin e ethereum sobre mesa envernizada

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 70 mil e Ethereum desacelera após maior salto em mais de um mês

Traders de criptomoedas pisam no freio nesta terça-feira (9) depois do rali do Ethereum durante a madrugada