Cardume de sardinhas
Shutterstock

Uma categoria de investidores com menos de um Bitcoin em suas carteiras – conhecidos como investidores “camarões” ou “sardinhas”, com reservas inferiores a um BTC – adicionou 96.200 BTC aos seus estoques coletivos desde o colapso da corretora FTX no início de novembro, aumento recorde.

De acordo com análise da empresa de análise blockchain Glassnode divulgada nesta segunda-feira (28), este grupo agora detém mais de 1,21 milhão de BTCs, o que equivale a 6,3% da oferta circulante da principal criptomoeda do mundo.

Publicidade

Outra categoria de detentores menores de Bitcoin que aproveitou a oportunidade para comprar na queda deste mês são os investidores “caranguejos” ou “sardinhas” – aqueles que detém uma participação inferior a um BTC.

Esta categoria de investidores adicionou um total de 191.600 BTCs nos últimos 30 dias, segundo a empresa de dados on-chain.

Tanto para as “sardinhas” como para os “caranguejos”, as compras de novembro também marcaram aumentos históricos nos saldos, com este último eclipsando o pico de julho de 2022 de 126.000 BTCs.

O Bitcoin era negociado acima de US$ 21 mil no início de novembro. No entanto, caiu abaixo de US$ 16 mil—seu nível mais baixo em dois anos—na última segunda-feira, quando o contágio desencadeado pela implosão da FTX se espalhou rapidamente pelo espaço cripto, afetando empresas de alto perfil, como a Genesis Global, a Gemini, e a BlockFi.

Publicidade

A principal criptomoeda está mudando de mãos a US$ 16.240,00 nesta segunda, uma queda de 2% nas últimas 24 horas, de acordo com o CoinGecko.

Baleias despejam investimentos em Bitcoin

Por outro lado, as “baleias” do Bitcoin—aqueles que detêm mais de 1.000 BTCs—são a principal categoria que está descarregnado parcialmente suas participações em Bitcoin, enviando cerca de 6.500 BTCs para exchanges de criptomoedas nos últimos 30 dias.

Embora isso possa sinalizar sua prontidão para vender, esse valor ainda é diminuto pelo total de 6,3 milhões de BTCs, de acordo com a Glassnode.

É importante notar também que um número significativo de investidores em Bitcoin tem optado pela autocustódia, já que a confiança nas exchanges centralizadas caiu recentemente para novas mínimas históricas.

Publicidade

Conforme a Santiment afirmou no sábado, a oferta de Bitcoin nas exchanges caiu para apenas 6,95%—níveis não vistos desde 2018.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Aprenda a ganhar dinheiro com Cripto: Você pode ter acesso a um curso exclusivo com os maiores especialistas em cripto para aprender os fundamentos e as técnicas que te ajudam a navegar nas altas e baixas do mercado. Garanta sua vaga aqui!

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump agora aceita doações em Bitcoin e cumpre promessa com relação às criptomoedas

Bitcoin, Ethereum, Dogecoin, Solana, Shuba Inu e XRP estão entre criptomoedas aceitas pela candidato Donald Trump 
hackers em frente a computadores

Exchange de criptomoedas Rain perde US$ 14,8 milhões em ataque hacker

A exchange disse que já tomou as medidas necessárias e que todas as sua atividades estão funcionando normalmente, inclusive saques
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro