Imagem da matéria: Quem é o casal dos EUA que está por trás da adoção do Bitcoin em El Salvador
Max Keiser e Stacy Herbert tem papel central na política de Bitcoin de El Salvador (Foto: Reprodução/Twitter)

A trajetória de Nayib Bukele – o presidente de El Salvador que tornou o Bitcoin moeda de curso legal no país – jé bem conhecida. Mas existe uma sombra oculta por trás do mandatário, que exerce uma enorme influência sobre os rumos da criptmoeda emEl Salvador: um casal nova-iorquino.

A história foi relatada nesta semana em reportagem The Wall Street Journal. Trata-se de Max Keiser e Stacy Herbert, notórios maximalistas do Bitcoin e que louvam Bukele para seus mais de 700 mil seguidores no Twitter.

Publicidade

Mas a relação vai muito além de admiração. Herbert tem sido apresentada em eventos como a chefe do Escritório Nacional de Bitcoin de El Salvador e fontes próximas afirmam que a empresária tem um papel de liderança nesta autarquia criada por Bukele. 

Já Keiser é conselheiro pessoal de Bukele, um papel que o jornal confirmou junto a pessoas do círculo íntimo do presidente. 

O ponto principal, porém, parece ser as pontes que o casal tem criado entre empresas privadas e o governo de El Salvador.

Keiser trouxe para a mesa de negociação com Bukele a corretora Bitfinex, que fecgou acordo para fornecer a infraestrutura de tecnologia dos Volcano Bonds, títulos do tesouro público de El Salvador lastreados em Bitcoin. 

Publicidade

Ao mesmo tempo, a Bitfinex é uma das investidoras da El Zonte Capital, fundo de investimento do casal que tem como meta financiar empreitadas com Bitcoin em El Salvador. 

E a relação não acaba aí: a Bitfinex disse ter enviado o equivalente a US$ 1 milhão em Bitcoin ao casal, para que Keiser e Herbert fizessem pessoalmente doações para carteiras de cidadãos de El Salvador afetados pela violência gerada nas guerras entre gangues. 

Keiser comemorou seu aniversário com um bolo temático de Bitcoin ofererecido pelo presidente Bukele (Foto: Reprodução/Twitter)

Em uma entrevista a um canal de YouTube recentemente, Herbert disse que o casal não é remunerado pelo trabalho e que o faz como “um ato de amor”. 

Tanto o casal, quanto o presidente Bukele e a Bitifinex se recusaram a dar entrevista ou fazer algum comentário para a reportagem.

Publicidade

Programa na TV Russa e 25 mil bitcoins 

Um detalhe bizarro da história é que, antes de terem entrado para o mundo do Bitcoin, o casal tinha um programa na emissora de televisão estatal russa RT. 

O “Keiser Report” tinha como base editorial criticar os bancos e apontar uma suposta “exploração da classe trabalhadora” pelo setor financeiro tradicional. 

Foi durante um programa em 2013, que Keiser disse ter ficado milionário com o Bitcoin. Naquele momento a cotação do BTC era de US$ 40.

Isso indica que ele possuía no mínimo 25 mil bitcoins, para totalizar US$ 1 milhão. Caso ele tenha mantido as criptomoedas, o seu valor de mercado hoje seria equivalente a US$ 700 milhões. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

História indica que 3º trimestre é o pior para o Bitcoin, mas será que 2024 vai surpreender?

Terceiro trimestre é historicamente o período de menor ganho para o Bitcoin, mas uma possível queda de juros nos EUA pode mudar o cenário em 2024
Jamie DImon, CEO do JP Morgan

Crítico do Bitcoin, CEO do JP Morgan é cotado por Trump para assumir Tesouro dos EUA

Dimon poderia ser o Secretário do Tesouro ideal, de acordo com o candidato presidencial republicano Donald Trump
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Bernstein reitera previsão de Bitcoin em US$ 200 mil até final de 2025

Previsão já havia sido feito em junho e os analistas apontam que a tendência recente de queda do Bitcoin não mudou esse cenário
Imagem da matéria: Senador que chamou Bitcoin de "escolha ideal para criminosos" é condenado por corrupção

Senador que chamou Bitcoin de “escolha ideal para criminosos” é condenado por corrupção

“Este caso sempre foi sobre níveis chocantes de corrupção”, disse o procurador dos EUA