Imagem da matéria: Quem é Javier Milei? O novo presidente bitcoiner da Argentina
Javier Milei, o novo presidente da Argentina (Foto: Shutterstock)

O candidato pró-Bitcoin, Javier Milei, será o próximo presidente da Argentina após sua vitória no segundo turno das eleições de domingo (19).

Segundo dados da Bloomberg, Milei obteve 56% dos votos contra 44% do rival Sergio Massa, que atua como ministro da economia no governo atual da coalizão peronista do país; Massa concedeu a derrota com 99% das cédulas contadas.

Publicidade

Anunciando a “reconstrução da Argentina”, Milei prometeu que “não há espaço para medidas graduais”, preparando-se para enfrentar os desafios de uma taxa de inflação em espiral e um rápido declínio no valor da moeda do país, o peso.

A plataforma de Milei inclui medidas de terapia de choque, como “eliminar o banco central”, cortar os gastos públicos em 15% e abandonar o peso em favor do dólar dos Estados Unidos.

Após a eleição, Milei assumirá o cargo em 10 de dezembro.

Milei e o Bitcoin

Conhecido por suas opiniões libertárias rígidas e sua exuberante cabeleira, o Milei de 53 anos primeiro ganhou fama como comentarista econômico antes de ser eleito para o congresso em 2021 por seu partido Libertad Avanza (Liberdade Avança).

Formado em Economia pela Universidade de Belgrano e com dois mestrados, Milei tem passagens por diversas empresas, inclusive o banco HSBC, e é adepto da chamada escola econômica austríaca – que defende o livre comércio e a não intervenção do governo na economia – e do libertarismo.

Publicidade

Durante a campanha presidencial, o autodenominado anarco-capitalista passou a brandir uma motosserra em comícios para ilustrar seu compromisso com a redução dos gastos estatais. Entre as políticas que ele propôs estão um mercado livre para a venda de armas de fogo e órgãos humanos, e a revogação da legalização do aborto no país em 2020.

Milei é um grande defensor do Bitcoin, descrevendo a criptomoeda como “o retorno do dinheiro ao seu criador original, o setor privado”.

Leia também: Conheça as ideias de Javier Milei para a economia da Argentina: “Bitcoin é resposta contra o golpe dos Bancos Centrais”

Embora Milei tenha manifestado apoio ao Bitcoin, a criptomoeda não está incluída em suas propostas de políticas. Ao contrário de El Salvador, que adotou o Bitcoin como moeda de curso legal, Milei concentrou sua atenção na dolarização da economia argentina até 2025, numa tentativa de conter o “câncer da inflação”.

Publicidade

Polêmica envolvendo pirâmide

Em setembro do ano passado, Milei foi intimado a responder na justiça sua relação com a empresa CoinX, acusada de atuar como uma pirâmide financeira com criptomoedas e outros ativos na Argentina.

No ano anterior, antes das denúncias, o parlamentar compartilhou uma foto com um dos fundadores da companhia, dizendo para as pessoas que a CoinX contava com os melhores especialistas em criptoativos. Ele sempre negou qualquer associação com a empresa.

Leia também: Investidores denunciam deputado argentino por promover pirâmide com criptomoedas

Em junho junho de 2022, a Comissão Nacional de Valores (CNV), órgão que regula o mercado de capitais na Argentina, emitiu um stop order para CoinX World, explicando que a medida era para proteger o investidor, haja vista que as ofertas de investimentos com promessa de retornos mensais não tinham aval da entidade.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
Imagem da matéria: As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

As criptomoedas estão se tornando políticas – e a Consensys quer ficar fora disso

Enquanto outras empresas gastam milhões em candidatos pró-cripto, Joe Lubin diz ao Decrypt que a Consensys resistiu ao impulso
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo