bitcoin 2022
Foto: Shutterstock

Feliz Ano Novo para todos os nossos leitores. A equipe da Glassnode espera que vocês tenham tido um feliz recesso de fim de ano.

Além disso, Feliz Aniversário para o Bitcoin. Há treze anos, Satoshi Nakamoto minerou o primeiro bloco do Bitcoin, com a seguinte mensagem codificada na transação como um registro de data/hora:

Publicidade

The Times 03/Jan/2009 Chancellor on brink of second bailout for banks (ou “Chanceler à beira do segundo resgate aos bancos”, em português).

Conforme 2021 foi embora, o mesmo aconteceu com a atividade no mercado de Bitcoin (BTC), com a suavização dos volumes de negociação e preços sendo negociados de forma lateral.

O preço continuou a ser negociado na mesma faixa desde o fim de novembro, oscilando entre uma alta de US$ 51.654 e uma baixa de US$ 46.197 na última semana.

Em muitas métricas da rede, existe uma falta geral de atividade, apesar de haver uma conotação modestamente positiva nas dinâmicas de fornecimento.

Publicidade

Moedas continuam migrando para carteiras cada vez mais ilíquidas e dormentes enquanto a rentabilidade de investidores e métricas cíclicas apresentam um panorama mais negativo.

Com um saldo de sinais tanto otimistas como pessimistas, é provável que a expectativa para este início de 2022 continue sendo a consolidação lateral.

Preço do bitcoin na 1ª semana de 2022
Preço do bitcoin na 1ª semana do ano (Imagem: Glassnode)

Atividade em blockchain continua fraca

O primeiro conjunto de métricas que a Glassnode irá avaliar está associado à atividade que está acontecendo na blockchain.

De modo geral, o dinamismo positivo é acompanhado pela crescente demanda por espaços em blocos, conforme moedas são adquiridas, vendidas e transferidas a novos donos.

Por outro lado, tendências de baixa geralmente têm menos carteiras novas, uma reduzida demanda de transações e baixa utilização da rede.

Publicidade

O número de endereços de carteira com um saldo superior a zero é uma métrica que pode ser usada para avaliar a demanda a longo prazo para o bitcoin.

Ao longo do último ano, um total líquido de 7,462 milhões de carteiras com saldo superior a zero foram acrescentadas à rede, registrando um crescimento no ano de 23,2%.

1,415 milhão dessas carteiras foram acrescentadas desde a alta recorde em outubro, um aumento de 18,9% no total anual.

A atual alta recorde de 39,6 milhões de endereços com saldo superior a zero é 40% maior do que o auge registrado no fim do mercado de alta de 2017, indicando que um crescimento da base de usuários foi contínuo nos últimos cinco anos.

Número de endereços com saldo superior a zero em bitcoin
Número de endereços com saldo superior a zero em bitcoin (Imagem: Glassnode)

A respeito da atividade diária, é perceptível que o número de entidades em blockchain finalmente atingiu um número superior a 275 mil/dia.

O gráfico abaixo destaca (na cor vermelha) um “canal de mercado de baixa” observável e crescente. Mostra que, durante períodos de preços baixos e interesse relativamente baixo, existe um crescimento persistente de usuários à rede.

Publicidade

Tanto os mercados de alta de 2017 como os de 2020-2021 se destacam por terem mais atividade em blockchain relacionada a esse canal. No entanto, o atual regime parece ser mais similar ao “miniciclo de alta” que aconteceu entre abril e agosto de 2019.

Esses dois períodos são similares por terem seguido uma profunda correção e um grande momento de capitulação, mas altas de preço subsequentes não conseguiram gerar dinamismo suficiente para um mercado de alta em completa escala.

A alta de preço em 2019 culminou em uma faixa de negociação lateral para baixo de nove meses de duração até a capitulação final acontecer em março de 2020.

Número de entidades ativas de bitcoin
Número de entidades ativas de bitcoin (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

Transações mostram um panorama similar, em que os mercados de alta de 2017 e 2020-2021 se destacam, atingindo mais de 300 mil transações por dia durante os auges.

Novamente, similaridades podem ser encontradas entre abril e agosto de 2019 e no atual mercado desde setembro de 2021.

Em ambos os casos, uma onda inicial de atividade forneceu apoio aos altos preços, mas falhou em sustentar qualquer dinamismo significativo conforme caía tanto a quantidade de transações como o preço da moeda.

Até que haja uma maior expansão na demanda por espaço em blocos do Bitcoin, é prudente esperar que a ação de preço não seja tão memorável e provavelmente fique lateral em uma escala macro.

Publicidade

É importante destacar as diferenças nas estruturas de mercado entre os períodos de 2019 e o de 2021-2022.

A alta de preço entre abril e agosto de 2019 foi amplamente associada à forte demanda de bitcoin à vista por conta do esquema Ponzi PlusToken, junto com diversos “short squeezes” (quando o preço aumenta muito rápido) à medida que as negociações enfraqueciam o movimento nos mercados de futuros.

O atual mercado é melhor descrito como uma forte alta de preço após as baixas de julho e setembro após uma forte acumulação.

Essa alta de preço foi vendida após um outubro muito forte, pois tanto a incerteza macroeconômica como as preocupações sobre a inflação assolaram os mercados e empresas de negociação queriam registrar lucros de fim de ano.

Número de transações em bitcoin
Número de transações em bitcoin (ajustadas por entidades) (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

Fornecimento implícito continua positivo

Uma das características dos mercados de baixa é uma conotação construtiva nas dinâmicas de fornecimento.

Enquanto a atividade em blockchain acima destaque uma demanda relativamente fraca do varejo e de turistas do mercado, a dormência de moedas continua impressionante e sinais de um “smart money” mais paciente continuam intactos.

Dezembro de 2020 foi um ponto de partida para um desempenho muito forte de preços no primeiro trimestre de 2021 conforme o bitcoin quebrou o ciclo anterior e o recorde de US$ 20 mil, atingindo mais de US$ 64 mil em abril.

Ao analisar a métrica de última atividade no fornecimento há mais de um ano, é possível ver que uma maior proporção de moedas acumuladas no fim de 2020 não foram gastas até hoje.

Desde outubro de 2021, mais de 682 mil BTC migraram para a faixa de mais de um ano de idade, representando 3,3% do fornecimento de moedas em circulação.

Mais de 57% do fornecimento de moedas agora é mais antigo do que um ano, o equivalente ao 51,5% visto na época do impulso positivo em abril de 2019.

Dado o quão volátil 2021 foi, é impressionante ver tal aceleração e uma proporção maior de moedas armazenadas ao longo do ano.

Porcentagem da última atividade de fornecimento de bitcoin há mais de um ano
Porcentagem da última atividade de fornecimento de bitcoin há mais de um ano (Imagem: Glassnode)

O fornecimento de Holders a Longo Prazo também se estabilizou após um período bem modesto de distribuição após as duas altas recordes em outubro e novembro.

Isso significa que Holders a Longo Prazo desaceleraram suas despesas e provavelmente serão HODLers ou mesmo compradores a esses preços. Isso fornece outro panorama construtivo sobre a convicção de mercado.

Holders a Longo Prazo gastaram cerca de 150 mil BTC desde outubro, ou seja, 1,11% de seu saldo total armazenado. A desaceleração nos gastos é notável dada a correção drástica e contínua durante essa época.

Perceba que também acontece após uma enorme fase de acumulação em 2021, onde, em termos líquidos, mais de 2,42 milhões de BTC migraram para carteiras de Holders a Longo Prazo após março – um crescimento de saldo de 22,1%.

Fornecimento total mantido por Holders a Longo Prazo de bitcoin
Fornecimento total mantido por Holders a Longo Prazo de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Também é possível avaliar a liquidez de moedas como uma medida mais imediata das dinâmicas atuais de fornecimento de moeda, como se o mercado está em acumulação (mais ilíquido) ou distribuição (mais líquido).

Enquanto a Última Atividade no Fornecimento de Holders a Longo Prazo utiliza o tempo como dado principal (idade ou vida útil de moedas), as métricas Líquidas e Ilíquidas da Glassnode utilizam heurísticas de gastos de carteira.

Quando uma moeda é movimentada para uma carteira sem histórico de gastos, será classificada como ilíquida (um HODLer que executa uma estratégia de média de custo em dólares).

Por outro lado, uma carteira que gasta bem regularmente (a “carteira quente” de um day-trader ou de uma corretora) será classificada como Líquida ou Altamente Líquida.

No gráfico abaixo, percebe-se que, nos meses finais de 2021, mesmo com a correção de preços, houve uma aceleração de moedas de carteiras Líquidas para Ilíquidas. Ao longo de dezembro, moedas foram movimentadas para carteiras cada vez mais ilíquidas a uma faixa entre 50 mil e 100 mil BTC/mês, refletindo uma maior probabilidade de ampla acumulação.

Mudança no fornecimento ilíquido de bitcoin
Mudança no fornecimento ilíquido de bitcoin (média móvel de sete dias) (Imagem: Glassnode)

Percebe-se que o fornecimento Ilíquido (cor azul) acelerou mais graças ao fornecimento combinado Líquido e Altamente Líquido (cor rosa). Moedas ilíquidas agora representam 76% do fornecimento total e parecem ter uma correlação visível com o preço.

As condições atuais refletem uma divergência entre o que parece ser uma dinâmica de fornecimento construtiva em blockchain, se comparada à ação de preço baixa a neutra.

Fornecimento líquido e ilíquido do bitcoin
Fornecimento líquido e ilíquido (% da circulação) (Imagem: Glassnode)

Finalmente, sobre as tendências macro a longo prazo, é possível ver a confluência na métrica de Vivacidade. A Vivacidade reflete o crescimento relativo da criação de moedas/dia e moedas destruídas por dia no fornecimento em circulação.

Onde mais moedas forem criadas por dia, haverá mais dormência e HODLing e a tendência da Vivacidade será menor (cor azul).

Por sua vez, a distribuição, principalmente por traders mais antigos, fará com que mais moedas sejam destruídas por dia do que criadas e a Vivacidade terá uma tendência maior (cor rosa).

A Vivacidade parece estar em uma forte tendência de baixa conforme preços são corrigidos. Isso é típico em mercados de baixa e períodos de acumulação, que acrescenta à avaliação de negatividade com conotações positivas.

Vivacidade ajustada por entidades de bitcoin
Vivacidade ajustada por entidades de bitcoin (Imagem: Glassnode)

A dor dos Holders a Curto Prazo

Embora a dinâmica de fornecimento para o “smart money” mais paciente pareça construtiva, existe um grande setor do mercado que está submerso com suas alocações.

Enquanto Holders a Longo Prazo parecem ter uma crescente convicção, preços estão negociando abaixo da base de custo em blockchain de suas contrapartes, os Holders a Curto Prazo. São as moedas mais prováveis de criar uma pressão de venda e pesar na recuperação de mercado.

O Preço Realizado é uma métrica que avalia cada moeda na época em que foram gastas pela última vez na blockchain, refletindo o “valor armazenado” em bitcoin e uma estimativa da base de custos. O gráfico abaixo mostra o preço realizado para três grupos:

Holders a Curto Prazo (cor rosa): atualmente negociando a US$ 51,4 mil, ou seja, esse grupo, no total, está submerso com seu investimento e, provavelmente, vão criar resistência de vendas;

– Mercado agregado (cor laranja): o preço realizado para todo o mercado está sendo negociado a US$ 24,4 mil. Geralmente, o Preço Realizado fornece um suporte confiável de preço e pregões de mercado de baixa, apesar de obviamente não ser ideal ver preços atingirem esse nível.

– Holders a Longo Prazo (cor azul): atualmente negociando a US$ 17,7 mil após um grande aumento conforme moedas foram acumuladas no primeiro semestre de 2021 a preços mais altos continuam dormentes. Essa métrica pode ser considerada como uma observação visual de Holders a Longo Prazo que avaliam o bitcoin a um maior preço mínimo ao longo do tempo.

Preços realizados em bitcoin de grupos
Preços realizados em bitcoin de grupos (Imagem: Glassnode)

A métrica de valor de mercado/valor realizado (MVRV) para Holders a Curto Prazo mostra que a magnitude da atual dor de submersão é relativa a períodos anteriores de baixa.

O MVRV para Holders a Curto Prazo está sendo negociado abaixo de 1.0, um evento que, infelizmente, teve poucos períodos desde 2017 de ser um evento momentâneo.

Os períodos de baixa em 2018, 2019 e em meados de 2021 fizeram com que Holders a Curto Prazo ficassem submersos, em que MVRV de valor igual a 1 atua como resistência.

Psicologicamente, isso representa que novos compradores estão “pegando seu dinheiro de volta”, o que põe US$ 51,4 mil como um nível fundamental para se acompanhar.

Preços realizados em bitcoin de grupos
Valor de Mercado/Valor Realizado (ou MVRV) para Holders a Curto Prazo de bitcoin (Imagem: Glassnode)

Sobre o autor

Glassnode é a maior provedora de dados e inteligência de blockchain que gera métricas e ferramentas on-chain para quem realmente quer entender o mercado de criptomoedas.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Glassnode.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta