Imagem da matéria: Queda na volatilidade pode fazer bitcoin chegar a US$ 130 mil, diz JP Morgan
Foto: Shutterstock

A queda na volatilidade do preço do bitcoin pode atrair novos investidores institucionais e fazer com que o valor da criptomoeda alcance US$ 130 mil no longo prazo, segundo o banco JP Morgan.

A informação foi publicada na noite dessa quinta-feira (1º) no site Business Insider. A Bloomberg também fez matéria sobre o assunto.

Publicidade

De acordo com os veículos, o banco disse que a volatilidade da moeda sempre atuou como um obstáculo à entrada de mais investidores institucionais.

No entanto, nas últimas semanas a montanha-russa típica desse mercado estaria se normalizando, o que ajudaria a “revigorar” o interesse.

De acordo com o JP Morgan, a volatilidade realizada (variação de preço do ativo) nos últimos três meses caiu para 86% depois de passar de 90% em fevereiro. A média de seis meses também pode estar se estabilizando em torno de 73%.

“Esses sinais provisórios de normalização da volatilidade do Bitcoin são encorajadores”, segundo a nota.

Uma queda no vai e vem do preço da criptomoeda, ainda segundo a instituição, também poderia colocar o BTC como um diversificador de portfólio no lugar do ouro.

Publicidade

O metal registrou a maior perda trimestral desde 2016, segundo o Market Watch.

“Considerando o quão grande é o investimento financeiro em ouro, qualquer exclusão do ouro como uma moeda ‘alternativa’ implica uma grande vantagem para o bitcoin no longo prazo”, disse o JPMorgan.

Previsão antiga

Não foi a primeira previsão sobre preço do bitcoin feita pelo JP Morgan. Em janeiro, o banco afirmou que a moeda poderia chegar a US$ 100 mil em 2021 por causa da especulação e em US$ 146 mil no longo prazo.

Na época, o estrategista quantitativo da instituição, Nikolaos Panigirtzoglou, chegou a falar que “a eliminação do ouro como uma moeda ‘alternativa’ implica uma grande vantagem para o bitcoin a longo prazo”, mas que “uma convergência nas volatilidades entre o bitcoin e o ouro é improvável de acontecer rapidamente”, sendo “um processo plurianual”.

O bitcoin é negociado a US$ 59 mil nesta sexta-feira (2), segundo o CoinMarketCap. Em reais, a criptomoeda é cotada a R$ 338 mil, segundo o Índice do Preço do Bitcoin (IPB).

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 60 mil; Trump defende criptomoedas e faz memecoin subir 155%

Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 60 mil; Trump defende criptomoedas e faz memecoin subir 155%

No Brasil, investidores reagem à decisão do Copom de reduzir em 0,25 ponto percentual a taxa básica de juros (Selic)
Logo da ftx, dólares e bitcoin

Analistas preveem alta no mercado cripto com ressarcimento bilionário a clientes da FTX

A FTX deve cerca de US$ 11 bilhões a credores, mas a massa falida conseguiu levantar mais de US$ 14 bilhões