Imagem da matéria: Projeto DeFi sela acordo de paz e põe fim à "guerra civil" na plataforma
Shutterstock

Chegou ao fim a “guerra civil” dentro do protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) DefiLlama. A empresa pediu desculpas na segunda-feira (20), após o lançamento um hard fork pirata da plataforma, montado por uma parte rebelde da equipe após o anúncio de que o projeto pretendia criar um token nativo.

“A equipe DeFiLlama gostaria de pedir desculpas pelos eventos, como resultado de uma má comunicação e um mal-entendido dentro da equipe”, a empresa tweetou.

Publicidade

Ontem, um rompimento entre 0xngmi e 0xLlam4 — os dois pseudônimos adotados por cofundadores da empresa — eclodiu em público por causa de um potencial lançamento de token. Mas depois que um lado fez um suspense sobre uma possível criptomoeda, o coletivo esclareceu hoje que esse projeto não irá em frente.

“Gostaríamos de deixar para trás o que aconteceu”, disse DeFiLlama. “Não há nenhum token LLAMA atualmente planejado, e qualquer airdrop será discutido com a comunidade, como todas as decisões importantes são.”

0xngmi disse no domingo que a equipe estava bifurcando o DefiLlama devido a um controle hostil que envolveu um “lançamento de token”, encorajando seus seguidores a usar o endereço llama.fi em vez de defillama.com. Após o acordo de paz, a plataforma pirata passou a ser automaticamente direcionar os usuários de volta para o site oficial do projeto.

Enquanto o drama entre os dois llamas se desenrolava, membros do servidor Discord do DefiLlama expressaram preocupações quanto ao site ter sido comprometido ou hackeado. Mas a confusão deu lugar a alívio quando os membros reagiram ao anúncio de paz.

Publicidade

“É ótimo ver que vocês encontraram uma maneira de manter a equipe unida”, disse um usuário chamado 0xSerdar. “Feliz por vocês!”

Uma mensagem postada em um dos canais DefiLlama no Telegram sugeriu ontem que 0xngmi tinha “optado por seguir sozinho” e estava tentando roubar o IP da empresa com alguns membros da equipe, mas desde então o post foi excluído.

O colaborador DefiLlama Tendeeno alegou que era 0xLlam4 quem estava errado, avançando com um lançamento de token, apesar de outras vontades da equipe. E como o 0xLlam4 controlava a conta e o nome de domínio da empresa no Twitter, “eles podiam anunciar um token a qualquer momento e, essencialmente, manter a equipe como refém.”

Após as consequências do fim de semana passado, a equipa DefiLlama pareceu ter se reconciliado com relação a esse desacordo e prometeu que questões semelhantes não voltariam a surgir.

Publicidade

“Tomaremos medidas para operar de maneira mais transparente para garantir que isso não aconteça novamente”, disse DefiLlama, acrescentando que a empresa “continuará a cooperar entre si no desenvolvimento de soluções abertas e transparentes.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
barras de ouro

Tensão entre Irã e Israel faz token lastreado em ouro ser negociado com prêmio de 20%

Comentários de um porta-voz da Paxos indicam que a PAXG pode ser usada também para avaliar o pânico do mercado
Imagem da matéria: Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

O evento acontece no sábado (20) em São Paulo; veja como participar
Imagem da matéria: OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

OKX corta taxas de negociação e introduz taxa negativa no Brasil; entenda

Segundo a OKX, haverá um modelo de níveis em que usuários poderão ter taxas de maker negativas ou zeradas dependendo do saldo na exchange
Imagem da matéria: Solana sofre congestionamento por operações desenfreadas de bots

Solana sofre congestionamento por operações desenfreadas de bots

Alto número de operações de spam estão fazendo com que a Solana fique mais lenta e que transações não sejam processadas