Imagem no escuro sugere hacker confuso
Shutterstock

A Mixin Network, um serviço de carteira digital descentralizado, fez uma oferta on-chain de US$ 20 milhões (cerca de R$ 100 milhões) ao hacker que invadiu seu protocolo e roubou cerca de R$1 bilhão em criptomoedas na semana passada. 

A oferta, enviada através da blockchain do Ethereum na madrugada de quarta-feira (27), foi revelada pela empresa de segurança blockchain PeckShield, em um post no X (antigo Twitter).

Publicidade

“A maioria dos ativos de nossa plataforma eram de usuários e esperamos que você possa reembolsá-los. Você pode ficar com US$ 20 milhões em ativos como uma recompensa por ter encontrado o bug”, diz a mensagem da Mixin, instando o invasor a se comunicar através de um email.

Apesar do apelo, no mesmo dia do envio da oferta, a Mixin demonstrou otimismo em relação a um trabalho de contabilização após o evento e tentou abrandar o rombo nos cofres. “As perdas não são tão significativas quanto se estima”, ressaltou.

Contudo, o fundador da Mixin Network, Feng Xiaodong, revelou posteriormente que a empresa só poderia garantir a segurança de metade dos ativos dos usuários, independentemente da criptomoeda, e que sua equipe estaria tentando achar uma maneira de recuperar os fundos perdidos.

“Mas isso é muito difícil”, disse ele na ocasião, sugerindo que a Mixin poderia até mesmo emitir o que ele chamou de “tokens de títulos” para os usuários, que a empresa compraria de volta no futuro.

Publicidade

Invasão hacker

Por motivo de segurança, na noite do domingo (24), a Mixin Network suspendeu temporariamente os saques e depósitos logo que a exploração foi relatada.

Segundo a empresa de segurança, SlowMist, o ataque teve como alvo o banco de dados do provedor de serviços em nuvem da Mixin Network no sábado.

Na ocasião, a Mixin confirmou que seu provedor de serviços em nuvem foi atacado por hackers, resultando na perda de alguns ativos em sua rede principal. A equipe também afirmou que havia acionado o Google e o SlowMist para ajudar na investigação.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

PEPE e BONK valorizam mais de 30% nas últimas 24 horas

Memecoin PEPE bateu sua máxima histórica nesta terça-feira (21), em momento de forte aquecimento do mercado cripto
Imagem da matéria: CEO da Grayscale deixa cargo: "Momento certo para transição"

CEO da Grayscale deixa cargo: “Momento certo para transição”

A Grayscale, uma das maiores gestoras de criptomoedas do mundo, anunciou que Michael Sonnenshein está deixando o cargo de CEO
moedas de Bitcoin, Solana e Ethereum emparelhadas - ao fundo gráfico de mercado

Solana será a próxima criptomoeda a ganhar um ETF? Especialistas respondem

Veja também se Dogecoin, Toncoin e outras criptomoedas poderão futuramente estrear no mercado financeiro tradicional como o Bitcoin e o Ethereum
Tela de celular mostra logotipo Drex- no fundo notas de cem reais

Banco Central adia Drex para realizar novos de testes de privacidade

BC explica que primeira fase de testes foi focada em elementos de privacidade, mas as soluções encontradas “ainda não estão maduras”