Imagem da matéria: Principais práticas de um investidor de sucesso que você precisa conhecer
Foto: Shutterstock

A educação financeira já faz parte da vida de muitos brasileiros. Cada vez mais as pessoas entendem que, para conquistar a tão sonhada independência financeira não basta apenas trabalhar por anos e se aposentar.

O cenário na previdência pública piora com o tempo e fica claro que esta poderá não ser uma boa opção para o futuro.

Publicidade

Para garantir o mesmo padrão de vida de hoje no futuro, muitos começaram cedo a investir seu dinheiro para potencializar os ganhos no longo prazo.

Com o tempo, é possível se aposentar e viver apenas com o rendimento dos investimentos realizados durante o tempo trabalhado.

Para muitos, a prática de investir ainda parece complicada e uma realidade distante. Há também o outro lado, os corajosos que tentam se aventurar no mundo dos investimentos e acabam não conseguindo a performance desejada ou até mesmo perdendo suas economias.

Se você faz parte de algum desses grupos ou apenas deseja melhorar sua vida financeira, segue a leitura. Neste artigo, explicaremos tudo o que você precisa saber para ser um investidor de sucesso.

Publicidade

Antes de qualquer coisa, você deve se conhecer

Para ser um investidor de sucesso, antes de qualquer coisa, você precisa se autoconhecer.

No mercado financeiro dizemos que há vários tipos de investidores, e você precisa saber qual é o seu perfil para alinhar uma boa estratégia. Tudo aqui depende de como é o seu comportamento quando o mercado não estiver favorável aos negócios.

Investidor conservador

É aquele investidor que não está disposto a arriscar para ganhar mais, prefere (por opção ou desconhecimento) ganhar menos e não expor seu patrimônio a prejuízos no curto prazo.

As modalidades mais comuns para esse tipo de investidor são a poupança, CDBs de grandes bancos, fundos de renda fixa e até mesmo previdência privada.

Investidores intermediários 

São aqueles investidores que arriscam um pouco mais — eles combinam investimentos em renda fixa (baixa oscilação) e renda variável (ações, FIIS, criptomoedas, etc).

Publicidade

Eles estão entre os investidores conservadores e os arrojados. A diferença entre eles, contudo,  é o percentual de investimentos em renda variável — um investidor intermediário mantém a maior parte em renda fixa e começa a investir em renda variável.

Investidores arrojados

São os investidores mais experientes e que possuem uma estratégia bem clara ao investir.

Devido a essas características, eles estão dispostos a arriscar mais e buscam investir onde o retorno seja maior, mas nunca se esquecem de avaliar o risco e diversificar.

Esses tipos de investidores investem a maioria do patrimônio em renda variável, como ações, fundos de ações, dólar, criptomoedas e outros.

Não seja um investidor ruim

Investidores ruins geralmente acabam perdendo dinheiro por tomarem decisões prejudiciais e não avaliar o risco.

Dois dos perfis mais comuns desse tipo de investidor são: Os que “apostam tudo em um ganho certo” e os que “gastam mais do que ganham”.

  • Pessoas que pegam todo dinheiro que têm (muitas vezes mais do que ganham) para investir, e isso é um erro grave, pois não há garantias de que este valor retorne, podendo gerar muitos transtornos;
  • Pessoas que apenas investem o que sobra no final do mês, o que também é um erro, visto que para ser um investidor de sucesso é necessário ter uma constância para que o ativo se valorize no longo prazo.

Como ser um investidor de sucesso

Antes de gastar, pague a você. Uma expressão bastante utilizada por quem pensa no futuro é ‘pague primeiro a você’, ou seja, antes de sair por aí gastando seu dinheiro, pague o ‘você’ do futuro.

Publicidade

Para ser um investidor de sucesso, guarde e invista no mínimo 10% de toda sua renda todo mês. Com o tempo, o resultado será surpreendente.

Se você ainda não faz isso, veja o quanto consegue separar para poder guardar todo mês. Tenha em mente que não importa o valor — seja 10%, 20% ou 50%, o importante é ter consciência de que é preciso fazer sobrar para poder começar.

Se não consegue nenhuma dessas porcentagens agora, inicie com 1% e vá aumentando aos poucos. A maior diferença entre quem tem dinheiro e quem não tem, é somente essa, o quanto você não gasta.

Outro fator extremamente importante que diferencia os iniciantes dos investidores de sucesso é entender que há muitas escolhas boas, mas também há muitas escolhas ruins. Então, antes de investir o seu dinheiro é necessário muito estudo e dedicação. 

A educação financeira lhe permite analisar, por exemplo, que deixar o dinheiro na poupança traz prejuízos quando comparado a outras alternativas mais rentáveis.

Entender o que você quer e como funcionam as opções do mercado lhe levarão naturalmente à melhor escolha. E por mais conservador que você seja, é possível conseguir uma boa renda e ser o investidor de sucesso que tanto almeja!

Publicidade

Livre-se das dívidas

Não será possível ser um investidor de sucesso com dívidas, portanto, antes de investir, negocie as suas dívidas e saia do vermelho. Com elas, não será possível acumular um patrimônio sólido. 

Mesmo que os seus investimentos tenham uma alta taxa de rentabilidade, o prejuízo dos juros cobrados por bancos e financeiras normalmente serão maiores. 

Para se ter ideia, o cheque especial fechou 2017 com juros de 295,4% a.a e o cartão de crédito está em 321,63% ao ano. 

Se você é iniciante e tem dívidas, saia delas o mais rápido possível. Comece com o levantamento do valor total e procure meios de negociação. Há credores que oferecem descontos ou parcelamentos.

Faça uma reserva de emergência

O primeiro foco do dinheiro investido deve ser para a formação da sua reserva de emergência, isto é, ter um dinheiro guardado caso algum evento inesperado ocorra.

Como todo investidor de sucesso, você deve entender que eventualidades existem e você precisa estar preparado para elas.

Muitos especialistas recomendam que o valor do fundo de emergência seja equivalente a seis meses das suas despesas mensais. 

Para investir na sua proteção, o ideal é utilizar investimentos com liquidez (dinheiro que podem ser rapidamente resgatados). Em outras palavras, os que pagam rendimentos diários. 

Gerencie o seu risco

O nome “gestão de risco” pode assustar um pouco à primeira vista, mas trata-se simplesmente de ter e respeitar uma estratégia.

Pense em seu dinheiro e suas aplicações em termos práticos e associe suas decisões a objetivos claros e postados no tempo. 

Tenha diversos objetivos e use diversas modalidades de investimentos. Defina uma meta, associe-a com seu potencial de investimentos e a um horizonte de tempo. E então ‘case’ as alternativas disponíveis com o seu perfil. 

Seja extremamente disciplinado(a)

O primordial para qualquer investidor de sucesso é autocontrole na hora de investir, por isso a importância de uma boa estratégia. 

Muitas pessoas se perdem em momentos delicados e de euforia, e tomam decisões por impulso, que podem impactar negativamente na sua carteira. 

Ter um plano o ajudará em todos esses momentos, assim como a proteger o seu dinheiro ao controlar o risco das ordens, minimizando possíveis perdas.

Faça da tecnologia o seu maior parceiro

A tecnologia, mais especificamente plataformas de investimento como a Investtor ou até mesmo aplicativos de gerenciamento de carteira podem facilitar muito o seu trabalho. Isso pode te deixar mais tranquilo(a) em momentos de tensão. 

Saiba ouvir e, se possível, procure ajuda profissional

Busque pessoas que já alcançaram sucesso na área, espelhe-se nelas e aprenda com o que elas têm a dizer. Afinal, com a experiência de quem já trilhou esse caminho, você evitará cometer erros que possam o prejudicar.

Faça isso e tenha uma jornada bem mais assertiva nos seus investimentos.

Por último, mas não menos importante:

Entenda de uma vez por todas que não é necessário ser um ‘mago do mercado’

Figuras muito conhecidas do mercado financeiro, como Warren Buffett, assinam embaixo.

 “Você não precisa ser um especialista para obter retornos satisfatórios de investimento. Mas se você não for, reconheça suas limitações (…) e não complique tudo”. 

Para ser um investidor de sucesso você não precisa ter uma bola de cristal e tentar correr atrás de previsões de retornos estratosféricos, Dá sim para se ter um bom retorno investindo com uma perspectiva mais realista, seguindo fundamentos já validados no mercado. 

Como falamos anteriormente, faça um bom estudo sobre o mercado, entenda como o tudo funciona de maneira geral e apenas invista em ativos que você entenda e acredita que sejam relevantes e úteis no longo prazo.

Sobre o autor

Lorenzo Frazzon atua no mercado financeiro desde 2007. É Economista, possui Mestrado em Engenharia, e é Analista de Investimentos Regulamentado (CNPI), além de ser Estrategista-Chefe e Fundador da Investtor.

Clique aqui e siga o Portal do Bitcoin no Instagram

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao "Faraó do Bitcoin"

Justiça nega pedido de liberdade para PM acusado de vender armas ao “Faraó do Bitcoin”

Réu é acusado de ser responsável pela segurança do criador da GAS Consultoria e vender armas para a organização criminosa
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Marcos Pasquim promove Mineradora Manah

Manah: Mineradora de ouro promovida por galãs da Globo é acusada de dar calote em investidores

Promovida por Márcio Garcia e Marcos Pasquim, a Mineradora Manah prometia pagar 3% ao mês aos investidores, mas agora está sendo acusada de calote no Reclame Aqui e nas redes sociais