Imagem da matéria: Presidente da SEC diz que órgão não planeja proibir criptomoedas: "É com o Congresso"
Presidente da SEC, Gary Gensler, durante palestra no MIT (Foto: Reprodução/Youtube)

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), Gary Gensler, repetiu um discurso recente do presidente do Federal Reserva (FED), Jerome Powell, acerca das criptomoedas, afirmando, durante uma sessão na terça-feira (05) no Congresso americano, que o órgão regulador não tem planos de proibir o Bitcoin.

O comentário de Gensler foi uma resposta ao senador republicano Ted Budd, que é um apoiador de longa data do Bitcoin. Segundo o Coindesk, Budd quis saber do presidente da SEC se o órgão tinha planos de seguir o exemplo da China no banimento das criptomoedas em favor de uma possível moeda digital do banco central (CBDC ).

Publicidade

Gensler então respondeu: “Não, isso caberia ao Congresso”.

O republicano Ted Budd faz parte da comissão bipartidária chamada Blockchain Caucus. A iniciativa, ressalta o site, visa tanto estudar quanto incentivar o uso da tecnologia blockchain. No Twitter, Budd ressaltou a provocação e a resposta satisfatória: “A SEC não tem planos de banir cripto ou bitcoin”.

O que disse o presidente do Fed

E foi Budd também o responsável por um comentário satisfatório ao mercado de criptomoedas na quinta-feira passada e, reunião na House Financial Services Committee. Isso porque as palavras saíram da boca do presidente do banco central americano, Jerome Powell.

“Não temos intenção de banir, mas as stablecoins são similares a depósitos bancários e, de certo modo, fora do perímetro regulatório. É apropriado que sejam reguladas. Mesma função, mesma regulação”, disse Powell após ser pressionado por Budd.

No dia seguinte à fala de Powell, o mercado de criptomoedas se animou e o Bitcoin engatou uma forte recuperação, saindo de uma oscilação entre US$ 40 e US$ 44 mil, atingindo a casa dos  US$ 47 mil.

Publicidade

Nesta quarta-feira (06), o marketcap do Bitcoin alcançou novamente a casa de US$ 1 trilhão e a criptomoedas é negociada na faixa dos US$ 55 mil, com acúmulo de valorização de 9% nas últimas 24 horas. No Brasil, a moeda é cotada a R$ 301 mil, de acordo com o IPB.

VOCÊ PODE GOSTAR
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
Imagem da matéria: Semana Cripto: ETFs de Ethereum recebem sinal verde; Dogecoin dispara com tweet de Elon Musk

Semana Cripto: ETFs de Ethereum recebem sinal verde; Dogecoin dispara com tweet de Elon Musk

Muitas coisas inesperadas aconteceram esta semana, mas o mercado estava atento e engajado
Imagem da matéria: Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ex-diretor da FTX deve pegar até 7 anos de prisão, pedem promotores dos EUA

Ryan Salame foi um dos executivos da FTX que coordenaram a doação de milhões para campanhas políticas usando dinheiro dos clientes
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Banco Central anuncia próximos passos da regulamentação do mercado cripto no Brasil

Sem definir datas, BC diz que irá fazer mais uma consulta pública no segundo semestre e um planejamento interno sobre stablecoins