Imagem da matéria: Preço do Bitcoin (BTC) sobe 11% na semana e lidera alta das criptomoedas
(Foto: Shutterstock)

Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) estão liderando os ganhos semanais entre as dez maiores criptomoedas, com seus preços subindo 11,2% e 9,7%, respectivamente.

Nesta sexta-feira (20), o Bitcoin está trocando de mãos por US$ 20.981, alta de 1%, com o Ethereum sendo negociado a US$ 1.551, elevação de 2% nas últimas 24 horas, mostram dados da CoinGecko.

Publicidade

Esses são de longe os melhores resultados entre os maiores criptoativos do mercado ao longo dos últimos sete dias. A sexta colocada em capitalização, a XRP, ganhou 5% no período, seguido por Polygon (MATIC), que subiu 4,3%.

Quanto ao desempenho da semana passada além dos dez primeiros, os três principais ganhadores são Solana (SOL), que subiu 28,5% na semana passada, a memecoin Shiba Inu (SHIB), cujo preço subiu 20,7% e Polkadot (DOT), com um aumento de 10,9%.

O movimento de alta mais recente também foi visto no forte aumento da capitalização do mercado cripto como um todo. Nesta época, na semana passada, o mercado cripto pairava em torno de uma capitalização de US$ 943 bilhões; hoje, esse número é superior a US$ 1 trilhão.

Correção de preços

O sólido desempenho mostrado pelas duas principais criptomoedas ocorre apesar da correção de quarta-feira (18), que ocorreu em antecipação a um grande anúncio dos promotores federais dos EUA, que muitos pensavam que teria como alvo uma importante corretora do setor.

Publicidade

Embora os mercados realmente tenham sentido o aperto, com o BTC e o ETH caindo cerca de 5%, a correção acabou sendo de curta duração, pois as acusações criminais foram apresentadas contra uma exchange pouco conhecida baseada em Hong Kong chamada Bitzlato, que os federais chamaram de um membro-chave do chamado “eixo do crime criptográfico”.

O Bitcoin está saindo do fundo do poço?

Com o Bitcoin de olho no nível chave de US$ 21 mil, a capitalização de mercado total de todas as criptomoedas ultrapassou mais uma vez a marca de US$ 1 trilhão, algo que os especialistas veem como um sinal da potencial recuperação do mercado após o doloroso inverno cripto de 2022.

De acordo com o recente relatório anual da indústria cripto da CoinGecko, o ano passado, que viu o desaparecimento de várias empresas de grande porte, terminou com uma capitalização total do mercado cripto de US$ 829 bilhões, 64,1% menor do que os US$ 2,3 trilhões em janeiro de 2022.

Os volumes diários de negociação também diminuíram constantemente ao longo de 2022, com média de US$ 86 bilhões, disse o relatório.

Publicidade

“2022 marcou um ponto de virada para a indústria cripto – que eliminou os excessos insustentáveis”, disse o cofundador da CoinGecko, Bobby Ong, em um comunicado compartilhado com o Decrypt. “Neste novo ano, esperamos ver as criptomoedas se recuperando lentamente, com mais esforços para reconstruir a confiança e a credibilidade.”

*Traduzido com autorização do Decrypt.

  • Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Solana lança atualização para aliviar problema de congestionamento da rede

Solana lança atualização para aliviar problema de congestionamento da rede

“Esta versão contém melhorias que ajudarão a aliviar o congestionamento contínuo na Rede Solana”, afirmou a conta de atualização do projeto
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional
Uniswap, venture, criptomoedas, investimentos, web3

Manhã Cripto: Token da Uniswap despenca 17% após alerta de processo da SEC e Bitcoin recupera os US$ 70 mil

CEO da Uniswap, Hayden Adams, disse não estar surpreso, “apenas irritado, desapontado e pronto para lutar”
Imagem da matéria: Briga entre Elon Musk e Alexandre de Moraes pode tirar o X do ar no Brasil?

Briga entre Elon Musk e Alexandre de Moraes pode tirar o X do ar no Brasil?

Troca de farpas entre Elon Musk e ministro do STF levanta possibilidade de suspensão do X/Twitter no país