Imagem da matéria: Polícia derruba exchange de criptomoedas que gerou prejuízo de R$ 620 milhões a investidores
Policial de Hong Kong (Foto: Shutterstock)

A polícia de Hong Kong prendeu seis pessoas nesta segunda-feira (18) em um caso envolvendo a plataforma de negociação de criptomoedas JPEX, acusada de gerar um prejuízo que pode chegar a 1 bilhão de dólares de Hong Kong (pouco mais de R$ 620 milhões).

Segundo o jornal South China Morning Post, foram presos quatro homens e duas mulheres, incluindo os influenciadores Joseph Lam Chok e Chan Wing-yee. Até o início da tarde de hoje, no horário local, a polícia já havia recebido 1.408 denúncias de fraude na JPEX.

Publicidade

A JPEX, com escritórios e unidades em Dubai, Austrália e Estados Unidos, suspendeu as transações de criptomoedas em sua plataforma de Hong Kong, citando “notícias negativas” e o que chamou de “tratamento injusto por parte de instituições relevantes” que fez com que seus parceiros congelassem seus fundos.

Briga com reguladores

No fim da semana passada, a Comissão de Valores Mobiliários e Futuros de Hong Kong (SFC) já havia emitido um aviso dizendo que a JPEX estava operando sem licença e que ela “enganava os investidores”.

Segundo a SFC, a plataforma nunca foi licenciada para operar em Hong Kong, além de ter feito falsas alegações de ser licenciada por reguladores estrangeiros na sua oferta de produtos de alto rendimento.

Mesmo assim, a JPEX fez diversos anúncios nas estações de metrô e nos transportes públicos da cidade e até apresentou celebridades locais nos seus outdoors.

Publicidade

No sábado, a polícia disse ter recebido 83 reclamações relacionadas à JPEX, envolvendo cerca de 34 milhões de dólares de Hong Kong em ativos virtuais. As vítimas afirmaram que não conseguiram sacar os valores sem taxas exorbitantes, que chegavam a até 99% do montante investido, antes mesmo da plataforma suspender as negociações.

A JPEX é “um incidente individual” e “as agências de aplicação da lei e os reguladores devem fazer o seu trabalho para que a confiança dos investidores não seja afetada”, disse Johnny Ng Kit-chong, membro do Conselho Legislativo da cidade, em coletiva de imprensa.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: CEO da Binance afirma que está considerando "algumas jurisdições" para a sede global

CEO da Binance afirma que está considerando “algumas jurisdições” para a sede global

“Quais são as jurisdições que têm regulamentações que podem atender ao nosso conjunto de produtos?”, questiona Richard Teng
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Proprietários de criptomoedas são uma força na eleição dos EUA de 2024, diz estudo

Quase um em cada cinco eleitores possui criptomoedas, o que os torna um eleitorado potencialmente poderoso em novembro, segundo a Galaxy Digital
Imagem da matéria: Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Metade dos tokens em pré-venda na Solana são golpes, diz pesquisa

Golpistas estão se aproveitando da pré-vendas de tokens na rede Solana para enganarem usuários em plataformas como Telegram
Dedo indicador apoia bolo de dinheiro em forma digital

Mercado Bitcoin e Escala se juntam em tokenização inédita de R$ 29 milhões em operação na fintech Asaas

Operação viabilizou o acesso de clientes qualificados do MB a investimento na Asaas, antes restrito a grandes fundos de VCs