Imagem da matéria: Polícia chinesa prende suspeitos de roubarem US$ 87 milhões em criptomoedas
Soldado chinês na Praça Tienamen (Foto: Luo Shaoyang/Wikimedia)

Autoridades policiais na China anunciaram a identificação e captura de três suspeitos de serem responsáveis por roubos que podem chegar a mais de US$ 87 milhões em criptomoedas. Apesar da prisão dos suspeitos, as investigações continuam para identificar mais possíveis vítimas ligadas ao caso.

As informações foram publicadas no último sábado (18) na agência de imprensa estatal Xinhua. O caso teve início após a polícia da cidade de Xi’an, no nordeste da China, começar a investigar o roubo de 100 milhões de yuans (ou US$ 15 milhões) em Bitcoin, ethereum, entre outras moedas pertencentes a um único investidor, identificado como Zhang.

Publicidade

A força-tarefa criada para investigar o roubo identificou que os responsáveis usaram técnicas de sequestro remoto de dados para assumir o controle das carteiras e contas online da vítima, praticamente sem deixar rastros de sua identidade.

Após três meses de investigação, a polícia foi capaz de localizar um suspeito, chamado Zhou, graças a informações fornecidas por serviços chineses online. A força-tarefa ainda passou dois meses observando Zhou secretamente, e assim puderam identificar dois outros suspeitos envolvidos nos crimes.

Os três suspeitos são acusados de terem roubado uma quantia total estimada em 600 milhões de yuans, ou US$ 87 milhões retirados de redes financeiras pessoais e corporativas por meio de diversas práticas ilegais, como intrusão cibernética e hacker, segundo os investigadores.

Zhou, que segundo a reportagem do jornal chinês é oriundo da província central chinesa de Hunan, além de seus supostos parceiros de crimes estão presos enquanto aguardam julgamento. A força-tarefa prossegue investigando as atividades criminosas, acreditando que ainda tenha mais vítimas relacionadas ao caso que, por ora, não foram identificadas, o que pode tornar o valor roubado ainda maior.

Publicidade

Desde que a China proibiu diversas atividades relacionadas a criptomoedas, como a criação de Ofertas Iniciais de Moeda (ICOs), as autoridades locais têm investigado assiduamente casos de roubos de criptoativos de cidadãos e empresas no país.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

Talvez você queira ler
Imagem da matéria: A Inteligência Artificial usará criptomoedas? Veja o que está impulsionando os tokens de IA

A Inteligência Artificial usará criptomoedas? Veja o que está impulsionando os tokens de IA

As criptomoedas serão as moedas preferidas para a IA do futuro? Investidores cripto estão apostando nisso
Imagem da matéria: Manhã Cripto: SEC acusa Kraken de operar sem registro; BNB sobe 5% com expectativa de acordo entre Binance e reguladores

Manhã Cripto: SEC acusa Kraken de operar sem registro; BNB sobe 5% com expectativa de acordo entre Binance e reguladores

O Departamento de Justiça dos EUA (DoJ) quer mais de US$ 4 bilhões da Binance para encerrar as investigações criminais
Imagem da matéria: MicroStrategy compra mais R$ 3 bilhões em Bitcoin

MicroStrategy compra mais R$ 3 bilhões em Bitcoin

Com a nova aquisição, a MicroStrategy supera a marca de US$ 5 bilhões investidos em Bitcoin
Imagem da matéria: Nova parceria entre MB e Vórtx simplifica compra de criptomoedas por fundos do Brasil

Nova parceria entre MB e Vórtx simplifica compra de criptomoedas por fundos do Brasil

Acordo promove redução de custos, mais segurança e eficiência operacional