Imagem da matéria: Polícia apreende US$ 160 milhões em criptomoedas após investigação em Londres
Foto: Shutterstock

A polícia metropolitana de Londres, na Inglaterra, apreendeu cerca de US$ 160 milhões em criptomoedas derivados da prática de lavagem de dinheiro. Segundo informou a central de notícias do órgão na quinta-feira (24), trata-se da maior apreensão de ativos virtuais no Reino Unido e uma das maiores do mundo.

“A apreensão foi realizada por detetives do Comando de Crime Econômico do Met com base em informações recebidas sobre a transferência de ativos criminosos. A investigação continua”, disse a agência. ‘Met’ é uma sigla informal usada em Londres para se referir ao Departamento de Polícia Metropolitana (MPS).

Publicidade

Lavagem de dinheiro em Londres

Segundo o investigador Joe Ryan, o produto do crime quase sempre é lavado para esconder a origem: “Os criminosos precisam legitimar seu dinheiro, caso contrário, ele corre o risco de ser confiscado pelas autoridades policiais”, ressaltou o policial.

Graham McNulty, diretor assistente do MPS, disse que todos os setores do Met estão trabalhando tanto para reduzir a violência nas ruas de Londres, como uma prioridade absoluta, quanto investigando crimes financeiros. Segundo ele, há uma ligação inerente entre dinheiro e violência.

A violência é usada para extorquir, chantagear, roubar, controlar e explorar enquanto o dinheiro é usado para proteger os lucros criminosos e manter o controle dos territórios.

“O dinheiro continua sendo o rei, mas à medida que a tecnologia e as plataformas online se desenvolvem, alguns estão adotando métodos mais sofisticados de lavagem de fundos. Porém, temos oficiais altamente treinados e unidades especializadas trabalhando dia e noite para nos mantermos um passo à frente”, ressaltou McNulty.

Publicidade

O diretor concluiu enaltecendo as ações da polícia londrina contra a lavagem de dinheiro que vêm ocorrendo desde o ano passado onde tiraram das mãos de criminosos mais de 47 milhões de libras.

“Este dinheiro não pode mais ser reinvestido no crime, comprar e vender drogas e armas, e nem para atrair e explorar jovens e pessoas vulneráveis ​​para a criminalidade”, finalizou McNulty.

O MPS não informou se houve prisões e nem quais criptomoedas foram confiscadas.

Fazenda de mineração de criptomoedas

No mês passado, a Polícia de West Midlands encontrou um centro de mineração de bitcoin quando na verdade estava à procura de uma fazenda de cultivo de maconha, enquanto os agentes cumpriam uma ação federal.

“Executamos um mandado de busca contra drogas em uma unidade industrial de Black Country — e descobrimos uma ‘mina’ de criptomoedas que estava roubando milhares de libras da rede elétrica”, escreveu a polícia na ocasião.

Publicidade

A operação foi parte de uma ação de combate a atividades ilícitas organizada pela National Crime Agency, agência federal com sede na capital Londres. Batizada de ‘County Lines Intensification Week’, a força-tarefa executou dezenas de mandados e prisões.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Semana Cripto: ETFs de Ethereum recebem sinal verde; Dogecoin dispara com tweet de Elon Musk

Semana Cripto: ETFs de Ethereum recebem sinal verde; Dogecoin dispara com tweet de Elon Musk

Muitas coisas inesperadas aconteceram esta semana, mas o mercado estava atento e engajado
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
moedas de Bitcoin, Solana e Ethereum emparelhadas - ao fundo gráfico de mercado

Solana será a próxima criptomoeda a ganhar um ETF? Especialistas respondem

Veja também se Dogecoin, Toncoin e outras criptomoedas poderão futuramente estrear no mercado financeiro tradicional como o Bitcoin e o Ethereum
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro