Imagem da matéria: Petro Prejudica Bitcoin e Ethereum, Diz Instituto dos EUA

A criptomoeda criada pelo governo da Venezuela com lastro na produção de petróleo do país prejudica criptomoedas legítimas, como bitcoin e ethereum. A crítica à moeda conhecida como Petro é do Brookings, um instituto de pesquisa dos Estados Unidos. Segundo os pesquisadores, é mais provável que os danos causados ao mercado superem a intenção de tirar a Venezuela da recessão, motivo que justificou a criação.

Em artigo publicado em seu site, o Instituto observou que Nicolás Maduro, o presidente venezuelano, diz ter arrecadado US$ 735 milhões no primeiro dia da oferta da moeda e que a pré-venda poderia chegar a US$ 6 bilhões.

Publicidade

“Existe um perigo muito real de que o petro não apenas falhará para curar os problemas econômicos do país, mas também enfraquecerá a integridade das criptomoedas”, concluíram os estudiosos.

Reservas de petróleo

O petro está lastreado nas reservas de petróleo da Venezuela. Ao mesmo tempo, a taxa de câmbio petro/bolívar inclui um desconto determinado pelo governo. A dinâmica, afirma o Brookings Institute, faz com que a criptomoeda fique sujeita a ajustes arbitrários, preços de petróleo flutuantes e um governo corrupto e conhecido pela manipulação do câmbio.

O grupo de estudiosos lembra que investidores estrangeiros financiaram a pré-venda, provocando um fluxo de capital irreal, uma vez que o país está sujeito a diversas sanções internacionais. Outro problema é o destino dos recursos captados. O petro pode ser uma maneira enganosa de o governo levantar capital sem dar clareza ao seu uso. As informações da oferta inicial afirmavam apenas que o dinheiro será usado para pagar impostos, taxas e serviços públicos.

O problema pode se alastrar. De acordo com o portal CCN, outros países estão seguindo os passos da Venezuela e criando suas próprias criptomoedas. O Irã revelou planos de criar uma moeda estatal. Turquia já vem falando do surgimento do “turkcoin”. A questão é que as criptomoedas legítimas priorizam descentralização, segurança e transparência, qualidades que o petro não oferece. Além disso, a Venezuela promete ir além. Anunciou outra criptomoeda, o petro gold, lastreado em ouro.

Publicidade

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país