Imagem da matéria: Pesquisador faz nova descoberta sobre a fortuna em bitcoin de Satoshi Nakamoto
Foto: Shutterstock

Satoshi Nakamoto, o enigmático criador do Bitcoin, minerou 1.125.150 BTCs nos primeiros dias após a criação do bitcoin – um número um pouco maior do que o sugerido anteriormente – de acordo com um relatório publicado na segunda-feira. O relatório também estimou que Nakamoto tinha uma rede de pelo menos 48 computadores minerando Bitcoin, com um computador coordenando tudo.

O relatório foi escrito por Whale Alert, um pesquisador anônimo responsável pelo Twitter de mesmo nome, conhecido no mercado por fornecer informações em primeira mão sobre grandes movimentações em carteiras de Bitcoin.

Publicidade

O analista foi um dos primeiros a notar uma transação realizada em maio com bitcoins obtidos em 2009, que alguns pensavam poder pertencer a Nakamoto.

O pesquisador conseguiu identificar que 22.503 dos primeiros 54.316 blocos de Bitcoin foram minerados por Nakamoto. Desses blocos, 50 foram gastos, incluindo uma transação de 10 Bitcoin para Hal Finney, um dos primeiros entusiastas do Bitcoin que morreu em 2014 da doença de Lou Gehrig.

“Conseguimos fazer a estimativa mais precisa do número de blocos minerados e bitcoins de propriedade da Satoshi: 1.125.150 bitcoins minerados até o bloco 54.316 com um valor total estimado de bitcoin não gasto de pelo menos US$ 10,9 bilhões na cotação atual”, declara no relatório.

O relatório de Whale Alert baseia-se em um estudo anterior de Sergio Lerner, chefe de inovação do IOV Labs, que primeiro percebeu um padrão distinto usado para identificar os blocos minerados por Nakamoto. Não existe um rótulo que identifique que Nakamoto minerou um bloco de Bitcoin específico, mas há um padrão claro que vincula muitos blocos, incluindo alguns que são de propriedade de Nakamoto. A última estimativa de Lerner elevou o total em torno de 1,1 milhão de Bitcoin, embora ele não tenha fornecido um número específico.

Publicidade

Whale Alert afirmou ter encontrado mais detalhes do padrão que lhes permitia identificar mais blocos minerados por Nakamoto e excluir alguns falsos positivos. “Essas descobertas nos permitiram excluir ainda mais blocos que não foram minerados por Satoshi e nos forneceram uma imagem mais nítida … que foi especialmente valiosa em blocos mais antigos, onde a atividade de mineração na rede aumentou drasticamente”, disse o relatório.

O relatório atribuiu um total de 22.503 blocos de Bitcoin a Nakamoto, todos dentro dos primeiros 54.316 blocos. Ele estimou que Nakamoto gastou 907 Bitcoins (agora no valor de US$ 8,4 milhões) no total, deixando 1.122.693 Bitcoin (US$ 10,4 bilhões) não gastos.

Por que Satoshi Nakamoto minerou tanto Bitcoin?

O Whale Alert descobriu que Nakamoto continuava ajustando o poder de processamento de seus 48 computadores para garantir que ele continuasse minerando 3,6 blocos, em média, a cada hora. Isso deu a ele 60% do poder total de mineração da rede. O Whale Alert destacou que isso era suficiente para proteger a rede, enquanto ainda permitia a participação de outros mineradores.

Depois que a rede cresceu e mais mineradores se juntaram, parece que Nakamoto parou a mineração em maio de 2010. “O momento da paralisação, o comportamento da mineração, a diminuição sistemática da velocidade da mineração e a falta de gastos sugerem fortemente que Satoshi só estava interessado em crescer e proteger a rede”, afirmou o relatório.

O Whale Alert acrescentou que é improvável que a fortuna de Satoshi seja algum dia gasta.

*Traduzido e republicado com autorização da Decrypt.co

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Criador do Twitter e da Square, Jack Dorsey em palestra no TED

Preço do Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2030, diz Jack Dorsey

Em uma entrevista recente, o cofundador do Twitter e da Block argumentou que o Bitcoin poderia atingir US$ 1 milhão e ir “além” no futuro
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)