Imagem da matéria: Pesquisa: 18% dos universitários americanos possuem criptomoedas, diz Coinbase
(Foto: Pixabay)

Uma pesquisa divulgada pela Coinbase, uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo, revelou que 18% dos 675 universitários americanos entrevistados já possuem alguma criptomoeda.

O resultado do análise, realizada em parceria com o site especialista em pesquisa Qriously, foi divulgado nesta terça-feira (28) no blog da corretora.

Publicidade

De acordo com a pesquisa, 21 universidades americanas dentre as 50 melhores ranqueadas pela empresa de mídia US News and World Report, já oferecem cursos de tecnologia Blockchain ou de Criptomoedas, e pelo menos 11 dessas instituições oferecem as duas formações.

Bill Maurer, decano da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade da Califórnia em Irvine (UCI), disse:

“Os estudantes de hoje estão realmente pensando profundamente sobre questões econômicas e futuros econômicos alternativos. Ensiná-los sobre esse assunto agora pode ser eficaz para aqueles que estão tentando encontrar seu próprio caminho e imaginar que tipo de alternativas possíveis podem existir para o sistema econômico vigente”.

O estudo também mostrou que o interesse em economia alternativa não é apenas assunto específico das finanças, negócios ou mesmo da Ciência da Computação. Descobriu-se que há uma alta demanda por cursos de criptomoedas e blockchain por alunos de outras áreas.

Enquanto 34% de estudantes dos cursos de Ciência da Computação e Engenharia indicaram interesse em aprender sobre a nova tecnologia, 47% dos estudantes de Ciências Sociais também estão motivados, indicou a pesquisa.

Maurer discorreu sobre esse entusiasmo ‘fora’ das ciências mais comuns de interesse e disse, segundo a Coindesk, que todos acabam se capacitando para o mercado de trabalho atual, como, por exemplo, um antropólogo entendendo o lado humano da tecnologia.

Publicidade

Interesse crescente

De março a junho deste ano, a Universidade de Nova York (NYU) recebeu 280 matrículas no seu curso de Tecnologia Blockchain. Há 4 anos a procura foi de apenas 35 alunos, mostrou a Coindesk.

David Yermack, da Stern School of Business, disse que para atender a crescente demanda, seu curso blockchain agora será oferecido em ambos os semestres.

Universidades como Cornell, Stanford e Georgetown também estão ampliando suas oportunidades de pesquisa para o novo setor.

No Brasil, ainda que em pouco número, instituições de ensino estão acrescentando novas tecnologias nos cursos de finanças, e, dentre elas, a tecnologia Blockchain e as Criptomoedas.

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) ofereceu um curso gratuito de “Introdução a Criptomoedas” em maio deste ano na Faculdade de Economia da instituição.

Publicidade

Em São Paulo, os cursos que têm foco na preparação de profissionais para o mercado financeiro também estão passando por mudanças.

Em março deste ano, alunos do instituto de ensino superior Insper anunciaram a criação da primeira entidade estudantil para estudo de blockchain do Brasil.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador sortudo de Bitcoin resolve bloco sozinho e fatura R$ 1 milhão

Minerador solo completou o bloco 843.231 do Bitcoin usando software da CKpool
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país
Imagem da matéria: O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

O poder dos RWA: executivo explica por que faz sentido tokenizar ativos do mundo real

Fabrício Tota, diretor do MB, discutiu no Ethereum Rio como empresas podem tirar o máximo proveito da tecnologia blockchain através da tokenização