Imagem da matéria: Pep Guardiola, Manchester City, é extorquido em R$ 600 mil em bitcoin por ex-funcionário
Foto: Shutterstock

O espanhol Pep Guardiola, atual técnico do Manchester City, teve sua conta de email invadida por um ex-funcionário do clube que tentou  extorquir em 100 mil libras (cerca de R$ 600 mil) em bitcoin. Segundo o jornal The Sun, o invasor ameaçou vazar conversas, imagens e agenda do técnico caso não fosse pago.

De acordo com a reportagem, o ex-funcionário teria capturado imagens e vários dados sensíveis de trocas de email do espanhol enquanto trabalhou na área de TI do clube na base de Etihad em 2017.

Publicidade

Com a ação criminosa, ele teria obtido dados pessoais dos jogadores e registros de conversas confidenciais sobre transferências na conta de email de Guardiola.

Fora isso, ele também chegou a se gabar do feito. Segundo jornal, ele se gabou de ter tido acesso aos números de telefone de todos os jogadores do clube, alegando que foi a “coisa mais fácil” que ele havia feito.

Assim que soube, a direção do clube inglês entrou em contato com a polícia de Manchester. Depois de vários dias de investigação, os policiais prenderam um suspeito, mas ele acabou sendo liberado.

“É muito difícil se proteger de um funcionário quando lhe é depositado uma confiança fundamental para a sua função. É chocante que hoje em dia alguém pense que pode fazer algo assim e se safar”, disse um porta-voz do clube ao The Sun.

Publicidade

Modelo transferiu bitcoin e foi enganada

Durante o Carnaval no Brasil, a modelo brasileira Victoria Komorowski teve sua conta no Instagram sequestrada. Para liberar, o hacker lhe pediu US$ 250 em bitcoin — R$ 1.200 ou ₿ 0,03.

Com cerca de 50 mil seguidores e preocupada com seu trabalho que, segundo ela, depende da rede social, Komorowski pagou o cibercriminoso. Contudo, conforme o UOL, sua conta conta não foi devolvida.

A modelo catarinense — da cidade de Lages — fez boletim de ocorrência, abriu uma nova conta do Instagram e lamentou:

“Era meu contato com vários clientes e marcas. Fechava parcerias por lá. Eu me sinto mal por conta do meu trabalho e os contatos que perdi”, disse ela à reportagem.

Publicidade

Assistente do Rodrigo Faro

Em janeiro, o mesmo aconteceu com Valeska Reis, assistente de palco de Rodrigo Faro. Ela também foi vítima de extorsão após ter sua conta no Instagram roubada.

Segundo ela, o hacker trocou seu email e o número de telefone vinculado à rede social. Na ocasião, o portal R7 disse que o pedido de resgate era de 500 btcs.


Compre Bitcoin na Context 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários