Imagem da matéria: Pela Primeira Vez, Suprema Corte dos EUA Fala sobre Bitcoin
Suprema Corte dos Estados Unidos, Washington DC

O bitcoin estreou na Suprema Corte dos Estados Unidos. Na quinta-feira (20), a menção à criptomoeda surgiu durante o caso Wisconsin Central Ltd. versus United States, que nada tem a ver com a regulação digital.

O processo é sobre a possibilidade de stock options (uma opção a funcionários de empresas comprarem ações da companhia com preços abaixo do mercado) representarem uma compensação tributável de acordo com uma lei sobre impostos da aposentadoria de ferroviários, de 1937.

Publicidade

O juiz Stephen Breyer questionou a Corte se não era o momento de considerar um “entendimento mais amplo” sobre o significado de dinheiro: “talvez um dia funcionários sejam pagos com bitcoin ou com outro tipo de criptomoeda”.

Breyer prosseguiu afirmando que não se deve ficar limitado às “formas de dinheiro comumente usadas na década de 1930”. O juiz defende que ações devem ser classificadas como uma compensação tributável.

“Nossa moeda originalmente incluía moedas e barras de ouro, mas, depois de 1934, o ouro não pode ser usado como meio de troca. (…) Nada no estatuto sugere que o significado desta disposição deva ficar preso em um período de tempo monetário, sempre limitado a formas de dinheiro comumente usadas na década de 1930.”

O desfecho, entretanto, foi contrário a essa ideia. A maioria dos juízes entendeu que os funcionários não deveriam ser taxados por esses investimentos, uma vez que uma ação não constitui “remuneração monetária”.

Publicidade

Apesar de o caso não estar relacionado diretamente a criptomoedas, alguns sites, como o CoinDesk, consideraram a referência positiva, pois indica que integrantes que compõem o tribunal americano são simpáticos à ideia de critptomoedas serem consideradas dinheiro. As juízas Ruth Bader Ginsburg, Sonia Sotomayor e Elena Kagan concordaram com a proposição de Breyer.

Em decisões recentes sobre o assunto nos Estados Unidos, a Receita Federal determinou que criptomoedas são uma forma de propriedade e a Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities julgou que se tratam de commodities.

Leia também: Controlador da Mt. Gox não Poderá mais Despejar Bitcoins no Mercado

 

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/

VOCÊ PODE GOSTAR
Joe Biden posa para foto

Biden vira sobre Kamala: mercados de criptomoedas esperam que o presidente seja indicado

Apostadores de criptomoedas no popular mercado de previsões Polymarket novamente favorecem Joe Biden como candidato dos democratas
Moeda dourada de Bitcoin (BTC) sobre um gráfico de preço com candles indicando queda nos preços

Semana Cripto: Queda do Bitcoin derruba principais altcoins enquanto memecoins políticas permanecem voláteis

Bitcoin e Ethereum desabam em meio a narrativas sobre Mt. Gox e BTCs do governo da Alemanha
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

É a primeira vez desde o início de maio que o Bitcoin apresenta uma cotação tão baixa