Fachada de um prédio da BlackRock na Califórnia, EUA
Shutterstock

O pedido da BlackRock para oferecer um fundo de investimento negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin à vista (spot) foi adicionado ao arquivo oficial da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) como parte de seu processo de alteração de regras proposta.

Com a medida, registrada na quinta-feira (13), aumentam as expectativas de aprovação de um ETF à vista da maior criptomoeda do mundo, o produto financeiro mais aguardado do mercado cripto.

Publicidade

A solicitação para o iShares Bitcoin Trust foi feita há quase um mês, provocando uma nova onda de otimismo no mercado de criptomoedas e apresentando novos pedidos para ETFs de Bitcoin à vista de diversos outros players importantes, incluindo empresas como Invesco, Wisdom Tree, Bitwise e Fidelity — cuja solicitação anterior foi rejeitada no ano passado, juntamente com as de outros concorrentes.

Quando a SEC sinalizou no mês passado que a solicitação da BlackRock estava incompleta, a empresa apresentou uma solicitação revisada, adicionando uma cláusula de “compartilhamento de vigilância” que envolveria a exchange de criptomoedas Coinbase monitorando e relatando possíveis atividades ilegais.

Logo em seguida, a Valkyrie atualizou sua solicitação com a mesma disposição, assim como a Fidelity e a ARK Invest. Um ETF de Bitcoin à vista acompanha o valor do Bitcoin (BTC) sem exigir que o ativo seja mantido diretamente. Além disso, ele pode ser negociado em uma bolsa de valores tradicional.

Embora um ETF de futuros de Bitcoin tenha sido lançado com grande entusiasmo no início deste ano, um ETF spot, que está vinculado ao preço atual da criptomoeda, tem sido descrito como o “Santo Graal” para a indústria. A resistência contínua da SEC em aprovar um desses produtos nos últimos anos tem sido descrita como um “desastre completo e absoluto”.

Publicidade

Com a solicitação da BlackRock agora no calendário oficial da SEC, ela será publicada no Federal Register e dará início a um período de comentários públicos de 21 dias.

Enquanto isso, outras quatro solicitações da Cboe BZX Exchange foram protocoladas na sexta-feira; a Cboe foi a primeira entidade a solicitar um ETF de Bitcoin em março de 2021.

As solicitações incluem o Wise Origin Bitcoin Trust, WisdomTree Bitcoin Trust, VanEck Bitcoin Trust e Invesco Galaxy Bitcoin ETF, que também passarão por um período de três semanas para comentários públicos.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Fazenda de Mineração de criptomoedas Salto del Guairá Paraguai -ANDE

Paraguai usa inteligência artificial para encontrar fazenda ilegal de mineração de Bitcoin

Autoridades apreenderam 176 ASICs em Saltos de Guairá com ajuda de sistema que mede a tensão de redes elétricas
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta