Imagem da matéria: PCO declara guerra aos NFTs: "Forma de tirar dinheiro de trouxa"
Bored Ape marxista, avaliado em R$ 1,8 milhão (Fonte: OpenSea)

O Partido Comunista Brasileiro (PCO) resolveu declarar guerra à febre dos tokens não fungíveis (NFT) em um artigo publicado na quarta-feira (27). De acordo com o texto da agremiação, esse tipo de criptoativo teria se tornado “uma forma de tirar dinheiro de trouxa”.

O texto “NFT e metaverso: reservas de dinheiro tiradas do khú” afirma que a ideia de escassez digital – que faz com que algumas coleções de NFTs tenham preços exorbitantes – é mais um sinal de uma “sociedade em decadência” do que do desenvolvimento do capitalismo.

Publicidade

Os NFTs, na visão do partido, são mais uma forma pela qual a burguesia tenta utilizar ao máximo os “meios de opressão à classe operária”. 

“Como se a especulação financeira no ‘mundo real’ já não fosse danosa o bastante, a classe dominante não se contenta em utilizar só ela e está sempre inovando nas formas de exploração”, diz um trecho do artigo.

De acordo com o grupo, os NFTs contrariam as intenções de seus principais defensores: ao invés de ser um título de propriedade livre das amarras do Estado, teriam se tornado uma fonte de muito dinheiro para grandes empresários.

 “Muitas pessoas têm sido julgadas nas redes sociais por imprimir NFTs, pois alguns defendem que é um crime. Essa alegação não diz respeito a nada mais além dos interesses da burguesia”, criticou.

Publicidade

Já o metaverso se mostra ainda mais “bizarro” para o PCO: “Ele consiste numa realidade virtual em que você pode comprar terrenos, imóveis, roupas e itens diversos que só existirão naquele universo. Pode ser comparado a skins em jogos online, mas em uma versão mais caótica e degenerada”.

PCO diz ter a simpatia dos ancaps

O PCO é um pequeno partido radical de extrema esquerda, famoso por posicionamentos polêmicos e que volta e meia se transforma em memes na internet.

O que levou o grupo a expor sua visão sobre os NFTs foi sua alegação de que alguns anarcocapitalistas, (“ancaps”, grupo que reúne muitos entusiastas de criptomoedas) teriam simpatia pela legenda, como consequência da sua posição em pautas sobre censura e liberdade.

O PCO, vale lembrar, defendeu o direito de existir um partido nazista no Brasil e ficou do lado do podcaster Monark quando ele ergueu essa bandeira no Flow – o que levou a sua demissão do programa.

Publicidade

“Algumas vezes até esquecem-se [os ancaps] de que somos um partido marxista, que tem como principal reivindicação a abolição da propriedade privada dos meios de produção e um governo operário”, relembrou o partido. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Agentes da Polícia Federal emoperação contra russos radicados noBrasil

PF faz operação contra mexicano que se associou a pirâmide com criptomoedas no Brasil

Acusado também afirmava ser representante de uma marca italiana de carros, convencendo pessoas a investir em uma criptomoeda que ele mesmo criou
Imagem da matéria: Solana encontra solução para lentidão e apressa validadores a atualizar "o mais rápido possível"

Solana encontra solução para lentidão e apressa validadores a atualizar “o mais rápido possível”

Os desenvolvedores da Solana criaram uma correção para o congestionamento e pedem ajuda dos validadores nos testes
Imagem da matéria: Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

Arthur Hayes está pessimista em relação ao halving do Bitcoin — aqui está o motivo

O ex-CEO da BitMEX espera que o halving do Bitcoin “adicione gasolina a uma grande queima de criptoativos”
Imagem da matéria: Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

Bitcoin, Ethereum e Solana desabam e R$ 1 bilhão são liquidados do mercado em uma hora

O Bitcoin começou o dia cotado a US$ 71 mil; agora, seu preço desaba para a US$ 66 mil