Imagem da matéria: Parlamento Europeu rejeita proposta que acabaria com mineração de bitcoin
Foto: Shutterstock

A Comissão dos Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento Europeu (ECON) votou nesta segunda-feira (14) contra um texto do Projeto de Lei “Diretiva de Mercados de Criptoativos” que limitava a mineração de Bitcoin, ou seja, previa a proibição do sistema Prova de Trabalho (PoW — sigla para Proof of Work em inglês), usado para emitir novas criptomoedas.

A disposição, no entanto, poderia ter exigido que criptomoedas como bitcoin mudassem para mecanismos considerados mais ecológicos pelos reguladores. Em resumo, isso foi deixado de lado e uma emenda alternativa foi aprovada, adicionando a mineração de bitcoin à taxonomia de finanças sustentáveis ​​da União Europeia no futuro.

Publicidade

Segundo informações do Bitcoin Magazine, para isso, a Comissão deve apresentar ao Parlamento Europeu e ao Conselho uma proposta de alteração na legislação sobre o tema até 1 de janeiro de 2025.

Conhecida como Prova de Trabalho (PoW — sigla para Proof of Work em inglês), é por meio desse sistema que são emitidos novos bitcoins. No entanto, para o funcionamento a atividade necessita de grande poder computacional, logo bastante eletricidade.

Por conta disso, considerando a meta zero carbono da UE até 2050, o PL, que ficou conhecido pela sigla MiCa, tinha um parágrafo que tratava somente do assunto. No início deste mês, Stefan Berger, presidente da ECON e relator da diretiva, suprimiu o texto com outros parlamentares e sugeriu ter feito o que pode para o setor cripto e que o desfecho só seria conhecido hoje.

Sobre a decisão, o parlamentar Paris Pierre Person comentou em um tuíte: “Parece que a razão e o bom senso prevaleceram. Devemos continuar defendendo o princípio da neutralidade tecnológica. A Europa deve permanecer na competição global!”.

Publicidade

Berger também comemorou.

“Vitória da primeira etapa no #MiCA no comitê! Ao aceitar minha proposta, os membros abriram o caminho para a regulamentação de criptomoedas orientada para o futuro. Trata-se agora de aceitar o relatório como um todo na votação final e enviar um forte sinal de inovação”.

Projeto de Lei MiCA

Por sua vez, o MiCa foi criado para apertar a regulamentação em torno de Bitcoin e criptomoedas e estabelecer um quadro regulamentar mais detalhado e simplificado em todo o continente.

A legislação do MiCA, descreve o site, também abrange requisitos de transparência e divulgação para a emissão de criptomoedas, autorização e supervisão de provedores de serviços relacionados e regras de proteção ao consumidor.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Nesta quinta-feira termina o prazo para a SEC aprovar ou rejeitar o ETF de Ethereum da VanEck
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM
Imagem da matéria: BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

BNDES planeja lançar em agosto o piloto da Rede Blockchain Brasil

Blockchain deve chegar com casos de uso: diploma digital pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa e uma cadeia de custódia de provas
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades