Imagem da matéria: Paris Saint-Germain será primeiro clube esportivo validador de blockchain no mundo
Mbappé jogando pelo PSG (Foto: Shutterstock)

O Paris Saint-Germain (PSG) anunciou nesta quinta-feira (22) que irá se tornar um validador de nó da blockchain Chilliz Chain. Será a primeira vez que um clube esportivo se torna validador de uma blockchain no mundo.

O PSG tem sido um dos principais participantes do ecossistema esportivo e de entretenimento da Chiliz desde que se tornou o primeiro clube a firmar parceria com a empresa e a lançar seu fan token, em setembro de 2018. A equipe de Paris também é a primeira a nomear em fevereiro de 2023 um head de web3, o sueco Pär Helgosson.

Publicidade

“Ao nos tornarmos um validador na Chiliz Chain, não estamos apenas abraçando o futuro dos esportes na Web3; estamos ativamente projetando-o para que possamos ter um relacionamento mais direto com nossos fãs por meio de experiências na web3″, disse Helgosson.

O CEO da Chiliz e Socios.com Alex Dreyfus, afirma que o “‘papel ativo do PSG no nosso modelo de governança irá, sem dúvida, impulsionar o nosso ecossistema SportFi para novas áreas, tornando nossa parceria de longa data ainda mais duradoura”.

Novo mecanismo de recompra de tokens

O PSG compremeteu-se a usar 100% de sua receita acumulada como validador na Chiliz Chain para realizar recompras regulares de $PSG (o Fan Token oficial do clube) no mercado público, promovendo um ciclo de investimento e crescimento contínuos dentro do ecossistema.

Essas recompras automáticas, executadas por meio de contratos inteligentes pelo validador ou através de exchanges descentralizadas na Chiliz Chain, estão planejadas em intervalos definidos para fortalecer consistentemente a economia digital do clube

Publicidade

Este programa de recompra serve a dois propósitos: garantir que parte significativa da receita das validações do clube, advindas de gas fees e inflação de fornecimento, seja reinvestida no suprimento do Fan Token PSG, além de possibilitar ao clube renovar regularmente suas reservas, permitindo que o PSG construa uma economia digital de Fan Token autossustentável e promova o engajamento de sua base de fãs na web3.

PSG e Chiliz realizarão hackathons no Parc Des Princes

O PSG também será coanfitrião, ao lado da Chiliz, em seu primeiro hackathon de blockchain no estádio Parc Des Princes, a ser realizado no final do verão europeu de 2024. Esta iniciativa reunirá desenvolvedores franceses e internacionais para inovar em produtos relacionados ao universo esportivo aproveitando a tecnologia Web3, a Chiliz Chain e os Fan Tokens do PSG.

VOCÊ PODE GOSTAR
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional
Arte digital mostra mãos operando um celular que projeta moedas

O que é restaking? Tendência polêmica do Ethereum agora é mercado de US$ 8 bilhões 

Protocolos de restaking que permitem gerar nova liquidez com tokens já travados na rede são vistos como “risco sistêmico” por Vitalik Buterin, criador do Ethereum
Imagem da matéria: Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Times de futebol vão distribuir NFTs ao longo do Brasileirão; Veja como ganhar

Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Fluminense, Palmeiras, Internacional, São Paulo e Vasco da Gama são times que integram a nova campanha da Chiliz