CEO da Xcapit-José Ignacio Trajtenberg- padre Fabián Baez - Santiago Echazu, da Paisanos, em evento ETHLatam-Argentina_
(esq. p/ dir.) CEO da Xcapit-José Ignacio Trajtenberg, padre Fabián Baez, e Santiago Echazu, da Paisanos (Reprodução/Twitter)

O padre argentino Pater Fabián Baez, que representa a Paróquia María Reina, em Villa Urquiza, na capital argentina Buenos Aires, foi a fonte de inspiração de duas empresas na criação de um projeto solidário chamado “Pulenta”, que recebe doações em criptomoedas e as distribui de forma descentralizada a instituições de caridade.

“À caminho uma plataforma para unir carência e abundância de forma transparente e rastreável”, escreveu Baez no Twitter, ao comentar a iniciativa.

Publicidade

Segundo o site do jornal La Nacion, a iniciativa Pulenta nasceu de uma ideia do padre Baez que foi executada pela carteira de criptomoedas Xcapit, que é focada em transferências de pessoa para pessoa (p2p), e pela startup Paisanos, empresa especializada em produtos digitais.

As doações são feitas através da stablecoin da Circle, USD Coin (USDC) no aplicativo da Xcapit, de uma forma bastante conhecida, como já ocorre em vários aplicativos de bancos, ou seja, o canal recebe as criptomoedas e as repassa diretamente para instituições de caridade.

Essas instituições podem transformar os fundos em alimentos ou em ajuda, por exemplo, a centros como “Mujeres que Abrazan”, que acolhe mulheres com gravidez de risco.

“É importante desenvolver e padronizar esses procedimentos de doação baseados em blockchain e protocolos sem intermediários que venham substituir o antigo sistema de remessas e transferências centralizadas que são facilmente bloqueadas por uma autoridade central”, disse Santiago Echazú, fundador da Paisanos,sobre a forma direta de enviar fundos à caridade.

Publicidade

Para doar através da carteira Xcapit, é necessário baixar o aplicativo (na Play Store ou App Store ) e ter uma carteira de criptomoedas. Uma vez no app, basta ir à seção “Doe com Crypto” e escolher a causa, no caso a “Pulenta”. Em seguida, o usuário deve inserir o valor que deseja doar e confirmar a transação.

“O usuário poderá doar para uma série de causas disponíveis, incluindo Pulenta, sem sair da carteira virtual. Depois de receber as doações, a causa distribuirá os valores para as diferentes missões de solidariedade”, comenta o La Nacion.

Padre com fé nas criptomoedas

Nas redes sociais, o padre argentino não hesita em comentar sobre o mercado de criptomoedas, como foi em uma de suas últimas postagens sobre o congresso da Fundação Ethereum ‘ETHLatam’, que aconteceu entre quinta e sábado da semana passada em Buenos Aires. “Primeiro dia espetacular”, comentou  Baez no Twitter.

A iniciativa Pulenta também vai ao encontro das alternativas de economia descentralizada que ganharam força em parte da população da Argentina, justamente por conta do seu contexto socioeconômico.

Publicidade

O país é um dos mercados cripto que tem mais força na América Latina, seja no uso rotineiro desses ativos como meio de pagamento ou como alternativa de investimento e reserva de valor.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Smartphone mostra logotipo da Binance à frente de tela de negociação

Binance vai excluir seis pares de negociação com Bitcoin, BNB e stablecoins; confira

As remoção das listagens ocorrem entre esta semana e a próxima; veja as datas e horários
Vitalik Buterin

Criador do Ethereum pede que eleitores não apoiem políticos só porque eles se dizem pró-cripto

Em meio à crescente adesão de Trump às criptomoedas, a publicação de Vitalik Buterin provocou reações mistas na comunidade cripto
Imagem da matéria: Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

O governo alemão esvaziou suas carteiras Bitcoin depois de enviar bilhões para corretoras e formadores de mercado nos últimos dias
Lionel Messi jogador de futebol durante partida pela seleção da Argentina

Tokens da Argentina e Espanha despencam mais de 20% após títulos; entenda por quê

Tokens oficiais das seleções da Argentina e Espanha caíram entre 22% e 25% após as vitórias de domingo