Imagem da matéria: Nubank chega à Colômbia em novo passo de expansão na América Latina
Foto: Shutterstock

O Nubank anunciou na quinta-feira (1º) que vai expandir as operações para a Colômbia, de acordo com o blog oficial da empresa. Além de Brasil e México, este é o terceiro país da América Latina no qual a fintech ficou bandeira.

Conforme a empresa, o novo destino foi escolhido sobretudo por causa do do sistema financeiro colombiano. Há uma forte concentração bancária e muita burocracia para os clientes. Além disso, a decisão de se aventurar pelo país também era o desejo do co-fundador do Nubank, o colombiano David Vélez. De acordo com a uma entrevista à Forbes, tratava-se de um sonho:

Publicidade

“Todos os latino-americanos merecem uma experiência bancária mais simples, transparente e humana. Tenho o orgulho de anunciar a chegada do na minha terra natal”.

Nubank na Colômbia

Na Colômbia, existem 5 grandes bancos. Estas instituições controlam 80% mercado, algo parecido com o que ocorre no Brasil. Lá, cerca de 70% das transações financeiras são feitas através de dinheiro vivo, mais da metade da população tenha telefone celular. No país, a fintech brasileira vai oferecer cartão de crédito sem anuidade, com baixas taxas e totalmente digital.

Os colombianos podem se inscrever na lista de espera pelo site www.nu.com.co. Como da operação está a cargo da executiva Catalina Bretón.

A sede da empresa fica na capital Bogotá, onde será desenvolvido um centro de engenharia, design e ciência de dados. Porém, neste momento a equipe colombiana está trabalhando na modalidade home-office por causa da pandemia provocada pelo coronavírus.

Publicidade

O Nubank já conta com operações financeiras em dois países: Brasil e México. Há um hub de talentos e tecnologia na Argentina, e um hub de engenharia em Berlim, na Alemanha. Mas com a presença na Colômbia, o Nubank chega ao seu terceiro país em operações. E a fintech afirma que não vai parar por aí. “A gente sabe que este é só o começo”, disse em seu blog

VOCÊ PODE GOSTAR
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX