Cerimônia de posse dos novos diretores da CVM Daniel Maeda e Marina Copola
(Foto: Divulgação/CVM)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apresentou na segunda-feira (5) seus novos diretores Daniel Maeda e Marina Copola em cerimônia na sede da autarquia no Rio de Janeiro. Dentre os temas comentados pelos novos dirigentes acerca das expectativas para os mandatos foram citados a tokenização e os avanços tecnológicos.

Liderada pelo presidente da CVM, João Pedro Nascimento, a cerimônia, que contou com a participação do Ministério da Fazenda, destacou a importância de o Colegiado voltar a estar completo, e ressaltou o simbolismo da chegada dos novos diretores.

Publicidade

“Em nome da CVM, quero exaltar que estamos muito felizes com as escolhas da Diretora Marina e do Diretor Daniel Maeda, pois são profissionais extremamente competentes, experientes em questões diversas relacionadas à regulação do Mercado de Capitais e com indiscutível qualidade técnica”, disse Nascimento.

Tokenização

Daniel Maeda, servidor de carreira da CVM desde 2005, falou sobre os desafios da nova função na autarquia e dos planos para o mandato. “Acredito muito no Pilar Tecnologia da Agenda Executiva da Autarquia”, disse ele, destacando:

“Almejo um cadastro que possa empoderar ainda mais o investidor, que seja, apesar de mais simples, ainda mais seguro, e acredito que a tecnologia é o caminho para conseguirmos esses avanços”.

Em seguida, Maeda destacou alguns dos temas que pretende avançar: “Tokenização me atrai bastante, e eu gostaria de poder avançar no assunto, além das discussões das quais eu vou participar e espero poder contribuir referentes à Resolução CVM 175. Entendo que o Colegiado tem um papel importante para colaborar e ajudar no processo de adaptação da indústria à norma”.

Publicidade

Diretora da CVM destaca os avanços tecnológicos 

Durante seu discurso, Marina Copola ressaltou o papel da autarquia para o país e relembrou quando atuou no órgão como assessora técnica. Ela então destacou as mudanças promovidas pela tecnologia ao longo desse período.

“Essa não é a mesma CVM que eu encontrei há 15 anos. Além de um aumento expressivo da base de investidores e do volume de ativos, um horizonte novo se abriu por conta da tecnologia e mudanças que foram aceleradas, como resultado da pandemia”, disse Copola, acrescentando:

“Acredito que precisamos seguir atentos aos avanços tecnológicos e seus impactos nas ofertas de ativos e serviços”.

De acordo com a CVM, mais de 200 pessoas acompanharam a cerimônia, com destaque para o Secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Pinto, que parabenizou os novos diretores, além dos membros do Colegiado da CVM, os diretores João Accioly e Otto Lobo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: ETFs de Ethereum podem finalmente estrear semana que vem

ETFs de Ethereum podem finalmente estrear semana que vem

A SEC orientou as gestoras a enviar declarações de registro finalizadas para lançamento dos ETFs na próxima terça, 23 de julho
Imagem da matéria: Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Bitcoin pode cair até US$ 50 mil em breve, alerta analista brasileiro

Analista da Foxbit avalia gráficos do Bitcoin e aponta que preços devem continuar pressionados ao longo da semana
Imagem da matéria: Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Vasco oferece experiências especiais para detentores de fan token na apresentação de Philippe Coutinho

Coutinho será apresentado em São Januário neste sábado em evento exclusivo
Imagem da matéria: EUA tentam recuperar R$ 13 mi que golpistas enviaram à Binance para cometer lavagem de dinheiro

EUA tentam recuperar R$ 13 mi que golpistas enviaram à Binance para cometer lavagem de dinheiro

Esquema usando o golpe de “abate de porcos” lavou US$ 2,5 milhões em USDT, da Tether, em duas contas na Binance