Prédio do Capitólio, o Congresso dos Estados Unidos, com bandeira
Shutterstock

Parlamentares dos EUA apresentaram na quinta-feira (21) o projeto de uma nova legislação que pode dissipar a atual nuvem de incertezas regulatórias que paira sobre o setor de criptomoedas no país.

O projeto de lei de 212 páginas intitulado “Financial Innovation and Technology for the 21st Century Act” busca estabelecer uma “estrutura regulatória muito necessária” para o espaço de ativos digitais e representa um “marco significativo”, disse o presidente do Comitê de Agricultura da Câmara, Glenn Thompson (R-PA).

Publicidade

O projeto de lei busca estabelecer novas definições, abrange isenções de impostos de ativos digitais e descreve um caminho para intermediários desses ativos, como exchanges de criptomoedas, se registrarem na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) e na Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities (CFTC).

Uma das características de destaque do projeto de lei é um caminho para que as blockchains sejam certificadas como descentralizadas. A SEC teria a oportunidade de repelir as afirmações feitas pelos emissores de tokens de que seus projetos atendem ao padrão descrito na lei.

Os emissores de ativos digitais seriam obrigados a cumprir um novo regime de divulgação, fornecendo informações sobre os fatores econômicos, o plano de desenvolvimento e outros fatores de risco de seus projetos. Isso inclui um requisito para que os emissores de tokens divulguem o código-fonte de um projeto.

O projeto de lei alteraria as leis de valores mobiliários dos EUA para que a SEC considere a “inovação” como um fator ao emitir novas regras, de acordo com um resumo. De acordo com o projeto de lei, commodities digitais como Bitcoin e stablecoins de pagamento não seriam consideradas valores mobiliários.

Publicidade

French Hill (R-AR), um dos principais patrocinadores do projeto de lei, descreveu o projeto como uma “legislação histórica”, acrescentando que “protegerá os consumidores e manterá a inovação nos Estados Unidos.”

A SEC teria autoridade sobre o uso de stablecoins de pagamento em plataformas registradas por ela, mas não dá ao órgão de fiscalização qualquer controle sobre o projeto, estrutura ou operação de stablecoins de pagamento.

As empresas que pretendem registrar uma corretora ou um sistema de negociação alternativo na SEC com o objetivo de servirem como intermediários de ativos digitais seriam obrigadas a submeter-se à uma inspeção pela Agência.

“O Congresso deve legislar sobre o tema para preencher as lacunas regulatórias entre a SEC e a CFTC”, disse um folheto informativo fornecido pelo Comitê de Agricultura da Câmara. “As leis e regulamentos de Valores Mobiliários não levam em conta muitas das características únicas dos ativos digitais.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Time de futebol inglês Watford venderá 10% do clube como capital digital com oferta de tokens

Time de futebol inglês Watford venderá 10% do clube como capital digital com oferta de tokens

Watford quer arrecadar 17,5 milhões de libras com venda de ações e dará opção aos investidores de receberem tokens e acessarem ofertas exclusivas
Logotipo OKX ao fundo tela trading

OKX diz que contas de usuário foram drenadas com roubo de identidade

A exchange OKX disse que está colaborando com as autoridades e que o roubo não tem relação com o uso do Google Authenticator ou verificação por SMS
Círculo formado por criptomoedas com bitcoin no centro

Taiwan cria associação de criptomoedas em avanço para autorregulação

24 empresas de criptomoedas que se comprometeram ao combate à lavagem de dinheiro entraram na Associação de Provedores de Serviços de Ativos Virtuais de Taiwan
Bitcoin e grafico de mercado

Taxas do Bitcoin estão disparando novamente – e não é por causa de Runes ou Ordinals

Uma grande exchange está tentando organizar sua carteira Bitcoin e está queimando muito dinheiro no processo