Tiago Reis posa para foto-Reprodução Facebook
Tiago Reis posa para foto (Foto: Reprodução/Facebook)

O economista e analista financeiro Tiago Reis, criador da casa de análises Suno Research, voltou a criticar o mercado de criptomoedas nesta manhã de sábado (03) ao comentar no Twitter sobre a queda de preço do Bitcoin (BTC), chamar os compradores de “manada” e afirmar que ninguém mais “investe em cripto”, em crítica à patrocinadora da Copa do Mundo, Crypto.com.

“Este patrocínio da Copa da Crypto.com é a definição de dinheiro jogado fora. Ninguém mais investe em criptomoedas”, escreveu Reis

Publicidade

Reis também voltou a falar sobre a criatividade de Satoshi Nakamoto.

“Cerca de 75% dos investidores perderam dinheiro com Bitcoin. Como toda a moeda, quem ganha dinheiro são os criadores da moeda. Nunca quem compra dos criadores. A história se repete…”, escreveu Reis.

Essa visão de Reis, porém, não é nova. No início do ano ele já havia chamado o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, de gênio, por ele ter conseguido “vender uma boa história”: “Se a gente for frio e racional, desde que ele criou [o bitcoin] ele [Satoshi] não é comprador. Ele por definição é vendedor. Se você acha que o Satoshi Nakamoto é um gênio, sabia que desde o começo ele está vendendo, não está comprando”.

A “manada” compra

Acerca do tweet de hoje, Reis ainda complementou seu raciocínio ao fazer uma analogia do mercado do bitcoin com os planos econômicos do economista escocês do séc. XVIII, John Law.

“Alguém (que não sabemos quem) criou o Bitcoin, outros foram lá e “mineraram” mais Bitcoin. E convenceram a manada, quase que através de um culto (papo de liberdade, descentralização, bla bla bla) que o bitcoin tinha valor. A manada compra. E os criadores da moeda desovam.”

Ao se deparar com um comentário do usuário @AlefAvilla, que diz “entende nada do mercado cripto né kkkk”, Reis seguiu sua lógica e respondeu junto com um emoji de risadas: “Estou melhor que 75% dos investidores de cripto”.

Publicidade

Há cerca de duas semanas, Tiago Reis afirmou que poderia ter ganhado até R$ 20 milhões com análises sobre o Bitcoin (BTC) no ano passado, mas que não se arrepende de não ter feito.

“Se eu quisesse fazer um relatório de cripto, teria faturado uns R$10-20 mi ano passado. Joguei fora este dinheiro. Mas protegi quem nos segue. Eu acredito que análise boa é assim”, postou.

Denunciador ferrenho de esquemas fraudulentos, Tiago Reis já comprou briga com vários negócios controversos, como os robôs de trader vendidos pelo empresário Cristiano Medeiros, que se apresenta nas redes sociais como ‘Vovô Rico’ e a suposta empresa de investimento em criptomoedas, Braiscompany.

VOCÊ PODE GOSTAR
Mão segurando celular com o logo da carteira de criptomoedas MetaMask

MetaMask lança sistema para acabar com prática que drena dinheiro dos usuários do Ethereum

Smart Transactions busca fazer com que clientes sejam protegidos da prática de máximo valor extraível na blockchain Ethereum
pilhas de moedas douradas à frente da bandeira da Colômbia

Maior banco da Colômbia lança corretora de criptomoedas

A plataforma Wenia visa atrair pelo menos 60.000 clientes em seu primeiro ano de operação
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Os maiores tokens de jogos lançados em 2024 – até agora

O Notcoin aparece na lista dos maiores tokens de jogos deste ano, ao lado de Pixels, Portal, Saga e muito mais
Vitalik Buterin na ETH Taipei 2024. Foto: Rug Radio

Como o fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, mantém suas criptomoedas seguras

“Descentralize sua própria segurança”, diz Buterin – mas ele não usa uma cold wallet para suas próprias criptomoedas