Imagem da matéria: Nano sobe 70% em dia de queda de altcoins; Shiba e Doge despencam
Foto: Shutterstock

O anúncio de que a Tesla não aceitará mais Bitcoin (BTC) por causa do gasto de energia associado à mineração derrubou boa parte das criptomoedas do mercado, exceto por uma: a Nano.

O criptoativo, segundo o CoinMarketCap, valorizou 70% em 12 horas e chegou a ser negociado a US$ 17, maior preço desde 2018. No início da manhã, a moeda teve uma leve correção e caiu para US$ 13.

Publicidade

A disparada pode ser atribuída ao fato de a Nano se ‘vender’ como uma criptomoeda ‘verde’ e ‘amiga da natureza’, que demanda pouco gasto de energia para ser minerada.

Em seu tweet, Musk falou que está a procura de “outras criptomoedas que usem menos de 1% da energia/transação Bitcoin”.

Diferentemente do BTC e de boa parte das altcoins, que utilizam algo chamado prova de trabalho (PoW, na sigla em inglês) no processo de mineração, a Nano se vale de um sistema conhecido como Open Representative Voting (ORV), que não demanda tanto gasto de eletricidade.

Na página do Facebook do projeto, que foi lançado em dezembro de 2014 por desenvolvedores da Dell e AMD, entusiastas comemoraram a queda do BTC e a alta da moeda.

Publicidade

“Chegou a hora de uma moeda verde, instantânea e sem taxas brilhar?”, escreveu o administrador.

Shiba e Doge despencam

Enquanto a Nano valorizou, as principais criptomoedas e algumas ‘shitcoins’ despencaram. A Shiba Inu (Shib), token sem fundamento que em apenas um mês valorizou 40.000%, caiu 34% nas últimas 24 horas. Além do efeito “Elon Musk”, a queda foi influenciada pelo criador do Ethereum, Vitalik Buterin.

Isso porque Buterin ‘despejou’ no mercado parte das Shiba que ele havia recebido – sem pedir – dos criadores da criptomoeda. Detalhe: a quantidade que ele tinha representava quase 50% da oferta total do token.

A Doge (Doge), que bateu sua máxima histórica no último final de semana, também foi afetada pela instabilidade do mercado e desabou 18%, sendo negociada a US$ 0,41 nesta manhã. A moeda é a preferida de Elon Musk, que costuma publicar tweets que fazem o preço dela disparar 23% em um dia.

VOCÊ PODE GOSTAR
Rio de Janeiro

ABcripto e Invest.Rio firmam acordo de cooperação para impulsionar educação financeira no Rio de Janeiro

Acordo prevê iniciativas que incluem intervenções educacionais, pesquisas, eventos, workshops, concursos, campanhas e cursos
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar
Imagem da matéria: Escritório de advocacia Mattos Filho ingressa na ABcripto

Escritório de advocacia Mattos Filho ingressa na ABcripto

“Um dos principais desafios é a criação de um arcabouço regulatório que estabeleça segurança jurídica para a indústria”, afirma escritório
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

“Pharma Bro” afirma que filho de Donald Trump é o real dono da memecoin DJT

Após revelar seu envolvimento na criação da memecoin TrumpCoin (DJT), “Pharma Bro” agora diz que o filho do ex-presidente Donald Trump é o verdadeiro dono do token