Vista do exterior do museu LACMA, em Los Angeles
Vista do exterior do museu LACMA, em Los Angeles (Shutterstock)

O Museu de Arte do Condado de Los Angeles, nos EUA, conhecido como LACMA, é a mais recente instituição artística a acrescentar obras de arte NFT à sua coleção. O museu anunciou na terça-feira (15) que adquiriu uma série de valiosos Tokens Não Fungíveis através de doações de colecionadores ilustres.

O LACMA aceitou a doação de 22 peças de arte digital tokenizadas de Cozomo de’ Medici, uma conhecida personalidade do Twitter Cripto. A coleção inclui o token NFT CryptoPunks #3831, que foi vendido pela última vez por US$ 2,1 milhões de ETH em 2021.

Publicidade

A coleção do Museu também contará com NFTs da Art Blocks, uma plataforma popular que apresenta obras de arte geradas por algoritmos implantados em uma rede blockchain. Os trabalhos da Art Blocks, do projeto “Ringers” de Dmitri Cherniak, e do “Fragmentos de um Campo Infinito” ,de Monica Rizzolli, estão incluídos no conjunto.

Outros criadores de destaque cuja arte NFT foi doada ao LACMA no conjunto incluem o famoso fotógrafo Justin Aversano, o artista e criador do World of Women, Yam Karkai, e Claire Silver e Pindar Van Arman — ambos conhecidos por usar a Inteligência Artificial (AI) como ferramenta para gerar artes em NFT.

O LACMA descreveu a doação de de’ Medici — um colecionador que tem contato com o rapper Snoop Dogg, outro nome bastante envolvido com o mundo da Web3 — como a maior coleção de obras de arte em blockchain adquirida até hoje por um museu de arte americano.

Curiosamente, o anúncio do LACMA evita o uso do termo NFT. O acrônimo tem um estigma entre alguns céticos da Web3 e o grande público, e algumas marcas optaram por evitá-lo. O Reddit, por exemplo, chama seus NFTs de “Collectible Avatars” (Avatares Colecionáveis).

Publicidade

Em uma entrevista ao ArtNews, de’ Medici disse que ele e o LACMA optaram intencionalmente por chamar a coleção de “arte blockchain ” ou “arte em cadeia” (ou algo parecido) para evitar a controversa palavra-chave NFT. “O termo NFT tem um estigma ligado a ele, por isso resolvemos nos afastar dele”, disse ele à publicação.

O LACMA é o mais recente grande museu de arte a acrescentar obras de arte NFT à sua coleção. Na semana passada, o Centre Pompidou em Paris anunciou doações de NFTs CryptoPunk e Autoglyphs, que foram doados pela Yuga Labs e pela Larva Labs, respectivamente. O Yuga também doou um CryptoPunk para o Instituto de Arte Contemporânea de Miami em novembro de 2022.

Além da coleção descrita acima, o LACMA também adquiriu várias outros NFTs doados, incluindo um Chromie Squiggle do artista Erick “Snowfro” Calderon, o fundador da Art Blocks, bem como um NFT da Rocket Factory de Tom Sachs. Calderon disse ao ArtNews que seu NFT doado será o último Chromie Squiggle cunhado na coleção de 10 mil peças.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

Já pensou em participar e interagir em uma comunidade Web 3.0? Se você quer entender mais sobre o Discord, não perca esse aulão gratuito. Clique aqui, ative o alerta e venha fazer parte dessa revolução

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Ethereum tem melhor sequência de alta em 3 anos e pode saltar 60% se ETF for aprovado, dizem analistas

Se a SEC aprovar os pedidos de ETF de Ethereum nesta quinta-feira, enviará um sinal positivo que pode levar o ativo a disparar, assim como ocorreu com o Bitcoin em janeiro
ilustração mostra logo da pepecoin PEPE subindo ao céu

Trader transforma R$ 2 mil em R$ 17 milhões graças ao triunfo da Pepecoin (PEPE)

Ao comprar a memecoin após o lançamento, o trader teve um ganho de 7.368x no investimento
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide