o que é mineração de bitcoin
Shutterstock

A CleanSpark Inc., uma empresa de mineração de Bitcoin listada na Nasdaq, anunciou nesta segunda feira (5) que assinou acordos para comprar três instalações de mineração de Bitcoin no Mississippi por US$ 19,8 milhões em dinheiro (R$ 98,4 milhões).

As compras devem expandir a capacidade de mineração da CleanSpark em 2,4 exahashes por segundo (EH/s) uma vez totalmente integradas.

Publicidade

Um exahash (abreviado como EH/s) é uma medida da capacidade de processamento de uma máquina de mineração de Bitcoin. Um exahash equivale a um quintilhão (1.000.000.000.000.000.000) de cálculos de hash por segundo. Máquinas de mineração de Bitcoin competem para resolver problemas matemáticos complexos. Quanto mais exahashes, mais problemas uma máquina pode tentar resolver, aumentando suas chances de minerar BTC.

É um momento chave, pois o próximo halving do Bitcoin — esperado para acontecer em algum momento de abril—reduzirá as recompensas pagas aos mineradores por validar transações de 6,25 para 3,125 BTC.

O halving do Bitcoin é um evento que acontece aproximadamente a cada 4 anos, onde a recompensa que os mineradores recebem por processar transações é reduzida pela metade. Quando os mineradores adicionam novas transações de bitcoin ao blockchain, atualmente são recompensados com 6,25 BTC por bloco.

O halving foi projetado para reduzir o fornecimento de novos Bitcoins entrando em circulação, ajudando a controlar a inflação. À medida que as recompensas de mineração diminuem ao longo do tempo, as taxas de transação tornam-se uma recompensa cada vez mais importante para os mineradores manterem o incentivo para proteger a rede. O fornecimento limitado e o cronograma previsível dos halvings do Bitcoin são características-chave do seu modelo econômico.

Publicidade

Além disso, a CleanSpark firmou acordos para adquirir uma instalação de mineração em construção em Dalton, Geórgia, que tem projeção de operar a 0,8 EH/s com cerca de US$ 6,9 milhões em investimento adicional.

Quando totalmente operacionais, as compras no Mississippi e na Geórgia aumentarão a taxa de hash de mineração de Bitcoin atual da CleanSpark de 10 EH/s para mais de 20 EH/s até o início de 2024, quase dobrando a capacidade atual, de acordo com a empresa.

Com sede em Utah, a CleanSpark disse que sua expansão geográfica para o Mississippi adicionará diversidade, juntamente com eficiências esperadas ao agrupar mais mineração em sua atual área de Dalton.

De acordo com o CEO da CleanSpark, Zach Bradford, as aquisições posicionam o provedor de poder computacional para continuar executando “custos gerais de primeira classe” em escala.

Publicidade

As compras seguem o anúncio de janeiro de que a CleanSpark garantiu um acordo para comprar até 160.000 mineradores de bitcoin de próxima geração, o que oferece um caminho para alcançar mais de 50 EH/s no futuro. A CleanSpark disse que financiará as compras mais recentes com as reservas de caixa existentes.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai para menos de US$ 61 mil com a iminência de reembolsos da Mt. Gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai para menos de US$ 61 mil com a iminência de reembolsos da Mt. Gox

“Esse excesso de até 140 mil BTC deve continuar a pesar sobre os mercados”, disse a QCP Capital sobre os pagamentos iminentes da Mt. Gox
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

Manhã Cripto: Queda de 4% leva o Bitcoin abaixo de US$ 60 mil e provoca liquidações de US$ 307 mi

É a primeira vez desde o início de maio que o Bitcoin apresenta uma cotação tão baixa
Imagem da matéria: Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

Deputada alemã critica venda de Bitcoin do governo e defende mantê-lo em reserva estratégica

“O Bitcoin oferece uma oportunidade única de diversificar os ativos do estado”, escreveu Cotar
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin sobe acima de US$ 58 mil à medida que ETFs voltam a atrair investidores

Manhã Cripto: Bitcoin sobe acima de US$ 58 mil à medida que ETFs voltam a atrair investidores

Os ETFs de Bitcoin à vista negociados nos EUA captaram US$ 654,3 milhões entre os dias 5 e 9 de julho