Imagem da matéria: Mineradora de bitcoin dos EUA compra 30.000 máquinas antes de ser listada na Nasdaq
Foto: Shutterstock

A Bitmain anunciou nesta terça-feira (29) que registrou um pedido de 30.000 unidades de sua mineradora top de linha, Antminer S19j Pro, feito pela empresa de mineração TeraWulf, cuja sede fica em Nova York (EUA). A nova cliente da maior mineradora de bitcoin do mundo está prestes a ser listada na bolsa de valores americana Nasdaq.

Segundo a nota, o pedido de compra prevê uma entrega mensal em lotes que deve começar em janeiro de 2022 e estender-se até o mês de junho do mesmo ano, ou seja, o prazo para as entregas é de 12 meses. De posse de todas as Antminers, a TeraWulf deve aumentar seu hashrate de mineração total em 3 EH / s (exahashes), diz o comunicado.

Publicidade

“Este acordo com a Bitmain é o próximo passo nos planos da TeraWulf em dimensionar as operações de forma rápida e eficiente, que se baseia em um modelo comprovado de sucesso”, comentou Paul Prager, presidente e CEO da TeraWulf.

O modelo a que Prager se referiu é que a TeraWulf tem por padrão ser um empresa de mineração voltada para o meio ambiente, sociedade e à governança. Segundo relatou a empresa na semana passada, a TeraWulf visa extrair bitcoins com mais de 90% de energia zero carbono.

“Estamos confiantes de que podemos continuar a alavancar nossos fortes relacionamentos com parceiros à medida que buscamos posicionar nossa empresa como a mineradora líder de bitcoin sustentável globalmente”, conclui o diretor.

Para Du Shisheng, vice-presidente da divisão de mineração da Bitmain, a parceria com a TeraWulf representa um grande passo à frente na transição para uma plataforma de mineração mais resiliente, estável e sustentável.

Publicidade

“Estamos entusiasmados em fornecer nossas mineradoras de bitcoin mais avançadas à medida que eles constroem a maior e mais ecológica instalação de mineração de bitcoin da América do Norte”, finalizou Shisheng.

Empresa de mineração na Nasdaq

Na última sexta-feira (25), foi tornado público que a TeraWulf participaria de uma listagem pública na Nasdaq, bolsa de valores com sede em Nova York, após uma fusão com a empresa de tecnologia e de capital aberto, Ikonics Corporation, que figura no mercados de ações sob o ticker ‘IKNX’.

Com a fusão, a parceria optou pelo nome de TeraWulf e, portanto, as ações serão negociadas por meio do ticker ‘WULF’. Como parte do acordo, disseram as empresas em nota, os investidores da Ikonics receberão US$ 5 para cada uma das ações que eles detêm em suas carteiras. A listagem em Bolsa deve ocorrer até o fim deste segundo semestre.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Imagem da matéria: Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

Questões sociais são desafio para debate do Bitcoin, diz autor de livro da Editora Portal do Bitcoin

“Parte técnica você descreve como funciona e acabou. Nas vacas sagradas leva um bom tanto de desconstrução de conceitos”, diz Breno Brito
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Arte de robô observando por trás usuária de computador

Novo PC da Microsoft que grava tudo é “spyware” e será alvo de hackers, alertam especialistas

Os críticos dizem que novo PC centrado em IA da Microsoft é um pesadelo de privacidade