Imagem da matéria: Mike Tyson: "Qual você prefere: bitcoin ou ethereum?"
Campeão de boxe Mike Tyson (Foto: Shutterstock)

“Qual você prefere, bitcoin ou ethereum?”, tweetou na tarde de sábado (17) o ex-campeão mundial e lenda do boxe, Mike Tyson, gerando uma sequência de milhares curtidas e comentários na rede social. Pelo menos dois deles vieram de grandes players do mercado cripto — Jack Dorsey, fundador e CEO do Twitter e Square, e do CEO da Microstrategy, Michael Saylor.

“Mike, passei mais de mil horas considerando essa questão e escolhi bitcoin”, escreveu Saylor, ressaltando os aportes da Microstrategy na criptomoeda que vem sendo feito desde o ano passado: “Até agora comprei US$ 2,9 bilhões em BTC porque acho que é o futuro da propriedade digital”.

Publicidade

Assim como Saylor, que convidou Tyson a conhecer uma página com vários conteúdos sobre criptomoedas chamada ‘Bitcoin is Hope’ (Bitcoin é esperança), Jack Dorsey sugeriu ao ex-campeão uma página chamada ‘Hello Bitcoin’ (Olá Bitcoin) com conteúdo básico sobre a maior criptomoeda do mundo.

Calvin Ayre, parceiro de Craigh Wright na criação do Bitcoin SV (BSV) — hard fork do Bitcoin Cash — , aproveitou o espaço para defender sua altcoin, assim como vários defensores do dogecoin também o fizeram.

Mike Tyson e ‘Revolução do Bitcoin’

Mike Tyson teve seu primeiro contato com o mercado de criptomoedas há cerca de seis anos, quando assinou a marca ‘Mike Tyson Bitcoin’, em Las Vegas, EUA, um projeto de caixa eletrônico que supostamente não vingou por conta de controvérsias.

Segundo o Coindesk na época, especialistas especularam que o anúncio poderia ser um golpe às custas de Tyson. Mais tarde, Tyson teve seu nome usado sem consentimento em um outro projeto cripto, que ele negou publicamente.

Publicidade

Lendas do boxe e criptomoedas

Assim como Mike Tyson, o também multicampeão aposentado da nobre arte, Floyd Mayweather, teve suas experiências com o mercado de criptomoedas que não deram certo. Mayweather teve inclusive que pagar uma multa para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para se livrar de uma condenação por fraude, já que o projeto que ele se envolveu foi uma fraude.

O filipino Manny Pacquiao, que também figura entre as lendas do boxe, se aventurou no mercado ao promover uma ICO para sua cripto, ‘PAC Coin’. O projeto foi barrado para investidores dos EUA.

VOCÊ PODE GOSTAR
Mão sugere bater mertelo da justiça- em um fundo escuro o logo Google

Google processa criadores de apps de criptomoedas que enganaram mais de 100 mil usuários

Segundo o Google, os réus contaram várias mentiras para conseguir disponibilizar os aplicativos enganosos no Google Play
moeda de bitcoin à frente da bandeira de hong kong

Por que os ETFs de Bitcoin e Ethereum em Hong Kong são importantes para o mercado

Aprovação dos ETFs de Bitcoin e Ethereum podem abrir espaço para investidores da China e dar uma vantagem competitiva de Hong Kong sobre os EUA
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Manhã Cripto: Bitcoin (BTC) e altcoins enfrentam correção com US$ 400 milhões em liquidações

Cenário macroeconômico dita o ritmo, com US$ 400 milhões em liquidações de posições que apostavam na alta dos preços de criptomoedas
Imagem da matéria: Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

Adolescentes são presos por extorquir investidor de criptomoedas em hotel de luxo

O hotel Harbour Grand Kowloon, em Hong Kong, era frequentemente utilizado para a negociação informal de criptomoedas