moeda do bitcoin com o logo da microstrategy ao fundo
Foto: Shutterstock

A MicroStrategy, a maior detentora pública de Bitcoin, comprou mais 12.333 bitcoins nos últimos 60 dias e agora acumula 152.333 unidades da maior criptomoeda do mundo em seu portfólio, que antes contava com com 140 mil BTCs.

Os novos aportes de Bitcoin, que agora somados valem US$ 4,6 bilhões a preços atuais, foram revelados nesta quarta-feira (28) em um relatório da companhia para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC.

Publicidade

De acordo com o documento, as compras de Bitcoin foram realizadas entre 29 de abril e 27 de junho  e o valor aplicado foi de US$ 347 milhões em dinheiro. Segundo o CEO da empresa, o bilionário evangelista do BTC Michael Saylor, o preço médio pago pelos bitcoins nessa leva foi de US$ 28.136 mil.

A MicroStrategy vem acumulando Bitcoin desde agosto de 2020, o que a fez debutar na época como um dos maiores HODLers de Bitcoin. Um relatório de lucro, contudo, só veio no mês passado, graças a um forte aumento no preço do BTC, o qual permitiu que a empresa se voltasse para um benefício fiscal.

No que tange às ações da MicroStrategy, o NASDAQ: MSTR está com 1% em queda nesta quarta-feira, refletindo o BTC, que também cai a uma média de 1% nas últimas 24 horas. Segundo o Coinmarketcap, o ativo é negociado em US$ 30,2 mil; em reais, R$ 147.192,00, de acordo com o Índice de Preços do Bitcoin.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
Michaël van de Poppe em vídeo no Youtube

“É hora de investir em altcoins como Ethereum além do Bitcoin”, diz Michaël van de Poppe

Citando o Ethereum com uma das opções, o analista diz que o mercado de altcoins já passou por correção e que a tendência agora é de alta
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin à vista já controlam mais de 1 milhão de BTC

Mais da metade dos US$ 70,5 bilhões em fundos está praticamente dividida entre Grayscale e BlackRock
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários