Imagem da matéria: MicroStrategy compra mais 253 bitcoins por US$ 15 milhões
CEO da Microstrategy, Michael Saylor (Foto: Reprodução/Youtube)

A MicroStrategy anunciou na segunda-feira (05) outro investimento em Bitcoin – elevando sua fortuna para mais de US$ 5,4 bilhões em BTC.

A empresa de bussiness intelifence, que sem dúvida é uma das principais responsáveis pela divulgação do Bitcoin no mercado institucional, disse que injetou US$ 15 milhões em dinheiro no ativo digital, comprando 253 bitcoins.

Publicidade

Após o anúncio, as ações da MicroStrategy (MSTR) valorizaram 3,33%, de acordo com dados da Bloomberg.

Na semana passada, a empresa de serviços financeiros globais BTIG disse que valia a pena investir na MicroStrategy devido à sua postura otimista em relação às criptomoedas. Analistas da BTIG acreditam que o preço do Bitcoin pode chegar a US$ 95.000 em 2022. E o que é bom para o BTC é bom para a MSTR, diz a empresa. “Acreditamos que quem investe na ação deles deve entender que seu investimento está altamente correlacionado com o preço do Bitcoin”, disse o analista da BTIG.

Mas nem todos concordam com esta avaliação. Em dezembro passado, analistas do Citi rebaixaram as ações da MSTR para “venda” com base na mesma lógica – os investimentos da empresa em Bitcoin. (Isso foi em um momento, no entanto, em que o preço do Bitcoin ainda estava um pouco acima de US$ 23.000.) No mês passado, as ações da empresa caíram quase 20% em questão de dias após relatos de executivos e diretores da MicroStrategy vendendo milhões em ações.

O CEO da MicroStrategy, Michael Saylor, escreveu no Twitter que a empresa agora possui 91.579 Bitcoins comprados por US$ 2,226 bilhões a um preço médio de US$ 24.311 por Bitcoin – o que significa que o investimento da empresa aumentou 144%.

A MicroStrategy ajudou a dar o pontapé inicial no aumento do preço do Bitcoin no ano passado, investindo US$ 250 milhões na moeda em agosto. Na época, Saylor afirmou que o Bitcoin era “uma reserva confiável de valor e um ativo de investimento atraente com maior potencial de valorização a longo prazo do que reter dinheiro”.

Publicidade

A empresa então aplicou outros US$ 175 milhões na moeda um mês depois. A MicroStrategy continuou acumulando mais e mais Bitcoins desde então.

Todo o tempo, Saylor sempre cantou elogios ao Bitcoin e o descreveu como um “ativo porto seguro”, comparando-o ao “ouro digital”. Sua empresa, que fornece software móvel e serviços baseados em nuvem para outras empresas, também continuou a comprar a moeda.

“Bitcoin é o primeiro ativo porto-seguro projetado do mundo”, disse ele em uma entrevista à CNBC em dezembro. “Bitcoin é ouro de grau farmacêutico, sintético e projetado.

O argumento de Saylor é que o caixa está sujeito à depreciação, então as empresas que detêm muitos dólares americanos devem mudar para um ativo alternativo com alto retorno. Bitcoin, que cresceu mais de 41.000% desde 2013, é esse ativo, acredita o CEO.

Publicidade

Outras grandes empresas seguiram o conselho de Saylor: a empresa de pagamentos Square investiu US $ 220 milhões na moeda no ano passado, e a montadora de automóveis de Elon Musk, a Tesla, fez uma compra de Bitcoin de US $ 1,5 bilhão em fevereiro.

*Traduzido e editado com autorização da Decrypt.co
VOCÊ PODE GOSTAR
trader segura moeda de bitcoin em frente a grafico em computador

Bolsa de Chicago planeja lançar negociação de Bitcoin à vista, diz jornal

O objetivo é capitalizar a crescente demanda este ano entre os gestores de Wall Street para ganhar exposição ao setor de criptomoedas
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Análise: o preço do Bitcoin está novamente sendo ditado pela política do Fed

“Análise dos últimos 40 dias revela uma maior alinhamento com as expectativas de taxa de juros para junho”, diz firma de análises CoinShares
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs