Imagem da matéria: Microsoft e Warner participam de investimento de US$ 27 milhões em startup de NFT
Foto: Shutterstock

Conforme o setor de tokens não fungíveis (ou NFTs, na sigla em inglês) se expande e floresce, criadores estão buscando formas de minimizar o enorme impacto ambiental, os problemas de congestionamento e custos transacionais da Ethereum.

Palm surgiu como um sidechain sob medida e focado em NFTs e uma solução de escalabilidade para ajudar com essas questões e, agora, o estúdio de criação ligado à Palm chamou a atenção de grandes e novos investidores.

Publicidade

Nesta quinta-feira (9), Palm NFT Studio anunciou uma rodada de financiamento “series B” (quando uma empresa atinge certos objetivos e não está mais na fase de ser considerada como uma startup) de US$ 27 milhões, liderada pelo fundo de capital de risco M21 da Microsoft.

A ícone do setor de entretenimento Warner Bros. é outra grande participante da rodada, junto de Griffin Gaming Partners, SK Telecom, RRE, Third Kind Venture Capital, Sfermion e The LAO, uma organização autônoma descentralizada (ou DAO) com foco em investimentos.

“Quando fomos arrecadar esse dinheiro, era importante que encontrássemos parceiros estratégicos que estivessem alinhados, de forma filosófica e ideológica, com o que estamos tentando fazer aqui”, disse Dan Heyman, CEO do Palm NFT Studio, ao Decrypt.

“Eu não poderia imaginar um grupo melhor do que esse.”

Além de liderar a rodada por meio de seu braço de investimentos, a Microsoft é, sem dúvidas, o nome mais interessante da lista.

Publicidade

A gigante empresa de software e tecnologia se envolveu um pouco com o setor NFT, lançando NFTs gratuitos em uma iniciativa educacional do Minecraft este ano, junto com outros relacionados ao lançamento do Windows 11.

A Microsoft está envolvida no setor Ethereum há alguns anos, incluindo uma aliança com ConsenSys (empresa-mãe da Palm NFT Studio) que data de 2015. Heyman disse que a Microsoft está começando a analisar além da implementação de blockchains privados e permissionados e mais em amplos casos de uso.

“Agora estão tentando inovar e entender como essa experimentação e inovação com chains privados pode se traduzir em outras iniciativas”, explicou. “Estamos muito empolgados por terem escolhido a Palm NFT Studio como sua primeira parceira no setor público de NFTs.”

Heyman disse que o design ambientalmente consciente da Palm (em que transações usam 99% menos energia do que a rede principal da Ethereum) é outro motivo para a Microsoft ter se atraído pelo projeto.

Publicidade

Palm NFT Studio também trabalhou com Damien Hirst em suas distribuições (ou “airdrops”) de NFTs enquanto o protocolo descentralizado foi utilizado por outros estúdios, como Candy Digital e seus NFTs da Liga Principal de Basquete dos EUA (ou MLB).

Um NFT atua como um recibo ou contrato de governança de um item digital raro, incluindo imagens, arquivos de vídeo e itens interativos de videogames. A indústria NFT explodiu ao longo de 2021, incluindo o volume negociado de US$ 10,7 bilhões registrado no terceiro trimestre.

Warner Bros., que já é parceira da Palm NFT Studio, se uniu ao projeto para a distribuição gratuita de NFTs durante seu evento virtual DC FanDome em outubro.

Palm deu centenas de milhares de NFTs gratuitos a fãs da DC Comics que se registraram no evento, afirmou Heyman. A Palm NFT Studio também produziu os recentes avatares do estúdio cinematográfico baseados em “Matrix”, lançados na plataforma Nifty’s.

Tais iniciativas refletem o tipo de projetos de interação em grande escala com fãs que o futuro prevê para seu futuro. Heyman afirmou que, embora enormes vendas de NFTs sejam importantes para a indústria, o número de colecionadores ativos é relativamente pequeno.

Publicidade

Em vez disso, sugeriu que NFTs se tornem “bastante onipresentes” conforme casos de uso adicionais tomam forma e a sociedade avance além do “modelo de aluguel” de serviços de mídia de streaming.

Ele também acredita que grande parte dos NFTs serão distribuídos de graça como uma lembrança ou tática de engajamento, assim como os colecionáveis do DC Fandome.

Heyman que, durante sua infância, adorava CDs de música, destaca o auge dos avatares NFTs e discos de vinil como duas tendências discrepantes que se intersectam nos conceitos de identidade, governança e o desejo das pessoas em colecionar e possuir coisas que amam.

“Para mim, o potencial dos NFTs é o de basicamente reimaginar a relação entre fãs e criadores”, disse. “NFTs apresentam uma oportunidade incrível no contexto digital para fazer isso em grande escala.”

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

Michael Saylor está no Brasil para participar de evento do Itaú

O famoso entusiasta do Bitcoin veio ao Brasil para participar de um evento fechado com clientes do Itaú
Imagem da matéria: Toncoin (TON) valoriza  40% na semana e ameaça ultrapassar Dogecoin

Toncoin (TON) valoriza 40% na semana e ameaça ultrapassar Dogecoin

Uma possível IPO do Telegram contribuiu para o recente aumento no preço do TON, fortalecendo sua posição entre os maiores tokens do mercado
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance que fugiu da Nigéria é localizado e pode ser extraditado

Autoridade queniana disse que não é simplesmente prender, pois Nadeem Anjarwalla é de família influente que “tem o apoio de algumas pessoas poderosas”
Imagem da matéria: Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Ex-conselheiro do Ethereum quer R$ 50 bilhões do governo dos EUA por ser preso injustamente

Steven Nerayoff alega ter sido vítima de provas fabricadas em um suposto caso de extorsão de 10.000 ETH