Imagem da matéria: Mercado de alta do Bitcoin só começará após US$ 4.600, diz analista técnico
(Foto: Shutterstock)

O analista técnico de criptomoedas DonAlt, em conversa com a CCN, disse que não tem como dizer que o mercado de baixa do Bitcoin acabou até ultrapassar os US$ 4.600 e US$ 5.000.

“O volume não é o que me convencerá de que o mercado de baixa acabou, uma estrutura de mercado otimista e um rompimento de pelo menos US$ 4,6 mil, sim. É interessante termos tido vários pumps de altcoins enquanto o valor de mercado geral não mudou realmente. Isso me faz pensar que há muito pouco dinheiro novo chegando.”

Publicidade

Mas, apesar da estabilidade do bitcoin, o analista disse que o Ethereum ter dobrado de preço, de US$ 80 para US$ 160 criou um otimismo, levando os investidores a se tornarem mais confiantes no mercado de criptomoedas alternativas (altcoins).

“Há definitivamente um novo otimismo no mercado desde que a ETH conseguiu dobrar de US$ 80 para US$ 160. Esse movimento aumentou a confiança no mercado tanto para os investidores quanto para os traders. Esse otimismo impulsiona o volume, que vimos aumentar nas últimas semanas”, acrescentou o analista.

Nos últimos sete dias, a capitalização do mercado de criptomoedas aumentou de US$ 131 bilhões para US$ 140 bilhões, com o preço do Bitcoin ultrapassando a marca de US$ 4.000.

O volume negociado diariamente também está se mantendo na faixa dos US$ 10 bilhões, o dobro de janeiro.

Sentimento continua otimista

O analista explicou que o mercado de criptomoedas parece estar se retornando para uma direção positiva, dados os movimentos de preço da maioria das criptomoedas no mercado.

Publicidade

Sobre a CBOE, que recentemente anunciou que não listará mais contratos futuros do BTC, ele disse não ser nada muito significativo e que foi uma decisão da empresa devido ao baixo volume.

E complementou que seria engraçado ver esse movimento como um marco para o fim do mercado de baixa, assim como o lançamento dos contratos futuros, em dezembro de 2017, foi um marco para o fim do mercado de alta do BTC.

A Cboe Global Markets, principal bolsa de futuros dos EUA, emitiu comunicado aos investidores de que a partir desse mês não adicionará novos contratos futuros de Bitcoin.

Segundo informações da CNBC, o documento foi expedido na última semana. Por meio dele, a Cboe Futures Exchange afirma que não pretende atualmente listar contratos futuros adicionais da criptomoeda para negociação.

Publicidade

Cboe Global Markets foi a empresa que lançou os primeiros contratos futuros de bitcoin em dezembro de 2017.

Os contratos futuros são uma espécie de aposta de investidores sobre o valor de certa commodity, nesse caso o bitcoin. A cada mês, esses contratos expiram e aquela empresa que faz o lançamento precisa listar mais continuamente, se quiser manter o mercado vivo.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram
Imagem da matéria: '101 Perguntas sobre Bitcoin': Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

‘101 Perguntas sobre Bitcoin’: Editora Portal do Bitcoin lança livro sobre a criptomoeda mais famosa do mundo

A obra discorre os princípios técnicos da moeda até suas implicações socioeconômicas no contexto atual, de modo a proporcionar um entendimento profundo ao público geral