Imagem da matéria: Mercado Bitcoin listará Cardano (ADA) na quinta-feira
Foto: Shutterstock

O Mercado Bitcoin anunciou que irá passar a listar o Cardano (ADA) a partir de quinta-feira (7). Com um valor de mercado de um pouco mais de US$ 70 bilhões, trata-se da terceira maior criptomoeda, logo após o Bitcoin e o Ethereum. O valor mínimo para negociar o ativo na corretora será de R$ 50.

Lucas Pinsdorf, responsável por desenvolvimento de negócios e estruturação de oportunidades da exchange lembra que a Cardano passou há pouco tempo por uma mudança na rede para permitir contratos inteligentes.

“Existe muita expectativa em torno do Cardano. A liberação dos contratos inteligentes é a chave para liberar o desenvolvimento de aplicações. Vai ser uma avalanche de desenvolvedores construindo lá”, diz o executivo no comunicado à imprensa.

Publicidade

Com a Cardano, a corretora terá 56 criptoativos listados. O ativo digital chega ao Mercado Bitcoin logo depois da listagem dos fan tokens do Sport Club Corinthians Paulista e do Clube Atlético Mineiro.

Futuro da Cardano

O futuro da Cardano tem sido muito debatido nos últimos tempos. No último fim de semana do mês de setembro aconteceu a Cardano Summit 2021, uma conferência anual de integração da comunidade. Charles Hoskinson e os outros líderes da blockchain apresentaram novas informações gerais sobre o ecossistema, parcerias e atualizações futuras.

Este também foi o mês de conclusão do Hard Fork Alonzo, que trouxe a possibilidade de programação de contratos inteligentes na Cardano. Dando sequência a essa importante atualização, foram anunciados novos acordos de cooperação com o objetivo de expandir a adoção e utilização da rede.

De acordo com Frederik Gregaard, a Cardano pretende fornecer as ferramentas críticas necessárias ao desenvolvimento dos limiares tecnológicos da sociedade atual. As parcerias anunciadas visam o crescimento da rede através da implementação em campos estratégicos, como mudanças climáticas, NFTs, Finanças Descentralizadas (DeFi) e identificação digital.

Publicidade

Plataforma de esportes eletrônicos Rival

A Cardano também anunciou a parceria com a Rival, uma gigante dos games e eSports. O objetivo é a criação de marketplaces autônomos de NFTs, recompensas para fãs, entre outros.

Espera-se facilitar a criação e distribuição de NFTs, a troca por produtos físicos e o gerenciamento de royalties na plataforma da Rival. Dentre os clientes usuários dessa plataforma, temos grandes nomes como o Seattle Seahawks da “National Football League” (NFL), o Detroit Pistons da “National Basketball Association” (NBA) e Aston Villa e Watford, da “English Premier League” (EPL).

Parceria com a UBX

A Cardano assumiu novas estratégias para aumentar o volume de atividades DeFi dentro da blockchain, iniciando uma colaboração com a fintech UBX. A empresa é derivada da UnionBank e lançou recentemente seu próprio pool de staking público com Cardano. Dessa forma, os usuários da UBX já podem receber recompensas por colaborar na proteção e operação da blockchain.

Parceria com AID:tech

A AID:tech fornece soluções baseadas em identificação para finanças, pagamentos e seguros, tudo através de blockchain. A colaboração entre a AID:tech e a Cardano promete aumentar a eficiência da equipe responsável pela criação de credenciais verificáveis, para o gerenciamento seguro de identidade e propriedade.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Em um processo judicial, a SEC argumentou que a Coinbase não pode exigir que o regulador escreva novas regras para o setor cripto
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
martelo de juiz com logo da binance no fundo

Governo dos EUA contrata empresa para monitorar a Binance

A Forensic Risk Alliance venceu a disputa contra a Sullivan & Cromwell, que atuou no caso FTX
Imagem da matéria: EUA acusam  2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

EUA acusam 2 chineses de lavarem US$ 73 milhões em esquema com criptomoedas

O Departamento de Justiça acusou Daren Li e Yicheng Zhang de orquestrar um esquema com criptomoedas de “abate de porcos”