Montagem com um leão e o logotipo da Receita Federal do Brasil
Shutterstock

A corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin lançou um ebook em parceria com Sencon para mostrar a importância da declaração de criptoativos no Imposto de Renda. O prazo termina nesta quarta-feira (31).

As empresas apontam que, assim como existem obrigações para quem investe na bolsa de valores, existem obrigações para os investidores de criptoativos também.

Publicidade

Segundo a Receita Federal, se ao final do ano calendário o contribuinte tem ativos com um valor de aquisição igual ou superior a R$ 5 mil, ele tem a obrigação de declarar no IR a posse destes criptoativos. 

Apenas declarando é possível evitar possíveis penalidades, como multas, juros e a suspeita de sonegação de impostos.

Outro ponto é que investidores de criptoativos devem se atentar também às obrigações mensais que são: a prestação de informações e o pagamento do DARF

Segundo a IN 1888/19, deve ser feita a prestação de informações se houve movimentação de valor igual ou superior a R$ 30 mil em um único mês fora de exchanges ou através de exchanges sediadas no exterior.

Por fim, haverá incidência de tributos se o investidor vender R$ 35 mil ou mais em um mês e obter algum lucro com isso.

Publicidade

As empresas ressaltam que, mesmo que a pessoa não seja obrigada por nenhuma regra, é importante declarar cripto no IR.

“O universo cripto é um mercado com grande potencial e não faltam casos de criptoativos que valorizaram muito em pouco tempo. Caso isso venha a acontecer com algum ativo em sua custódia, e você resolva vender para ficar com o lucro, você pode demonstrar para Receita Federal a origem do seu patrimônio”, afirmam.

O ebook listou os quatro principais problemas que se pode enfrentar se não for feita a declaração correta de criptoativos:

  1. Multas por atraso (IN 1.888)

Atrasar a Prestação Mensal de Informações pode gerar multa de R$ 100 por mês de atraso para o investidor pessoa física.

Publicidade
  1. Multas pela falta da entrega da declaração

Se não declarar ganhos com criptoativos no Imposto de Renda, a Receita Federal pode multar com 1% ao mês sobre o valor do imposto de renda devido, calculado na declaração, mesmo que esteja pago. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74, podendo chegar a no máximo, 20% do valor do Imposto de Renda.

  1. Investigação

Se a Receita Federal suspeitar que alguém está sonegando impostos e que não está declarando corretamente seus criptoativos, pode abrir uma investigação fiscal, que pode ser um processo longo e custoso.

  1. Dificuldade em comprovar a origem dos recursos

Se uma pessoa não declarar seus criptoativos, vendê-los e então comprar outros bens com o lucro, terá dificuldade em comprovar a origem dos recursos utilizados. Isso pode levantar suspeitas da Receita Federal e causar problemas futuros.

Para saber mais sobre declaração de criptoativos no Imposto de Renda, baixe gratuitamente o nosso e-book, realizado em parceria com ahttps://lp.sencon.com.br/e-book-criptoativos-ir.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade
máquinas de mineração de criptomoedas apreenidas em

Polícia apreende 396 mineradoras de Bitcoin em casa de ex-deputado paraguaio

Miguel Cuevas, que já foi preso por enriquecimento ilícito, agora pode também ser investigado por furto de energia
Imagem da matéria: Tether e Circle "imprimem" US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Tether e Circle “imprimem” US$ 1,25 bilhão em stablecoins em um único dia

Desde o início do ano já foram emitidos US$ 30 bilhões em stablecoins; aquecimento parece estar relacionado à expectativa pelos ETFs de Ethereum
Imagem da matéria: Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Sinal verde da SEC esta semana é apenas o primeiro passo para o lançamento do ETF de Ethereum