Celular
Shutterstock

A partir desta terça, 28, os clientes do MB, maior plataforma de negociação de criptomoedas e ativos digitais da América Latina, podem realizar recebimento de cripto (wallet in) também pelo aplicativo.

A funcionalidade, que já existe no site, foi disponibilizada para que o usuário possa ter total controle dos seus ativos, receber as suas criptos com ainda mais agilidade e segurança, de qualquer lugar onde estiver.

Publicidade

“Estamos sempre em busca de melhorias nos nossos sistemas, tanto no site como no aplicativo. Essa funcionalidade dá ao usuário controle total de seus recursos, na palma da mão, em qualquer lugar e a qualquer momento”, explica Sérgio Veiga, Diretor de Experience do MB.

Para utilizar o recurso é simples: acesse o aplicativo do MB. Na home do app , você vai encontrar um novo botão, receber cripto, escolha qual moeda você quer receber, selecione a rede e seguir. Será exibida uma tela com informações importantes sobre o endereço da sua carteira, a moeda/rede selecionada, quantidade mínima e taxa cobrada pela blockchain para a transação. Na sequência, um QR Code e o endereço da sua wallet para ser copiado para a transferência.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin voltam a captar mais US$ 100 mi por dia nos EUA; Ex-diretor da FTX pede 18 meses de prisão

Mercado também começa a se preparar para veredito final da SEC sobre os ETFs de Ethereum à vista
Imagem da matéria: MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

MB e Rappi se unem para celebrar data histórica para Bitcoin com entrega de pizzas a clientes da exchange

A plataforma de ativos digitais também promove campanha para recompensar trades realizados até 4 de junho
Tela de celular mostra logotipo Drex- no fundo notas de cem reais

Banco Central adia Drex para realizar novos de testes de privacidade

BC explica que primeira fase de testes foi focada em elementos de privacidade, mas as soluções encontradas “ainda não estão maduras”