Imagem da matéria: Mastercard anuncia Multi Token Network (MTN) para escalar e proteger a tecnologia blockchain

A Mastercard anunciou nesta quinta-feira (29), o lançamento da Multi Token Network (MTN), um conjunto de recursos básicos desenvolvidos para tornar as transações dentro dos ecossistemas de ativos digitais e blockchain mais seguras, escaláveis e interoperáveis — permitindo mais eficiência para aplicativos de pagamento e para o comércio.

A MTN, uma solução construída para a indústria que a Mastercard está começando a testar, foi desenhada sob “quatro pilares de confiança”, segundo a empresa. E busca atender quatro principais necessidades da indústria:

Publicidade
  1. Confiança na contraparte: A Mastercard Crypto Credential, anunciada em abril, será aproveitada em todas as interações da MTN para oferecer um conjunto de padrões e infraestrutura de verificação comuns, permitindo relações confiáveis entre consumidores e empresas usando redes blockchain.
  2. Confiança no ativo de pagamento digital: A Mastercard se juntou a um grupo de participantes do mercado para explorar uma plataforma de depósito tokenizada por meio de um conceito chamado Rede de Responsabilidade Regulada. A MTN apoiará e complementará esses esforços, permitindo que tokens de pagamento regulamentados alimentem aplicativos financeiros.
  3. Confiança na tecnologia: A escalabilidade das redes blockchain e a interoperabilidade entre elas são tecnologias críticas necessárias para transferências seguras de tokens e ativos. A MTN busca oferecer recursos tecnológicos já aplicados em seu projeto com o Reserve Bank of Australia (RBA), em todos os tokens e redes de pagamento suportados de maneira escalável.
  4. Confiança na proteção do consumidor: A MTN se baseará nos anos de experiência da Mastercard no desenvolvimento de padrões e regras para a rede de cartões a fim de fornecer uma estrutura comum para uma comunidade de usuários com interesses compartilhados. Isso inclui regras claras que priorizam fortes proteções ao consumidor, estabilidade e conformidade regulatória.

“A MTN representa um dos projetos mais ambiciosos da Mastercard no espaço de ativos digitais até o momento”, disse Raj Dhamodharan, vice-presidente executivo de Blockchain e Ativos Digitais. “É uma evolução natural que demonstra nosso compromisso em oferecer uma gama mais ampla de soluções de pagamento seguras, fáceis de acessar e sempre ativas. Nosso objetivo é apoiar a indústria de ativos digitais e as partes interessadas para ajudar a aumentar a confiança em seu futuro.”

A partir do próximo trimestre, a versão beta do MTN estará disponível no Reino Unido e funcionará como um banco de testes para o desenvolvimento de aplicativos piloto ao vivo e casos de uso com instituições financeiras, fintechs e bancos centrais.

A primeira fase dos aplicativos será alimentada por depósitos bancários tokenizados. Com o tempo, a Mastercard planeja disponibilizar MTN em mercados adicionais ao redor do mundo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Projeto de universitários brasileiros ganha R$ 50 mil em hackathon global da Solana

Grupo criou aplicação para conectar via blockchain produtores de energia e estações de abastecimento, com a mira no mercado de carros elétricos