Imagem da matéria: Market maker saca US$ 46 milhões da Binance e Coinbase após ação da SEC
Foto: Shutterstock

A empresa Cumberland, que fornece serviços de trade e liquidez institucionais, retirou 24.850 ETH (US$ 46 milhões) de suas contas na Binance e Coinbase após processos abertos pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). O market maker também realizou o saque de outros criptoativos: AXS, SHIB, COMP, LINK, CRV, AAVE e RNDR. As informações são do portal Lookonchain.

O trader institucional é uma subsidiária do grupo DRW, que oferece o mesmo serviço para o mercado financeiro tradicional. Conforme reportado pelo jornalista Colin Wu (WuBlockchain, no Twitter), Cumberland é um dos maiores market makers em atuação no mercado de criptomoedas e fornece liquidez em criptoativos nas principais plataformas.

Publicidade

Foram retirados 20.000 ETH (US$ 37 milhões) da Coinbase e 4.850 ETH (US$ 9 milhões) da Binance nas últimas 48 horas, além das retiradas de Axie Infinity (AXS), Shiba Inu (SHIB), Compound (COMP), Chainlink (LINK), Aave (AAVE) e Render Network (RNDR).

A Cumberland também anunciou que deixaria de realizar operações com Filecoin (FIL) dada a classificação do criptoativo como valor mobiliário não-registrado pela SEC.

Além das retiradas, dados da plataforma Nansen.ai comentados por WuBlockchain mostram que o market maker retirou mais de US$ 23 milhões em BUSD (stablecoin da Binance), enviando-os diretamente para a Paxos, responsável por realizar a troca de BUSD pelo dólar norte-americano (USD) em um para um.

Antes disso, o trader institucional também havia recebido US$ 90 milhões em USDC da Circle — controladora da stablecoin e responsável por realizar a troca do dólar norte-americano por USDC — que foram depositados US$ 85 milhões e US$ 3,5 milhões na Coinbase e na Binance, respectivamente.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mt. Gox: relembre a ascensão e queda da exchange que vai distribuir bilhões em Bitcoin

Mais de uma década após a maior exchange de Bitcoin do mundo ser hackeada, os credores da Mt. Gox finalmente receberão seus reembolsos; aqui está o que aconteceu
hamster kombat jogo telegram

Hackers tentam roubar criptomoedas de jogadores do Hamster Kombat

Os golpistas têm anunciado falsos airdrops e pré-venda do token que ainda não existe
Moeda de Bitcoin à frente de logo da Mt. Gox

Reembolsos de Bitcoin da Mt. Gox se aproximam: veja as previsões

Já faz uma década, mas não vai demorar muito mais, pois bilhões de dólares em Bitcoin estão a caminho dos credores da falida exchange
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Democratas podem recuperar votos cripto com saída de Biden, segundo especialistas

Novo candidato democrata, ainda a ser definido, está sendo incentivado a reconhecer as criptomoedas como uma tecnologia de força