Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) dispara e atinge maior valor em 11 meses;  Rede global de fraudes deixa prejuízo de US$ 1 bilhão
Shutterstock

O sucesso da atualização Shanghai embala o mercado de criptomoedas pelo segundo dia, com o Ethereum e tokens de “staking” como LDO e RPL liderando os ganhos nesta sexta-feira (14). O clima nas bolsas globais também é de otimismo após a queda dos preços no atacado nos EUA, o que reforçou apostas em uma pausa no aperto monetário. 

O Bitcoin (BTC) avança 1,2% nas últimas 24 horas, para US$ 30.753,70, segundo dados do Coingecko.  

Publicidade

Em reais, o BTC sobe 1,4%, cotado a R$ 151.604,28, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

O Ethereum (ETH) atinge a maior cotação em 11 meses, com alta de 6,1% e negociado a US$ 2.110,12.  

Dogecoin (DOGE) está entre os destaques positivos, com ganho de 6,4% nas últimas horas.  

Além de se beneficiar da maior demanda de investidores pelas chamadas altcoins, a criptomoeda-meme também pode ter recebido impulso com a parceria do Twitter e a plataforma eToro para um novo serviço chamado “$Cashtags”, que vai fornecer aos usuários da rede social preços em tempo real para criptomoedas, ações e outros ativos financeiros. 

Apesar da informação da CNBC de que a integração também incluiria criptomoedas, como Bitcoin, Ethereum e Dogecoin, o recurso ainda não está disponível para consulta, segundo o Decrypt

Um representante da eToro disse ao portal de notícias por e-mail que a empresa detectou “o mesmo problema” ao pesquisar a “cashtag” BTC. “Estamos verificando isso com o Twitter, esperamos que seja resolvido em breve”, disse o porta-voz. 

Solana (SOL) registra valorização de 3,8% nas últimas 24 horas e dispara 23% em sete dias. A Solana Labs, empresa por trás da blockchain Solana, informou que o smartphone Saga, que vai incorporar ferramentas cripto, será colocado à venda a partir de 8 de maio. 

Publicidade

token ARB, da rede Arbitrum, dá um salto de 17%. Com apenas um dia restante para os votos de governança serem lançados, a proposta da blockchain que visa devolver 700 milhões de tokens ARB “alocados injustamente da DAO à Fundação” deve ser rejeitada pela maioria, de acordo com o The Block. 

Outras altcoins também são negociadas no azul nesta sexta, entre elas BNB (+2,9%), XRP (+3,6%), Cardano (+6,5%), Polygon (+3,6%), Polkadot (+4%), Shiba Inu (+1,9%) e Avalanche (+1,5%).  

Retiradas de Ethereum 

Investidores enfrentam atrasos para sacar seus ETH depositados na blockchain Ethereum após a atualização de software Shangai, conforme a Reuters

A atualização desbloqueou mais de US$ 30 bilhões em Ethereum, a segunda maior criptomoeda, que usuários depositaram na rede para validar transações em troca de recompensas. 

Até a quinta-feira (13), cerca de US$ 1,4 bilhão em ETHs estavam à espera na fila para saques, de acordo com a empresa de dados de blockchain Nansen. 

Publicidade

Os atrasos se devem aos limites no volume de transações que a blockchain pode processar, disse à Reuters por e-mail Martin Lee, analista da Nansen. A rede pode processar aproximadamente 1.800 retiradas de validadores, disse, ou cerca de US$ 115 milhões. 

“Em um cenário extremo, se não houver limites e a grande maioria dos validadores sair, a rede Ethereum ficará vulnerável a ataques e maus atores”, explicou. 

No entanto, os atrasos não freiam o rali do Ethereum e de outros tokens de protocolos de staking líquido. O RPL, da Rocket Pool, por exemplo, decola quase 18% nas últimas 24 horas. 

“O ETH permanece no mesmo canal de tendência ascendente desde o início do ano. Se a situação macro não piorar, é improvável que a tendência atual mude no futuro próximo, apesar do fato de que a pressão vendedora aumentará nas próximas semanas devido ao desbloqueio da liquidez”, disse ao CoinDesk lya Volkov, da plataforma de serviços cripto YouHodler. 

Bitcoin hoje 

A disparada do Ethereum acima de US$ 2 mil após a Shangai derrubou a dominância do Bitcoin em relação a um recorde de quase dois anos, acordo com dados do TradingView

Publicidade

A taxa de dominância do BTC subiu para 49,06% no início da quarta-feira (12), de acordo com dados do TradingView, mas depois recuou para 48,12% com o aumento do preço do ETH. A última vez que a métrica esteve em torno do nível de 49% foi em julho de 2021, há cerca de 21 meses, mostra o TradingView.

O domínio do ETH, por outro lado, avançou para 19,87% na quinta-feira (13), marcando o maior patamar em um mês.

Ainda assim, a maior criptomoeda continua a ter preferência nos mercados tradicionais globais. 

A Bolsa de Londres se uniu à Global Futures and Options para oferecer as primeiras negociações e compensação regulamentadas no Reino Unido em futuros de índices de Bitcoin e derivativos de opções, disseram as empresas na quinta-feira. 

Presidente da SEC sob pressão 

Nos EUA, o presidente da SEC, Gary Gensler, foi alertado de que pode ser intimado se o regulador não fornecer informações relacionadas às acusações feitas contra Sam Bankman-Fried, fundador da exchange cripto FTX, conforme o The Block

O presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA, Patrick McHenry, e Bill Huizenga, chefe do painel de supervisão desse comitê, querem acesso ao memorando da equipe com as acusações de Bankman-Fried, bem como outras informações relacionadas às queixas apresentadas pela agência contra o magnata falido, que também foi acusado criminalmente por promotores dos EUA. 

Enquanto isso, em um seminário na Universidade Princeton, o presidente da CFTC, Rostin Behnam, voltou a criticar a Binance, dizendo que a maior corretora cripto do mundo burlou intencionalmente as regras da agência, que recentemente abriu um processo contra a empresa e seu CEO, Changpeng “CZ” Zhao. 

Publicidade

Golpe global 

Há mais de um ano, a rede BBC está investigando uma rede global de fraude de trading formada por centenas de diferentes marcas de investimento e liderada por empresários, que aplicou golpes que totalizaram mais de US$ 1 bilhão em clientes. 

A rede é conhecida pela polícia como grupo Milton, nome originalmente usado pelos golpistas, mas que foi abandonado em 2020. 

Foram identificadas 152 marcas, entre elas uma empresa chamada Solo Capitals, que usa criptomoedas, que parecem fazer parte da rede. O esquema opera tendo como alvo investidores e aplicando golpes de milhares —ou em alguns casos centenas de milhares— de libras. 

Outros destaques das criptomoedas  

A Uniswap Labsempresa por trás da plataforma de negociação DeFi Uniswap, garantiu um lugar na App Store para seu aplicativo Wallet, informou o Decrypt. O app Uniswap Wallet para iOS agora está disponível para usuários nos EUA, Reino Unido e França, permitindo que usuários negociem criptoativos na rede Ethereum, bem como na Polygon, Arbitrum e Optimism, além de outros recursos, segundo comunicado. 

Depois de superar obstáculos para receber o sinal verde da Apple nos países selecionados, ainda não se sabe se ou quando a gigante de tecnologia vai aprovar o aplicativo da Uniswap para uso em outras regiões. 

A Canon USAdivisão americana da gigante global de câmeras e imagensprepara a estreia de um marketplace de tokens não fungíveis (NFTs) baseado na Ethereum com foco em fotografias no final deste ano. Cadabra, um marketplace com curadoria de fotografias tokenizadas, vai abrir espaço para o lançamento de coleções de fotos e contar com um mercado secundário para revender os NFTs. A Canon também pretende oferecer impressões físicas das imagens. 

Ainda no mercado de NFTs, a Mastercard lançou o Music Pass NFTque oferece uma série de benefícios aos colecionadores. A oferta ocorre na Polygon, e os titulares do passe da Mastercard terão acesso a conteúdo de música e experiências exclusivas. O programa foi desenvolvido para ajudar artistas participantes a aproveitar a tecnologia da web3 para promover seus projetos. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
tornado cash 1

Desenvolvedor do Tornado Cash é condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro

“O Tornado Cash, em sua natureza e funcionamento, é uma ferramenta destinada a criminosos”, disse um dos juízes ao condenar Alexey Pertsev
Donald Trump ex-presidente dos EUA

Donald Trump recebe compradores de seus NFTs em jantar de luxo

O ex-presidente resolveu aproveitar o dia de folga do Tribunal de Nova York para receber os apoiadores no resort de luxo Mar-a-Lago
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto