Imagem da matéria: Manhã cripto: enquanto investidores esperam decisão do FED, Bitcoin e altcoins ensaiam tímida alta
Foto: Shutterstock

O mercado de criptomoedas opera na expectativa da reunião nesta quarta-feira (4) do Federal Reserve (FED), banco central dos Estados Unidos, determinado a elevar as taxas de juros para combater a inflação no país. O Bitcoin (BTC) sobe 1,2% nas últimas 24 horas, para US$ 38.918, mostram dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) se mantém parado, com um positivo de 0,1%, cotado a US$ 2.836. 

No Brasil, o Bitcoin tem queda de 0,5%, negociado a R$ 194.013, segundo o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).

Publicidade

As principais altcoins também operam em leves altas como Binance Coin (+0,6%), Terra (+2,8%), Cardano (+2%), Polkadot (+1,8%) e Avalanche (+0,3%).

Dogecoin (DOGE) e Shiba Inu (SHIB) estão estacionados. Solana em leve queda de 0,3%.

“Os criptoativos têm perdido regiões de suporte, o que pode se traduzir em mais movimentos de queda nos próximos dias, com as altcoins caindo em ritmo mais acelerado do que o BTC. O próximo suporte mais relevante está em US$ 35 mil, enquanto a resistência está na região entre US$ 40 mil e US$ 42 mil”, disse Lucas Passarini, especialista em trading de criptoativos do Mercado Bitcoin, citado pelo Money Times

O Bitcoin havia terminado a terça-feira em direção oposta às bolsas dos EUA. Tanto o S&P 500 quanto o Nasdaq 100 subiam, enquanto a criptomoeda permanecia em território negativo. 

Decisão do Fed 

O movimento chamou a atenção de traders, já que as criptomoedas têm seguido os passos das ações nas últimas semanas. Investidores aproveitam para realizar lucro à espera da decisão do Federal Reserve, prevista para as 15h de Brasília. O aumento dos juros de 0,5 ponto percentual está precificado por muitos operadores, mas o mercado vai buscar pistas sobre o ritmo de aperto monetário nos próximos meses e da redução do balanço do Fed para avaliar o impacto no nível de liquidez. 

No âmbito geopolítico, o destaque nesta manhã é a proposta da União Europeia de suspender totalmente as importações de petróleo russo pelos próximos seis meses, segundo o New York Times. 

Publicidade

“O Bitcoin continuará sendo negociado como um ativo de risco até que ocorram mais avanços com a rede Lightning”, disse ao CoinDesk Edward Moya, analista sênior da Oanda. “O Bitcoin precisa de um novo catalisador, e o avanço da rede de pagamentos ‘peer-to-peer’ pode ser necessário para revitalizar os ‘cripto bulls”, afirmou em referência a investidores que apostam em ganhos para os criptoativos. 

Mercado entediado 

De fato, analistas e observadores dizem que a estreita faixa de negociação do Bitcoin recentemente tem sido marcada pelo “tédio”. Em abril, esse intervalo foi o mais estreito desde setembro de 2020, de acordo com a Bloomberg. E a moeda digital oscilou em uma banda de 5% pela sétima sessão consecutiva, uma calmaria vista pela última vez em 19 de janeiro. Muitos dizem que algo emocionante precisa acontecer para tirar o mercado cripto do atual estado letárgico. 

Outros destaques 

O primeiro empréstimo do Goldman Sachs garantido por Bitcoin foi concedido para a exchange Coinbase Global. O acordo com o Goldman “é um primeiro passo no reconhecimento de criptos como colateral, o que aprofunda a ponte entre as economias fiduciária e cripto”, disse Brett Tejpaul, chefe da Coinbase Institutional, em resposta por email à Bloomberg. Os termos do empréstimo não foram revelados, mas a Coinbase tinha US$ 183 milhões em Bitcoin no fim de 2021, segundo o balanço. 

Elon Musk, que selou um acordo para fechar o capital do Twitter em uma aquisição de US$ 44 bilhões, disse a potenciais investidores que poderia realizar um IPO da plataforma em menos de três anos após a compra, disseram fontes ao Wall Street Journal

Publicidade

A MicroStrategy registrou perdas contábeis relativas à depreciação de ativos digitais de US$ 170,1 milhões de janeiro a março, acima dos US$ 146,6 milhões no quarto trimestre, de acordo com balanço da empresa de software de análise. A MicroStrategy tinha 129.218 bitcoins no fim de março, o equivalente a quase US$ 5 bilhões considerando os preços atuais. 

A Riot Blockchain, um dos maiores mineradores de Bitcoin negociados em bolsa, levantou cerca de US$ 10 milhões em abril com a venda de 250 bitcoins em meio aos planos de expansão. Em março, a empresa também vendeu 200 bitcoins por US$ 9,4 milhões, segundo o CoinDesk

A MB Digital Assets (MBDA) – empresa do ecossistema do Mercado Bitcoin – disponibilizou na terça-feira (3), em parceria com a Consorciei, 25.133 novos tokens de cotas de consórcio (CSCONS02), com valor unitário de R$100. Vitor Delduque, diretor de Novos Negócios da gestora, disse ao Valor Investe que a comercialização de consórcios contemplados é interessante para o cliente que precisa de liquidez imediata. Por lei, administradoras de consórcio tem até 180 dias para disponibilizar o recurso. 

A tecnologia do blockchain foi apontada pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) como um dos alicerces para uma nova agricultura brasileira, ao lado de inovações com biotecnologia e produção sustentável. 

Algorand é a mais nova empresa do setor de criptomoedas a se tornar patrocinadora da Copa do Mundo da FIFA, que será realizada em novembro no Catar. Com o acordo, a Algoran será a plataforma blockchain oficial da FIFA, segundo comunicado. O token nativo (ALGO), da Algorand, chegou a subir 17% após a notícia, mas perdeu fôlego. 

Publicidade

Regulação, Cibersegurança e CBDCs 

Hester Peirce, comissária da SEC dos EUA, criticou os planos da agência de contratar 20 pessoas para a equipe de supervisão da indústria cripto. Peirce, conhecida como “Crypto Mom” por sua postura favorável aos criptoativos, tuitou: “A SEC é uma agência reguladora com uma divisão de fiscalização, não uma agência de fiscalização.” 

No Brasil, a Polícia Federal desarticulou na terça-feira (3) uma organização criminosa que promovia uma pirâmide financeira ao oferecer investimentos em criptomoedas. Segundo nota da PF, o negócio pode ter causado prejuízo de cerca de R$ 15 milhões a investidores. 

O Rio de Janeiro será sede da primeira edição do Web Summit fora da Europa. O evento sobre tecnologia, que costuma ser realizado anualmente em Lisboa, chegará à capital carioca entre os dias 1º e 4 de maio de 2023, conforme o InfoMoney. 

Metaverso, Games e NFTs 

O caos causado na blockchain Ethereum devido à venda de terrenos virtuais do metaverso Otherside e o colapso da rede Solana por sete horas no fim de semana reacenderam o debate sobre as taxas e processos de compra enfrentados por investidores para realizar transações ou cunhar novos ativos, destacam Emily Nicolle e Jialian David Pan em newsletter da Bloomberg.  

A Solana indicou que pode mudar sua estrutura de taxas, o que pode sinalizar custos maiores e reduzir o apelo da rival da Ethereum. Além disso, muitos que compraram “Otherdeeds” (tokens não fungíveis que representam as escrituras para os terrenos) podem perder dinheiro caso decidam vendê-los agora devido à desvalorização dos preços. 

As vendas de NFTs atingiram uma média diária de cerca de 19.000 nesta semana, queda de 92% em relação ao pico de cerca de 225.000 em setembro, de acordo com dados do site NonFungible publicados pelo Wall Street Journal

Publicidade

NFTs de mulheres que marcaram seu tempo, como a da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, serão leiloados para doações a ONGs, segundo a Folha. As ilustrações de Manu Cunhas são comercializadas na plataforma Impact Woman NFT. 

A Dux, startup brasileira de jogos no blockchain, disse que recebeu o primeiro investimento em uma empresa brasileira feito pela Animoca Brands, famosa por apostar em projetos como o jogo play-to-earn Axie Infinity, conforme a Exame. 

A suíça Dfinity Foundation, desenvolvedora da blockchain Internet Computer, abriu um processo contra a Meta por violação de marca registrada num tribunal americano, alegando que o logo de ‘looping’ da dona do Facebook lembra muito o símbolo do infinito da Dfinity. 

O site de notícias cripto Decrypt captou US$ 10 milhões em uma rodada de financiamento e anunciou sua cisão da aceleradora e incubadora ConsenSys Mesh. Com os recursos, o Decrypt. agora avaliado em US$ 50 milhões, planeja reforçar a equipe de repórteres e desenvolver um estúdio baseado em web3 com NFTs e ferramentas para o metaverso. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

Como um trader cripto ganhou mais de US$ 100 mil com apenas dois tuítes

“Somente em criptomoeda.” A memecoin Pacmoon recompensou um usuário com um grande airdrop – que foi maior do que o esperado graças ao erro de um amigo
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”
Imagem da matéria: Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Ethereum Rio: Começa hoje evento que promove ecossistema da segunda maior criptomoeda do mundo

Evento Ethereum Rio ocorre entre os dias 13 e 15 de maio no Porto Maravalley, Rio de Janeiro