Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum
Shutterstock

A quinta-feira (23) promete ser agitada para o mercado de criptomoedas à medida que hoje se encerra o prazo para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) decidir de uma vez por todas se aprova ou não o lançamento de ETFs de Ethereum à vista.

O ether segue sua tendência de alta, subindo mais 2,5% nas últimas 24 horas para ser negociado atualmente a US$ 3.823. Na semana, a criptomoeda acumula ganhos de 27%, o que representa sua melhor corrida de alta desde maio de 2021.

Publicidade

Já o Bitcoin (BTC) apresenta pouca alteração no último dia, ainda cotado pouco abaixo do nível de US$ 70 mil. Uma queda de 1% no dia leva sua cotação para US$ 69.535. Em reais, o BTC sobe 0,7% no dia, negociado a R$ 360.072, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB).   

Projeto de lei cripto avança nos EUA

No fim da tarde de quarta-feira (22), os parlamentares da Câmara dos EUA votaram a favor de um projeto de lei que regula a estrutura do mercado de criptomoedas no país, se eventualmente se tornar lei. 

O projeto cria uma estrutura federal para a regulamentação de ativos digitais, estabelecendo jurisdição entre a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) e a SEC. 

Chamada de “Lei de Inovação e Tecnologia Financeira para o Século 21”, ou FIT21, a medida foi aprovada pela Câmara dos Representantes com uma votação de 279-136, sendo 208 membros republicanos votando a favor do projeto, bem como 71 democratas, informou o Decrypt.

Publicidade

O feito mostra que há apoio bipartidário por trás do FIT21 e mudanças estão acontecendo em relação às criptomoedas entre os legisladores norte-americanos. Também enfraquece o presidente da SEC, Gary Gensler, que, pouco antes da votação, criticou publicamente o projeto de lei que dá à CFTC autoridade regulatória sobre commodities de ativos digitais. 

Seguindo a toada de Gensler, o presidente dos EUA, Joe Biden, também criticou a proposta, apontando  a falta de proteções suficientes para investidores e pedindo uma “estrutura regulatória abrangente e equilibrada”.

No momento da votação, o presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara (HSFC), Patrick McHenry (R-SC), defendeu a lei argumentando que ela resolve um impasse entre SEC e CFTC, que hoje brigam pelo controle das criptomoedas. 

“Eles criaram uma situação impossível onde as mesmas empresas estão sujeitas a ações de fiscalização concorrentes e contraditórias por parte das duas agências diferentes, deixando os consumidores para trás, deixando os inovadores para trás”, continuou. “O FIT21 resolve isso.”

Publicidade

 Já deputados críticos ao projeto de lei, como Brad Sherman (D-CA), apontaram que as mudanças na definição de um valor mobiliário “serviriam como uma punhalada nos mercados de cem trilhões de dólares que impulsionam nossa economia”. 

Gestoras atualizam propostas de ETF de Ethereum

Nas últimas 24 horas, uma longa lista de gestoras de criptomoedas apresentaram documentos à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) para garantir a aprovação dos ETFs de Ethereum à vista.

Segundo o Decrypt, BlackRock, Fidelity, VanEck, Invesco/Galaxy, Ark/21Shares, Grayscale e Franklin Templeton são as empresas que enviaram ao regulador formulários 19b-4 atualizados, usados para informar a SEC sobre uma mudança de regra em um registro.

A análise desses registros acontece em um dia decisivo, já que nesta quinta-feira (23) encerra o prazo de avaliação da SEC sobre o produto da VanEck. No total, nove gestoras esperam lançar um ETF de Ethereum nos Estados Unidos.

Fontes próximas à SEC disseram à Fox Business que a comissão tem se inspirado em decisões judiciais recentes e em sua decisão anterior de permitir a negociação de ETFs futuros de Ethereum, enquanto considera se deve conceder permissão para que nove fundos comecem a ser negociados. O mais urgente para a SEC é tomar uma decisão sobre os registros da bolsa Cboe para listar os ETFs da VanEck e Ark/21Shares.

Publicidade

Se a aprovação do ETF de Ethereum se concretizar, pode desencadear uma alta de até 60% para a criptomoeda nos próximos meses, segundo os analistas da QCP Capital.

“Com a volatilidade implícita de sexta-feira acima de 100%, o mercado espera fogos de artifício. O ETF da VanEck foi listado pelo DTCC. Acreditamos que a aprovação agora é altamente provável, com negociação prevista para a próxima semana”, disseram os analistas no Telegram.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

IA e mineração de Bitcoin vão obrigar rede elétrica do Texas a crescer mais que o previsto

CEO da ERCOT, que controla a rede elétrica do Texas, disse que nos próximos seis anos a capacidade do estado vai precisar praticamente dobrar
Cláudio Barbosa, um dos criadores da pirâmide Trust Investing

Foragido desde 2022, único líder da Trust Investing que escapou é preso em Santa Catarina

Cláudio Barbosa foi a pessoa responsável por negociar diretamente com a GAS Consultoria e o “Faraó do Bitcoin”
Imagem da matéria: Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Regulação das criptomoedas ficará pronta em 2025, diz diretor do Banco Central

Segundo o diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, o regulador deve fazer uma segunda consulta pública sobre a regulação das criptomoedas em setembro
Imagem da matéria: Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Hacks de criptomoedas roubaram US$ 19 bilhões desde 2011 e atividades ilegais seguem crescendo

Relatório da Crystal Intelligence mostra que em 13 anos ocorreram 785 casos de roubos de criptomoedas, no valor total de US$ 19 bilhões