Imagem da matéria: Manhã cripto: Bitcoin (BTC) tem alta interrompida, FTX começa entrada na Inglaterra e expectativa para bonds de El Salvador
Foto: Shutterstock

O mercado de criptomoedas pisa no freio após o rali que levou o Bitcoin (BTC) ao maior nível do ano. Na manhã desta quarta-feira (30), a maior criptomoeda por valor de mercado é negociada com pouca variação (queda de 0,6%), cotada a US$ 47.245 nas últimas 24 horas, mostram dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH), segunda maior criptomoeda, é negociado a US$ 3.406,85, com queda de 1%.

No Brasil, o Bitcoin recua 0,6%, para R$ 226.647, segundo o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).  

Publicidade

A pausa dos investidores de moedas digitais contrasta com o desempenho das bolsas americanas na terça-feira, que subiram em meio aos sinais de avanço das negociações entre Rússia e Ucrânia, apesar dos contínuos combates. 

Jeff Dorman, diretor de investimentos da gestora de criptoativos Arca, disse à Bloomberg que, na série histórica, ativos de risco tendem a subir depois de um aumento dos juros pelo Federal Reserve, que elevou as taxas no início do mês. 

Mais de US$ 230 milhões em posições vendidas em produtos alavancados em Bitcoin foram liquidadas desde segunda-feira, segundo dados da Coinglass. Alguns analistas acreditam que agora investidores estão prontos para voltar a apostar no mercado de ativos digitais, incentivados por grandes compras de Bitcoin, como o acúmulo de reservas de BTC pela Luna Foundation Guard, de Singapura. 

“Existe uma mudança no ambiente macro, pois muitos investidores estão considerando o Bitcoin como sobrecomprado na faixa entre US$ 30 mil e US$ 40 mil”, disse Isaac Tebbs, CEO da CryptoBoost, ao Decrypt via e-mail. “Isso pode estar acontecendo por conta da diminuição no receio em relação à Rússia e covid-19.” 

Mas Pratik Gandhi, líder de marketing na Covalent, diz que é muito cedo para celebrar o fim da turbulência. Para ele, o Bitcoin precisaria manter os atuais ganhos por pelo menos mais uma semana para consolidar a tendência. 

Publicidade

Entre as maiores criptomoedas, a maioria é negociada em terreno negativo como Binance Coin (-0,1%), XRP (-1,6%), Avalanche (-0,5%), Cardano (-2%), Dogecoin (-1,7%), Polkadot (-0,8%) e Shiba Inu (-0,5%), segundo dados do CoinGecko. Terra (LUNA) vai na contramão, com alta de 3,3%, enquanto Solana mostra pouca variação. 

Outros destaques 

Evento gratuito: O Portal do Bitcoin promove nesta quarta-feira (30) o Summit, uma série gratuita de debates e palestras online com dicas para captação de investimentos no ecossistema das blockchains. O evento conta com a participação de Chaim Finizola, fundador da Credix, Daniel Cunha, diretor executivo de Desenvolvimento Corporativo do grupo 2TM, e Bruno Diniz, consultor e fundador da Spiralem. Inscreva-se aqui.  

Empréstimo garantido por Bitcoin: A MicroStrategy, empresa de software controlada pelo empresário Michael Saylor, fez um empréstimo garantido pela primeira vez por suas alocações em ativos digitais para comprar mais Bitcoin. A Tysons Corner, unidade da MacroStrategy, recebeu um empréstimo de três anos de US$ 205 milhões de uma divisão do Silvergate Bank, disseram as empresas em comunicado na terça-feira. O empréstimo é garantido por US$ 820 milhões em Bitcoin, segundo a Bloomberg

Caixas cripto no Carrefour: A rede de supermercados irá instalar quatro caixas eletrônicos de criptomoedas no Brasil até o fim deste mês. A informação foi divulgada pela Coin Cloud, operadora desse tipo de máquina que fechou uma parceria com a varejista. A primeira unidade já foi inaugurada no Jardim Pamplona Shopping, em São Paulo. 

Publicidade

Contratação na Hashdex: Laurent Kssis deixou a 21Shares para comandar os planos de expansão da gestora de criptoativos Hashdex na Europa. Kssis até então era diretor-gerente e chefe global de produtos negociados em bolsa na 21Shares, onde listou cerca de 25 ETPs de criptomoedas em várias bolsas europeias, de acordo com a Bloomberg. A empresa vai contar com equipes em Londres, Paris, Lisboa e Zug (Suíça). 

Robinhood amplia horário: A Robinhood Markets disse que vai estender o horário de negociação das 7h às 20h de Nova York, noticiou o Wall Street Journal. Em comunicado, a empresa disse que está atendendo à demanda de usuários, que migraram para o aplicativo em meio ao maior interesse pelas chamadas ações meme e criptomoedas durante a pandemia. A plataforma tem planos de oferecer negociações 24 horas todos os dias da semana, mas não informou o prazo para tal mudança. 

Revolut no Brasil: A empresa britânica de tecnologia financeira, avaliada em US$ 33 bilhões no ano passado, contratou Glauber Mota do Banco BTG Pactual para comandar seu escritório em São Paulo, disse Mota em entrevista à Bloomberg. A Revolut vai estrear no país oferecendo aos brasileiros contas globais que prometem baratear transferências de dinheiro e pagamentos no exterior. 

Emissão de El Salvador: Pessoas a par dos planos do governo de El Salvador de emitir US$ 1 bilhão em títulos atrelados a Bitcoin apostam no apelo para grandes investidores do universo cripto, as chamadas baleias, independentemente dos retornos comparativamente baixos e das incertezas em torno da emissão, segundo o Financial Times

Exchanges 

Nova exchange em Dubai: BitOasis, uma exchange de criptomoedas focada no Oriente Médio com sede nos Emirados Árabes Unidos, recebeu aprovação provisória do novo regulador de criptoativos de Dubai, que neste mês promulgou a primeira lei para regular ativos digitais e criou a Autoridade Reguladora de Ativos Virtuais (VARA, na sigla em inglês) para monitorar o setor, noticiou a Reuters

Publicidade

FTX no Reino Unido: A FTX Europe, o braço recém-criado da exchange FTX, busca se expandir no Reino Unido em meio ao iminente aperto dos reguladores. “Estamos apenas começando as discussões com a FCA (Autoridade de Conduta Financeira)”, disse Patrick Gruhn, chefe da FTX Europe, em entrevista ao CoinDesk na terça-feira. O país estabeleceu o prazo de 31 de março para que empresas de criptomoedas se registrem na FCA. 

Regulação, Segurança e CBDCs 

Rombo de US$ 600 milhões: A Ronin, blockchain paralela do Ethereum desenvolvida para o game de NFTs Axie Infinity, foi alvo de hackers que roubaram cerca de US$ 600 milhões em criptomoedas de sua “ponte” – software que permite a conversão de tokens para serem usados em outra rede. A desenvolvedora Sky Mavis anunciou que a invasão ocorreu na última quarta-feira (23), mas só foi descoberta na terça (29). 

Incerteza sobre DeFi: As finanças descentralizadas, embora devam crescer e se tornar cada vez mais integradas à economia global, não irão substituir o sistema financeiro tradicional, disse na terça-feira a head de inovação e finanças do Fórum Econômico Mundial, Drew Propson. Para ela, as pessoas ainda têm receio sobre questões relacionadas à privacidade das transações em caso de adoção das moedas digitais de bancos centrais, segundo o Valor

Metaverso, Games e NFTs 

Aposta em startups: A 2TM, holding que controla o Mercado Bitcoin, anunciou na terça-feira (29) um investimento na Nano Art Market, que quer lançar um marketplace de NFTs de arte digital. Até agora, a 2TM já investiu US$ 31 milhões, algo em torno de R$ 150 milhões, em 15 diferentes startups. Quatro delas de NFTs, conforme a Veja. 

NFTs de Marcelo Bonfá: O baterista da Legião Urbana e artista visual planeja uma exposição online de tokens não fungíveis em abril. Em entrevista ao Portal do Bitcoin, o músico disse que as obras estarão disponíveis tanto em formato digital em alta resolução quanto impressas em metacrilato. 

NFT da bofetada: Demorou menos de 24 horas desde o momento em que Will Smith deu uma bofetada em Chris Rock na cerimônia do Oscar para que uma criptomoeda fosse cunhada comemorando o drama. A Will Smith Inu chegou a subir 469% em 24 horas, segundo a Fortune

Publicidade

Integração: A OpenSea, maior plataforma de negociação de NFTs do mundo, anunciou na terça-feira, 29, a integração com NFTs criadas na blockchain Solana, noticiou a Exame. Um dos maiores concorrentes do Ethereum, o protocolo promete maior rapidez nas transações com menor custo. 

Mercado de arte: As vendas internacionais de arte mostraram “forte” recuperação em 2021, após um ano impactado pela pandemia, de acordo com o Art Basel & UBS Global Art Market Report, publicado pelo New York Times. As vendas de NFTs relacionados a obras de arte aumentaram mais de cem vezes em relação ao ano anterior, atingindo US$ 2,6 bilhões, diz o relatório com base em dados da NonFungible.com. 

Esportes 

Parceria Messi-Socios.com: Lionel Messi assinou um acordo de US$ 20 milhões com a Socios para se tornar o embaixador global da plataforma de fan tokens, disse uma fonte à Reuters. Messi, que joga no Paris-Saint Germain, vai promover a empresa pelos próximos três anos. “Os torcedores merecem ser reconhecidos por seu apoio”, disse Messi em comunicado.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Mercado Bitcoin deixa ABcripto por diferença de valores e possível entrada futura da Binance

Mercado Bitcoin deixa ABcripto por diferença de valores e possível entrada futura da Binance

“Não queremos estar lá quando a Binance estiver associada, porque estamos no espectro totalmente oposto”, diz CEO Reinaldo Rabelo
Bandeira do Japão com moedas de bitcoin

Empresa japonesa intensifica compra de Bitcoin em meio ao baixo crescimento econômico

A Metaplanet Inc. comprou mais 42 BTC, avaliados em US$ 2,4 milhões, enquanto a economia do Japão enfrenta ventos contrários
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

Manhã Cripto: ETFs de Bitcoin chegam ao 9º dia consecutivo de entradas

Os ETFs de Bitcoin negociados nos EUA já captaram US$ 1,9 bilhão nos últimos nove dias
Imagem da matéria: Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta segunda (15)

Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta segunda (15)

Procurando o combo diário e o código cifrado de segunda-feira, 15 de julho? Aqui está o que você precisa para ganhar moedas no jogo Hamster Kombat do Telegram