Imagem da matéria: Manhã cripto: Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) avançam após notícia que Rússia pode aceitar cripto por petróleo
Foto: Shutterstock

Nesta sexta-feira (25), as maiores criptomoedas por valor de mercado dão continuidade aos ganhos da sessão anterior, enquanto as altcoins pisam no freio. O Bitcoin (BTC) tem alta de 2,7% nas últimas 24 horas, cotado a US$ 44.089, segundo dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) sobe 3,1%, negociado a US$ 3.135. 

No Brasil, o Bitcoin avança 2,1%, para R$ 213.566, segundo o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).  

Publicidade

A maioria das criptomoedas teve uma quinta-feira de ganhos em reação à notícia de que a Rússia poderia aceitar que países como China e Turquia paguem petróleo e outros recursos naturais com Bitcoin e outras moedas. A possibilidade foi levantada por Pavel Zavalny, presidente do comitê de Energia da Duma (câmara baixa do Parlamento russo), durante coletiva de imprensa

A Cardano opera em baixa de 0,8% depois do salto de 19% na quinta-feira com o anúncio de que a Coinbase está oferecendo “staking” do token.

Dogecoin opera em queda de 3,7% após subir dois dígitos com a notícia de que a Bitcoin of America acrescentou o token a seus caixas eletrônicos de criptomoedas.  

Entre as outras criptomoedas, a sexta-feira é de perdas e ganhos: Binance Coin em alta de +0,8%, XRP (+0,4%), Avalanche (+0,4%), Terra (-1,8%), Solana (+4,1%), Polkadot (+1%) e Shiba Inu (-0,9%).  

Nesta semana, dois anúncios mostraram o apetite de investidores institucionais. O Goldman Sachs divulgou sua primeira negociação de opções criptomoedas no mercado de balcão, enquanto o banco de investimento Cowen lançou uma divisão de ativos digitais para oferecer soluções de negociação e custódia de moedas virtuais. Em sete dias, o Bitcoin acumula valorização de 7,6%, enquanto o Ethereum registra ganho de 11,5%, mostram dados do CoinGecko. 

Publicidade

Mas alguns observadores do mercado dizem que a narrativa predominante é a batalha entre investidores de longo e curto prazo. Traders de longo prazo têm entrado no mercado durante as baixas, enquanto os de curto prazo aproveitam os ralis para vender. Com isso, o Bitcoin não deslancha, disse Noelle Acheson, chefe de insights de mercado da Genesis Global Trading, em entrevista à Bloomberg

Guerra Rússia-Ucrânia 

Em encontro com líderes europeus em Bruxelas na quinta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, mencionou a possibilidade de excluir a Rússia do G20, segundo o New York Times. O presidente americano também disse que irá doar US$ 1 bilhão para ajudar refugiados ucranianos e receber 100 mil imigrantes da Ucrânia. 

Em entrevista ao CoinDesk, Michael Chobanian, fundador da exchange de criptomoedas ucraniana Kuna, disse que a União Europeia deveria investigar se a Binance está “cooperando” com o governo russo para escapar das sanções. Quando perguntado se tem provas para suas alegações, Chobanian disse: “Claro que não temos provas, já que é uma ‘caixa fechada’”.  

Outros destaques 

Riscos de airdrops: A distribuição de tokens tem se mostrado “uma ferramenta muito eficaz para criar uma comunidade e ‘momentum’ em torno de um projeto”, segundo análise da empresa de dados de negociação cripto Kaiko. “No entanto, os airdrops não estão isentos de riscos”, destaca a empresa, com a alta dos preços dos tokens no curto prazo seguida de declínio constante. No caso do ApeCoin, a quantidade em circulação aumentará em intervalos regulares ao longo de um período de 48 meses, o que eleva o risco de diluir o valor dos tokens distribuídos anteriormente, destaca a Bloomberg

Publicidade

Gás para mineração: Um programa piloto da Exxon Mobil está desviando o excedente de gás natural que seria queimado (prática conhecida como “flaring”) de poços de petróleo de Dakota do Norte para operações de mineração de criptomoedas. A petroleira também estuda aplicar o método no Alaska, Nigéria, Argentina, Guiana e Alemanha, disseram fontes à Bloomberg. O projeto piloto, lançado em janeiro de 2021 e expandido em julho, conta com parceria da Crusoe Energy Systems. A Exxon não quis comentar “rumores e especulações sobre o projeto piloto”.  

Perfil do investidor cripto: Os jovens representam a maior parte dos investidores de criptomoedas, de acordo com dados levantados pelo cryptobank Monnos. A plataforma tem mais de 45 mil usuários, espalhados por 118 países – entre estes, 67% estão na faixa etária entre 18 e 25 anos. Na B3, por exemplo, os investidores mais jovens, entre 16 e 25 anos, são apenas 12% dos CPFs da bolsa brasileira, conforme o Estadão

Regulação, Segurança e CBDCs 

Desafios da regulação no Brasil: O Valor Econômico, em parceira com o Mercado Bitcoin, promoveu na quinta-feira o Fórum Regulação Moedas Digitais. Para Edison Fernandes, advogado e professor da FGV Direito – SP, a necessidade da intervenção do Estado para assegurar as transações com ativos digitais requer a regulação desse mercado, com constante observância de regras de governança e de relacionamento com os diversos stakeholders.

Open finance: O Conselho Monetário Nacional aprovou na quinta-feira o lançamento oficial do projeto open finance, nova nomenclatura para o que até então estava sendo tratado principalmente pelo termo open banking. Segundo o Banco Central, a mudança reforça que o modelo brasileiro de sistema financeiro aberto abarcará não apenas produtos bancários tradicionais, mas também serviços financeiros como câmbio, seguros e previdência, noticiou a Exame

Contas falsas: Aproveitando-se de frequentes exposições de bases de dados, hackers criaram 500 mil contas falsas com emails vazados no Brasil em 2021, ano em que o país registrou 3,7 tentativas de fraude online por minuto, segundo estudo elaborado pelo AllowMe. Programas de fidelidade, instituições bancárias tradicionais, fintechs, sistemas de avaliações online e criptomoedas, nesta ordem, foram os segmentos mais afetados por ameaças de transações maliciosas, mostra estudo publicado pela Folhapress

Publicidade

BoE de olho em cripto: O Banco da Inglaterra começou a esboçar o primeiro macro regulatório do Reino Unido para criptoativos, segundo a Reuters. Embora o setor ainda seja pequeno, aponta o BC britânico, seu rápido crescimento pode representar riscos para a estabilidade financeira no futuro se não for regulamentado, de acordo com comunicado publicado na quinta-feira (24).

Metaverso, Games e NFTs 

Lançamento lucrativo: A Lumx Studios, startup brasileira especializada em metaverso e NFTs, faturou R$ 2 milhões em 24 horas após o lançamento da 55Unity, uma coleção em formato de jogo RPG que reúne mais de 3 mil tokens lançada em fevereiro, conforme a Forbes

Embaixador cripto: O ex-jogador futebol David Beckham foi nomeado embaixador global da marca DigitalBits Blockchain, umaa blockchain de código aberto na qual qualquer ativo pode ser tokenizado, incluindo tokens não fungíveis, equipes esportivas e outras marcas. Beckham vai lançar uma série de NFTs e ativos digitais baseados na DigitalBits, noticiou o CoinDesk. 

Fashion Week no metaverso: Marcas como Forever 21, DKNY e Estée Lauder se juntaram à primeira “Metaverse Fashion Week”, que começou na quinta-feira e vai até domingo no Decentraland. “Isso envia um sinal de que a moda virtual chegou para ficar e que continuará a se tornar algo de interesse para as marcas”, disse Cathy Hackl, presidente da Metaverse Fashion Week, em entrevista ao Wall Street Journal

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

O que é o Notcoin? Conheça o jogo baseado em Telegram, o token NOT e os planos futuros

Notcoin é um jogo baseado no Telegram que nos últimos meses acumulou um total de 35 milhões de jogadores
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Manhã Cripto: Bitcoin abre semana em alta de 2,8%; Grandes investidores do Japão e EUA ganham exposição ao BTC

Wells Fargo dos EUA e a Metaplanet do Japão anunciaram novos investimentos no Bitcoin
Imagem da matéria: Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: "Realmente lamentável"

Vitalik Buterin critica prisão de dev do Tornado Cash: “Realmente lamentável”

O fundador do Ethereum nem se importou em comentar sobre os ETFs, mas refletiu sobre a recente condenação de um desenvolvedor do Tornado Cash
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil