Imagem da matéria: Malware de Mineração de Criptomoeda Afetou Oleodutos na Rússia

O maior operador de oleodutos do mundo teve alguns de seus sistemas informáticos afetados pelo malware de mineração de criptomoeda.

A gigante russa Transneft, de acordo com a Reuters, recentemente teve que limpar o malware que minerava monero clandestinamente em seus sistemas. Não está claro quantos computadores foram afetados, mas a Reuters citou um funcionário sênior da Transneft que referenciou vários “incidentes” durante os quais o malware foi descoberto.

Publicidade

“Incidentes em que o hardware da empresa foi usado para fabricar criptomoedas foram encontrados. Poderia ter um impacto negativo na produtividade de nossa capacidade de processamento”, disse Vladimir Rushailo, vice-presidente da Transneft, aos executivos da empresa durante uma reunião ontem.

A Transneft disse que teve que mudar para reforçar seus sistemas de segurança cibernética para evitar que esses tipos de malware sejam baixados em seus sistemas.

A empresa é uma das empresas de maior destaque até o momento a ser afetada pelo malware, que funciona no background de um computador e usa capacidade disponível para minerar criptomoedas, especificamente a Monero.

Vários sites notáveis ​​foram impactados nos últimos meses, incluindo uma plataforma pay-per-view do UFC e um serviço de vídeo sob demanda executado pelo Showtime.

De acordo com um relatório de segurança cibernética publicado em outubro, o software de mineração da CoinHive afetou mais de meio bilhão de pessoas.

Publicidade

Leia Também: Anônimo Doará 5 Mil Bitcoins para a Caridade

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Importação de criptomoedas no Brasil dobra e chega a R$ 14 bilhões no 1º bimestre

Dados do Banco Central mostram que a importação de criptoativos saltou de US$ 1,4 bilhão no primeiro bimestre de 2023, para US$ 2,9 bilhões no início deste ano
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Segregação patrimonial no mercado cripto será tema de audiência pública na Câmara

Na justificativa para a audiência, o deputado Aureo Ribeiro disse que práticas adotadas por algumas exchanges despertam “graves preocupações”
Imagem da matéria: Clientes da BitcoinToYou não conseguem sacar fundos e reclamações contra corretora disparam

Clientes da BitcoinToYou não conseguem sacar fundos e reclamações contra corretora disparam

Quando os clientes tentam sacar suas criptomoedas na BitcoinToYou, são direcionados para uma página de erro
Imagem da matéria: Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Os NFTs ficaram para trás com boom do Bitcoin – mas a Animoca ainda acredita nos tokens

Na Paris Blockchain Week, o presidente da Animoca Brands, Yat Siu, discutiu a regulamentação da SEC, o ressurgimento do mercado de NFT e as finanças de sua empresa